Guardians Of The Galaxy Vol. 2..Start of Production Image..L to R: Rocket (voiced by Bradley Cooper), Drax (Dave Bautista), Groot (voiced by Vin Diesel), Peter Quill/Star-Lord (Chris Pratt) and Gamora (Zoe Saldana)..©Marvel 2017

A Marvel possui um universo muito bem estruturado, tem liberdade para fazer muitos filmes, ligando um com o outro sem desapontar seu público. Afinal, aos poucos eles foram criando seus filmes – popularizando o próprio estúdio – e começaram a defender esse pedestal que hoje o pertence. Foi com “Os Vingadores”, foi com Capitão América: Guerra Civil, e sim, foi em Guardiões da Galáxia Vol. 2.

Confira também: Logan | Review

O diretor James Gunn com certeza é a melhor cartada que a Marvel possui, trabalhando muito bem com a franquia Guardiões da Galáxia, como ainda podemos ver nesta sequência, onde dirigiu e roteirizou.

Os novos personagens também tem grande impacto, como a Nebulosa (Karen Gillian), a filha adotiva de Thanos, a qual faz parte dos Guardiões da Galáxia, junto com a Mantis (Pom Klementieff), e Yondu (Michael Rooker).

Personagens Marcantes

Outro personagem que rouba a cena nesse filme é Yondu – depois do Baby Groot, claro! Realmente tocará os corações de todos que assistirem, e do Rocket (Bradley Cooper), que continua sendo aquele mesmo falastrão de sempre.

Kurt Russell como Ego e Sylvester Stallone como Águia Estelar não foram impactantes, mas ficaram muito bons, desenvolveram bem seus papéis. Peter Quill (Chris Pratt), e Drax (Dave Bautista) ficaram incríveis como no primeiro filme, e Gamora (Zoe Saldanha) está espetacular, principalmente em cenas de ação.

*Não esquecendo do amado Stan Lee, que talvez sua cena possa ter mostrado algo importante para filmes que estão sendo desenvolvidos.

Nostalgia Musical

Não é necessário falar da trilha sonora, ela fala por si mesma, não há palavras para descrever como músicas de época casaram tão bem nos dois filmes dos Guardiões da Galáxia – além do Baby Groot roubar a cena dançando.

O filme está fantástico, de cair o queixo, simplesmente tão bom quanto o primeiro filme. Uma sequência que te fará rir e chorar, e sim, há muitas emoções envolvidas. Novos personagens aparecem, há reviravoltas e diversas referências onde fãs criaram algumas teorias para futuros filmes (inclusive esse que vos fala). E outra coisa, não se esqueça das cinco cenas pós crédito que te fará ficar na cadeira até o fim dos créditos!