Anúncio

Lançado nesta Temporada de Inverno 2022, Sasaki to Miyano é um Boys Love que vem para aquecer corações e discutir muito sobre o que é ser fujoshi/fudanshi. Sua equipe responsável é composta pelo Studio Deen e pelos produtores Kadokawa, este último sendo muito famoso e com um histórico de obras maravilhosas como Your Name e Re:Zero. Em relação ao estúdio, se compararmos com obras anteriores, nota-se o esforço para melhorar. Este foi responsável pelas últimas temporadas de Nanatsu no Taizai, as quais não tiveram uma animação de qualidade, porém SasaMiya, como é chamado pelo fãs, possui uma animação linda, desde ao design dos personagens até as cores utilizadas.

É baseado em um mangá japonês, do gênero yaoi (ou Boys Love) e slice of life, escrito por Shou Harusono. Ganhou sua serialização online através do site pixiv Comic desde 2016, posteriormente sendo organizado em oito volumes tankōbon pela Media Factory e apenas esse ano ganhou sua adaptação para anime. Acredito que isso aconteceu graças a popularização das histórias BL nesse últimos tempos, já que a cada temporada, pelo menos um está sendo lançado, o que era raro a uns anos atrás.

Seu enredo gira em torno de Miyano Yoshikazu, um estudante do colegial que adora ler mangás de romance, porém esses romance são todos Boys Love, o que o torna um fudanshi, termo utilizado para definir meninos que são fãs desse gênero. Por outro lado, temos Shuumei Sasaki, um estudante do colegial mais velho que não se interessa por mangás, mas busca conhecer e entender mais sobre esse universo para se aproximar de Miyano. Ambos estudam na mesma escola, sendo esta apenas para meninos, e se conhecem ao testemunharem uma briga entre colegas e Sasaki interferir na situação. Após isso, a amizade dos dois surge e cresce a cada dia que se passa. Como é um romance escolar, os personagens passam a maior parte do tempo nesse ambiente, acompanhando suas rotinas e até preocupações em relação ao estudos.

Como dito, esse gênero anda se popularizando entre os consumidores de anime, mas ainda há grandes tabus e preconceitos em relação a ele. Desde o primeiro episódio, SasaMiya aborda algumas dessas questões, como a pressão e o medo do julgamento, o que faz com que Miyano esconda o fato de ser fudanshi. São feitos alguns comentários que deixam claro como essa vertente ainda não é bem aceita pela sociedade, deixando o motivo implícito para o espectador. Além disso, como Sasaki cria o interesse por esses mangás, há vários momentos em que Miyano explica termos usados e acontecimentos dentro desta comunidade. No decorrer deste, também ocorrem alguns famosos clichês que todo fã adora. Em um primeiro momento, não é abordada a sexualidade de nenhum personagem, surgem alguns “ships” dentro do anime, porém não são confirmados em nenhum momento. É possível que nos próximos episódios sejam formados casais secundários, mas acredito que não terão um grande foco.

Provas, vestibulares e primeiros amores. Esses serão temas abordados nessa obra! Aposto que será recheado de referências a outros Boys Love somado a questões da adolescência, além de um desenvolvimento focado no entendimento e descoberta da sexualidade dos protagonistas. À priori, Miyano se declara como um menino hétero fã de histórias LGBTQIA+, e com sua aparência física andrógena acaba tendo que reafirmar isso diversas vezes. Entretanto, porém, contudo, todavia!!! Em diversas cenas é explícita a atração mútua entre eles, com bolinhas coloridas e brilhinhos, dando um ar de amor jovem e fofo.

Miyano é uma ótima representação de um fudanshi/fujoshi, o que me faz gostar ainda mais dele. Este anime pode quebrar muitos mitos do yaoi e mudar a visão que os otakus tem sobre esse universo. Por esses e outros motivos, recomendo muito Sasaki to Miyano, o qual tem um grande potencial de se tornar um “obrigatório” desse gênero. E espero ansiosamente para ver os momentos bonitinhos desses dois.

Anúncio
Sasaki and Miyano
Imagem Divulgação

ASSISTA AGORA NA FUNIMATION

Anúncio