act age
Anúncio

A ilustradora de Act-Age, Shiro Usazaki se pronunciou a respeito do cancelamento do mangá devido a prisão de Tatsuya Matsuki, em sua conta no Twitter.

Usazaki começa a carta mostrando sua simpatia pelas vítimas, dizendo que elas “tiveram muita coragem em falar sobre o incidente, apesar do choque e do medo”. A ilustradora diz ainda que ninguém “se recupera naturalmente” de um assédio sexual. E que mesmo ver alguma pessoa parecida ou que se vista como o agressor pode ser um gatilho para as vítimas, gerando um estresse desnecessário para o resto de suas vidas.

Na carta ela também menciona que não deseja que Act-Age seja um mangá que desencadeie reações como essas nas vítimas, considerando apropriado o cancelamento da obra. Enquanto Usazaki lamenta a suspensão de Act-Age, pede que os fãs não culpem nem assediem as vítimas. Ela ressalta que o cancelamento do mangá não é culpa das vítimas e que elas fizeram o certo em falar sobre o assédio.

A ilustradora demonstra sua simpatia com os fãs de Act-Age, ou com aqueles que acharam um propósito no mangá em geral, já que eles também foram “salvos” pelo mangá. Entretanto, Usazaki advertiu e implorou para que os leitores não usem esse amor para fins errados como incitar violência. Pediu que os fãs pensem com clareza, considerem os outros pontos de vista, que ignorem informações que não são baseadas em fatos concretos e sempre considerem o que deve e o que não deve ser dito.

Por fim, Usazaki concluiu a carta falando que espera que as vítimas recebam cuidado apropriado, e que tenham uma vida tranquila sem que precisem pensar no assédio novamente.

Tatsuya Matsuki foi condenado no começo deste mês por assediar duas garotas do colegial. Pouco tempo depois foi confirmado o cancelamento do mangá e a suspensão das vendas dos volumes e de outros produtos de Act-Age.