Anúncio

Olá! Eu sou Jack e seja bem-vindo a mais um Primeiro Gole! O anime da vez será Oshi ga Budoukan Ittekuretara Shinu (If My Favorite Pop Idol Made It to the Budokan, I Would Die), da Temporada de Inverno 2020, feito pela 8bit, mesmo estúdio que fez de Tensei shitara Slime Datta Ken e Hoshiai no Sora.

Perseguição e admiração a uma Idol

O anime é sobre o grupo Idol chamado Cham Jam, que ao contrário de grupos de Idol de outros animes, é só algo local e pequeno, com uma quantia consideravelmente razoável de fãs. Começa com uma das primeiras apresentações do grupo, eu uma feira local. Até que nossa protagonista, Eripiyo, acaba recebendo o panfleto para a apresentação e se apaixona por uma integrante menos popular, Maino. 

Um tempo se passa e ela conhece Motoi e Kumasa, que também são fãs do grupo de Idol e juntos, pretendem frequentar todos os shows das garotas.

Uma premissa diferente

Veja bem, eu gosto bastante de animes de Idol. Idolm@ster, as duas temporadas de Love Live, PriPara… 

Todos esses animes, querendo ou não, tem algo em comum com eles. O foco principal são as Idols. Como elas se relacionam umas com as outras, se existem intrigas entre elas, a composição das músicas, a forma que o grupo se origina. Os fãs acabam sendo só o mesmo modelo de… fã genérico de Idol, sabe? 

Mas, esse anime trouxe uma perspectiva que me surpreendeu! 

Quando eu fui assistir o anime, ele acabou me pegando de surpresa. Eu esperava, com base na capa, um girl love bem levinho, com o foco na Idol lidando com a fã, como o grupo veria isso. Mas, o foco não são as garotas, pelo menos não diretamente. 

Eu achei simplesmente fantástico ver isso tudo da visão de um fã, como ele se sente ao ver que está sendo estranho com alguém que admira, sua paixão e devoção por um grupo que, por enquanto, é bem pequeno. Sem falar que Eripiyo foi uma das primeiras a conhecer o grupo, então no meio de fãs ela é praticamente lendária. 

E é tão… real? 

Às vezes eu me pego pensando na devoção que muitas pessoas tem pelo seus ídolos. Virar noite dando F5 para comprar ingresso, gastar rios de dinheiro com M&G, até mesmo tem cena dela acampando em fila para conseguir comprar algo… eu nunca tinha visto um anime representar isso, sem falar que a Eripiyo não tem nada de especial – além da estranheza de só ter uma roupa, típico de animes na verdade -, ela trabalha em um emprego ordinário e o seu único laser e passatempo é sua devoção à sua Idol.

If My Favorite Pop Idol Made It to the Budokan I Would Die

Uma devoção que vale a pena acompanhar

Eu realmente gostei! 

O anime é bem bom, os personagens tem um design bem maneiro e que, de certa forma, foge um pouco das Idols padrões, o que é consistente com a proposta do anime. Os amigos da Eripiyo também tem um design bem legal, as músicas das Idols são medianas para bom, só que ao pensar que elas ainda são amadoras no ramo e começaram a menos de 2 anos, isso também é condizente com a proposta do anime.

Com uma premissa diferente sobre Idols, Oshi ga Budoukan Ittekuretara Shinu gerou uma expectativa enorme em mim e tenho certeza que será uma comédia/musical memorável dessa temporada.