Jojo's Bizarre Adventure
Imagem Divulgação
Anúncio

Se fosse possível definir Jojo’s Kimyou na Bouken – ou Jojo’s Bizarre Adventure em inglês -, de fato bizarro seria a melhor das opções. Mas, veja, a bizarrice de Jojo não é somente para memes, tampouco para possíveis furos na história.

O conceito de bizarro é abstrato o suficiente e, muitas das vezes, o próprio anime reconhece isso. Em cada uma das temporadas de Jojo existe uma cena dos personagens reconhecendo a bizarrice do universo em que estão inseridos.

Mas, no fim das contas, o que leva Jojo a ser tão bizarro e o que é Jojo Bizarre Adventure?

O anime Jojo’s Bizarre Adventures é uma adaptação do mangá de mesmo nome, lançado em 1987, mas que só teve um anime em 2012, mas que perdura até o dia de hoje. O anime é dividido em Partes – que são como temporadas – sendo que cada uma das Partes de Jojo trata a história de um protagonista diferente.

Por exemplo, a Parte 1 conta sobre todo o início da série de aventuras que a família Joestar iria passar. Acompanhamos a história do jovem Jonathan Joestar, um nobre do século 19 que acaba recebendo um irmão adotivo, Dio Brando – um dos antagonistas da série. Dio acaba tornando a vida de Jojo um completo inferno quando mais novos, além de tramar matar o próprio pai adotivo para conseguir a herança da família Joestar. Após algumas intrigas, Dio acaba se transformando em um vampiro e cabe ao Jonathan conseguir parar seu irmão adotivo.

Após a primeira parte de Jojo – que realmente trata de uma situação de vida extremamente estranha – seguimos a trama da família dos Joestar. Então, todo o anime sempre irá acompanhar a vida desse pessoal com o passar das gerações. Na parte 2, por exemplo, se passa na década de 30, além do protagonista ser totalmente o oposto do Jojo anterior. Enquanto Jonathan era um cavalheiro e gentil, Joseph – o protagonista dessa parte – é arrogante e brincalhão, mas ainda tem o senso de justiça dos Joestars.

Anúncio

Até o momento existem cinco partes animadas e oito em mangá, sendo que todas as partes animadas estão disponíveis na Crunchyroll. Vale lembrar que a Netflix também está com as duas primeiras partes DUBLADAS.

Jojo tem uma animação bem única e extremamente expressiva, sendo bem famoso pelas poses que muitas vezes desafiam leis da física ou anatomia, mas que são legais de se ver mesmo assim.

Conforme as partes avançam, o tom das cores mudam de forma constante para se adequar aos protagonistas. Enquanto na primeira parte as cores são mais frias e escuras para representar o Jonathan, por ser sério e um cavalheiro, existem cores mais chamativas, vibrantes e quentes para representar o Joseph na parte 2.

Além disso, toda abertura de Jojo é extremamente icônica e marcante, não só a música, mas a animação acompanha de forma boa e é um fator ótimo para começar a ver o anime.

Em um geral, Jojo’s Bizarre Adventure é um anime incrível e com um conteúdo bem interessante, além de uma ótima direção de arte. Tirando todos os memes que a internet faz sobre o anime, realmente a bizarrice presente nele é o que dá o charme de tudo. Os poderes diferentes e únicos, as situações improváveis e as soluções – dentro das regras do universo – extremamente foras do comum são motivos para você realmente dar uma chance para esse icônico anime.

Leia também: Jojo’s Bizarre Adventure | Phantom Blood (Mangá) | Review

Anúncio