Depois de fazerem fama na internet, resolveram apostar suas fichas nas telas de cinema com Internet – O Filme.

Logan | Review

Os youtubers fizeram o papel deles mesmos, um filme independente, Rafinha Bastos, o diretor Fillipo Capuzzi e outros apostaram nesse projeto que foi elaborado há um ano atrás, e no fim tornou-se realidade. A Paris Filmes resolveu apostar nessa ideia, e deu certo.

Cotidiano das celebridades virtuais

É um roteiro simples, principalmente pelo fato de não ter o que explorar, apenas o fato de colocar os youtubers na tela, contando um pouco do dia a dia das novas celebridades virtuais. Em coletiva, os youtubers Felipe Castanhari, Pathy dos Reis, Cauê Moura e muitos outros falaram sobre a experiência de fazer um filme e é algo o qual eles não esperavam, mas que foi fantástico participar desse projeto e que não se sentiram incomodados com a câmera, afinal eles já fazem isso para a Internet.

Um adendo é de que Castanhari disse que foi difícil a atuação, e que por ele, apenas trabalharia na parte de produção. O filme não foi idealizado para fins lucrativos, a ideia era realizar esse projeto, com orçamento baixo, mostrando os prós e contras de ser uma celebridade virtual. Pode servir de alerta para os novatos da internet.

Elenco de Internet – O Filme (Imagem Divulgação)

Apenas youtubers? 

O filme chama-se “Internet – O filme”, porém apenas youtubers participaram do filme, e sentimos falta de blogueiros, instagramers os quais também são conhecidos sem aparecer na plataforma de vídeo da Google.

Rafinha Bastos disse que nem pararam para pensar sobre isso na hora de elaborar todo o projeto, mas que não foi por descaso. Além disso, foi deixado no ar de que um “Internet – O Filme 2” pode acontecer – mas nada concreto.

Coletiva de imprensa do “Internet – O Filme” (Imagem Divulgação)

Público alvo

Internet – O Filme é um projeto independente, onde pouco investimento foi feito, mostrando um bom trabalho realizado e que apesar de um belo conceito demonstrado nas telonas, falha em roteiro.

Como dito, o longa atrai mais por conta dos youtubers famosos presentes no filme, um humor um tanto sem sal (e que varia de cada persona atuante), e nada tão diferente do que a gente vê no canal particular de cada um.

Vale a experiência para quem curte e vive este mundo dos youtubers? Com toda certeza! 

Texto por Baraldi