Anúncio

Os fãs de K-pop ao redor do mundo foram a loucura assim que o dia 1º de Março começou na Coreia do Sul. Artistas e grupos populares como IU, Hyuna, Seventeen, Monsta x e Mamamoo, foram removidos do Spotify. E esses são apenas alguns exemplos, pois a lista é longa e resulta em milhões de streams perdidos. Apenas os artistas que distribuem suas próprias músicas, não foram afetados.

Em resposta ao ocorrido, um porta-voz da plataforma de streaming Spotify lançou um comunicado oficial explicando o porquê do sumiço das músicas no catálogo:

Devido ao vencimento do contrato com o Kakao M, no dia 1º de Março de 2021, nós não estamos mais autorizados a providenciar o catálogo para os fãs e ouvintes ao redor do mundo.

Temos feito esforços em todas as direções, no último ano e meio, para renovar o acordo de licença global, para assim continuarmos disponibilizando as músicas dos artistas distribuídos pela Kakao M, para todos os fãs ao redor do mundo, assim como nossos 345 milhões de usuários em 170 regiões diferentes. Porém, apesar disso, fomos incapazes de alcançar um acordo sobre a renovação de nossa licença global.

O porta-voz da plataforma também foi objetivo ao afirmar que “A questão do nosso acordo de licença global não está relacionada ao lançamento do nosso serviço na Coreia do Sul“, já que muitos fãs estavam especulando sobre a competição direta entre o recém chegado à Coreia do Sul, Spotify, com o serviço de streaming do próprio Kakao M, a plataforma de streaming Melon, que distribui músicas ao país e está restrita em vários países ao redor do mundo, incluindo o Brasil.

A empresa Kakao M, também fez um comunicado oficial sobre o caso:

Anúncio

Não relacionado ao nosso acordo de licenciamento global preexistente com o Spotify, a Kakao M vem negociando separadamente com o Spotify em relação a um contrato doméstico para o fornecimento de música. Sem relação com o contrato doméstico, do qual ainda estamos negociando, recebemos uma notificação separada da expiração da nossa licença no dia 28 de fevereiro e solicitamos a renovação de nosso contrato global existente.

A INTERNET REAGE:

De acordo com o EXTRA, até às 17h do dia 28 de fevereiro, o Spotify configurou essa situação como o mais comentado no Twitter Brasil, com mais de 1,59 milhões de menções. Além dos fãs de K-pop, Tablo, do Epik High, também reagiu, dizendo em post no twitter:

Aparentemente, um desentendimento entre nosso distribuidor Kakao M e Spotify, fez nosso novo álbum do Epik High indisponível globalmente contra a nossa vontade. Independente de quem é a culpa, por que os artistas e os fãs são sempre os que sofrem quando as empresas colocam a ganância acima da arte?

Você usa o Spotify para ouvir K-pop? Então confira abaixo a lista de alguns grupos e artistas solos que foram removidos do catálogo:

  • Monsta X
  • Seventeen
  • Hyuna
  • IU
  • Mamamoo
  • Nu’est
  • Epik High
  • GFriend
  • CL
  • ZICO
  • Block B
  • Apink
  • The Boyz
  • MOMOLAND
  • BTOB
  • 4Minute
  • ASTRO
  • Jessi
  • WJSN
  • AOA
  • KARD
  • CNBlue
  • Pentagon
  • Lovelyz
  • VIXX
  • Infinite
  • Dreamcatcher
  • LOONA
  • ONEUS
  • Cravity
  • Sunmi
  • (G)I-dle
  • Hwasa
  • Sistar
  • Rain
  • April
  • CLC
  • Sistar
  • Hyolyn
  • Gugudan
  • CLC
  • Golden Child
  • VICTON
  • SF9
  • E muitos outros.
Anúncio