Garota de Fora
Imagem Divulgação
Anúncio

O suspense fantástico tailandês Garota de Fora (2018) veio com a premissa de denunciar a falência do modelo do sistema educacional adotado em vários países, principalmente na Ásia, retratando as situações perversas que ocorrem dentro e fora do ambiente escolar — como por exemplo (mas não se limitando a) casos graves de bullying, assédio, abuso de autoridade e a omissão das instituições perante os casos.

Em cada episódio, a protagonista Nanno (“Kitty” Chicha Amatayakul) surge na figura de uma novata misteriosa, e expõe a hipocrisia e os segredos sujos de estudantes, funcionários e das instituições para as quais é transferida, utilizando métodos cruéis e nada ortodoxos.

Não temos quaisquer informações sobre o passado de Nanno, sua família, quem ou o que ela realmente é. A protagonista atua como uma agente do carma, inteligente e manipuladora, forçando os personagens de cada episódio a encarar as consequências de seus atos.

Os 13 episódios da primeira temporada são independentes entre si, tendo apenas a protagonista como personagem fixa. Uma característica interessante da série é o fato de diretores diferentes assinarem os episódios, dando a cada um seus toques pessoais em questão de estilo — isso pode ser percebido em detalhes como o cenário, o enquadramento, a iluminação e a transição de cenas.

Atenção: Há um motivo para a classificação indicativa da série ser +18, então aqueles com uma maior sensibilidade para com cenas tensas e temas delicados (assédio, abuso físico e psicológico) podem riscar esse drama da lista.

A segunda temporada de Garota de Fora estreia na Netflix na próxima sexta-feira (7). ASSISTA AQUI.

Anúncio
Anúncio