Anúncio

A trilogia de Starcraft II chega ao fim cinco anos após o lançamento de sua primeira parte.

Na última teça feira, 10 de novembro, a Blizzard lançou o capítulo final da saga com foco nos Protoss – uma antiga e avançada raça alienígena. Confira nossas primeiras impressões de Starcraft II: Legacy of the Void.

Por Aiur

Durante a primeira guerra do contato os Protoss perderam seu planeta natal, Aiur, para o devastador enxame Zerg controlado pela Supermente. Refugiados e regidos por conflitos internos os Protoss conseguiram recuperar parte de suas forças através da liderança do Hierarca Artanis. O orgulho desta antiga raça ainda mantem aceso o desejo da reconquista de seu planeta natal. É chegado o momento.

Neste capítulo da história acompanhamos Artanis na missão de reconquistar seu planeta natal. A poderosa frota de naves de guerra, a Armada Dourata, e os guerreiros Templários estarão ao seu comando nesta incursão, porém, presságios de um antigo mal estão à espreita ameaçando toda a existência da galáxia.

Seguindo a tendência dos outros títulos desta trilogia, a narrativa assume uma perspectiva mais pessoal. Em Starcraft II: Legacy of the Void O jogador assume o papel do Hierarca tendo a experiência da liderança, definindo melhorias em sua frota e as características de seus soldados. A medida que as missões são concluídas, novas unidades e novos poderes estarão disponíveis para o jogador.

Ao todo são 25 missões da campanha – 3 no prólogo, 19 na missão principal e 3 no epílogo.

Do ponto de vista conceitual, a história aborda diversas temáticas de discussão interessantes: O conflito entre o valor da tradição e a necessidade da mudança; o valor do indivíduo versus o coletivo; a dificuldade de convivência entre diferentes culturas; destino e livre arbítrio; o conceito existencial entre outros. A ficção, sobretudo a ficção científica, tem a liberdade de explorar estas temáticas humanas em extremos determinantes e de maneira bem literal. De fato, esta é uma história que merece ser contada.

Unidos estaremos prontos

Starcraft II : Legacy of the Void traz um novo modo de jogo desenvolvido especialmente para quem sempre sonhou em jogar o modo campanha com seus amigos. O modo Comandantes Aliados traz diversas missões, em todos os níveis de dificuldade, que permitem aos jogadores escolher e controlar um entre os icônicos comandantes disponíveis, cada um com exército e habilidades particulares. No momento temos seis comandantes ao todo – Raynor, Swann, Kerrigan, Zagara, Artanis e Vorazun – mas a Blizzard já assumiu a possibilidade de disponibilizar mais personagens memoráveis de Starcraft para aumentar esse número.

Poder Imensurável

Uma das novidades mais interessantes da expansão é o Modo Arconte. Arconte é uma icônica unidade Protoss que só pode ser adquirida através da fusão entre dois templários supremos. Em alusão à esta característica, o modo coloca dois jogadores no controle de um único exército, o que propicia melhor controle em frontes de combate simultâneos, promovendo ação constante nas partidas. Os torneios competitivos nesta modalidade já estrearam na última Blizzcon com partidas entre convidados e o nível impressiona!

Sobrevivência do mais apto

As modalidades competitivas sempre foram foco no desenvolvimento de Starcraft II e nesta expanção temos grandes novidades no seguimento.

Foram introduzidas seis novas unidades, duas para cada raça, entre elas um veterano da guerra das castas que aflorou o saudosismo dos fãs do starcraft original – o zerg Furtivo, ou Lurker no original, capaz de empalar seus inimigos enquanto se camufla embaixo da terra.

Além disso, o jogo traz um modo de Torneios Automatizados. Com competições diárias em horários específicos, as inscrições estarão disponíveis para os jogadores de todos os níveis de habilidades. Uma grande oportunidade de introduzir novos jogadores aos circuitos de e-sports!

As estrelas, nosso lar

 

Stracraft II: Legacy of the Void veio para trazer novo fôlego ao já consagrado jogo de estratégia em tempo real. A campanha apresenta o capítulo final da saga e o modo competitivo traz mais diversidade, dinamismo e promete diversão por muitos anos.

Mais informações no Site oficial.