Depois de algum tempo sem publicar nada, em 2013, vem uma notícia que iria parar o mundo dos mangás: A revista Shonen Jump anuncia a volta do mestre Akira Toriyama.

Confira também: Jaco, o Patrulheiro Galáctico | Primeiro Gole

Seu novo mangá seria uma comédia de poucos capítulos intitulada Jaco, o Patrulheiro Galáctico (Ginga Patrol Jako) e, o que mais chamava a atenção era, o mangá faz parte do universo de Dragon Ball.

Aquela ansiedade!

Não tinha como não ficar ansioso, é uma noticia que há anos os fãs queriam ouvir. A expectativa para a estreia foi grande e, no dia 13 de julho, começa sua publicação.

Depois de onze semanas (numero total de capítulos), Jaco, o Patrulheiro Galáctico chegou ao fim… Mesmo com um final que vai arrancar suor masculino dos fãs, será que Jaco atingiu as expectativas?

Geralmente, quando faço as reviews aqui no SUCO, deixo minha opinião para o final… Porém, já gostaria de deixar claro: Jaco, o Patrulheiro Galáctico é um excelente mangá e vale a pena sim!

O anúncio de Jaco na Shonen Jump.
O anúncio de Jaco na Shonen Jump.

E os fãs de Dragon Ball?

Me sinto obrigado a começar assim, pois muitos fãs de Dragon Ball torceram o nariz com o desenrolar da história e li muitos comentários por ai dizendo coisas como ‘esperava mais’, ‘é fraco’ mas, o que realmente os fãs esperavam de Jaco?

Creio que a expectativa para algo épico como ‘salvar o universo’ tenha sido criada pois o mangá se passa no mesmo universo de Dragon Ball, porém, na mesma notícia dizia: É uma mangá de comédia com poucos capítulos.

Quem leu outros mangás do mestre Toriyama sabe que o cara curte comédia pastelão, sem nada muito pretensioso e Jaco, o Patrulheiro Galáctico é isso! E era o que eu esperava, de verdade. O mangá é divertido, com piadas ‘bobas’ mas que arrancam sorrisos dos fãs, personagens carismáticos e uma aventura pra lá de clichê.

Em resumo, Jaco, o Patrulheiro Galáctico é Akira Toriyama, não Dragon Ball ‘Z’, é daquele Toriyama de ‘Dr. Slump’ e do começo de ‘Dragon Ball’.

Personagens

Falando um pouco dos personagens, temos Oomori, o velho rabugento com a aparência de todos os velhos que o Toriyama desenha (hahaha). Oomori é irritado com tudo e não gosta de ninguém, isso faz dele um cara divertido (?), é sério, não tem como não rir das suas especulações e respostas que da a Jaco.

Jaco (Imagem Divulgação)
Jaco (Imagem Divulgação)

O velho é um cientista que mora sozinho em uma ilha e tenta construir uma máquina do tempo.. Por que? Leia Joe!

Além do velho, temos o alienígena que leva o título do mangá: O patrulheiro espacial Jaco! O etzinho que parece filho do Freeza na forma final é o responsavel pelas maiorias das comédias ‘pastelão’ do mangá.

Jaco adora aparecer, sempre que tem oportunidade faz sua apresentação como o ‘grande’ patrulheiro e por ai vai. Jaco veio a Terra para salva-la de um alienígena de uma raça cruel que viria destruir a raça humana em poucos dias (sem spoilers mas… já deu para sacar né?). Jaco é fod@o e bondoso, mas é bem cabeça dura também.

E por ultimo temos a belíssima Tights. Inteligente, divertida e sempre disposta a ajudar os Oomori e Jaco. Porém não posso falar muito dela, não quero estragar as surpresas do mangá. Lendo Jaco você vai ter a impressão de ‘já vi esses personagens em algum lugar’ e, de fato, essa afirmação não é errada!

Os personagens são bem clichês dentro do universo Toriyama, mas com aquele carisma e jeito que só o mestre sabe fazer. O trabalho de Toriyama pode ser ‘do mesmo estilo sempre,’ porém seu traço e jeito de contar histórias são únicos. Então, ponto positivo para os personagens.

Os personagens de Jaco, o Patrulheiro Galáctico (Imagem Divulgação)
Os personagens de Jaco, o Patrulheiro Galáctico (Imagem Divulgação)

Estilo Toriyama

Sobre a arte cai na mesma questão dos personagens… É o estilo do Toriyama! O mesmo de sempre! Quem é fã do cara, vai curtir. A única coisa que não gostei muito foi o abuso de reticulas (tons de cinza) no mangá, gostava mais quando ele resolvia a maioria das coisas somente em preto e branco.

Considerações finais: Jaco, o Patrulheiro Galáctico é um ótimo mangá de comédia, simples e divertido, mas não é para essa época.

Explicando melhor, só os fãs do Akira Toriyama que curtem a ‘raiz’ do seu trabalho vão gostar. Não é um trabalho para novos leitores, é uma homenagem aos fãs do cara… Mas, diz ai? Quem não curte o mestre? ‘We love Akira Toriyama‘.

Mas se você é novinho e, por mais incrível que pareça, não veio da escola ‘Dragon Ball’, é bem provável que você ache Jaco sem graça. Sobre a ligação com Dragon Ball, da para matar a charada logo nos primeiros capítulos, porem, o ultimo capitulo onde tudo é revelado, vai arrancar lágrimas dos fãs!

Fico feliz em fazer essa #REVIEW, sou fã declarado do mestre Toriyama! Fico mais feliz ainda de ter tido a oportunidade de, finalmente, acompanhar o lançamento de uma obra sua, do começo até seu término, mesmo que curta, valeu a pena!

No Brasil, a editora Panini anunciou o mangá de Jaco, o Patrulheiro Galáctico, para outubro de 2017.

Capa da edição brasileira de Jaco, o Patrulheiro Galáctico, que será publicada pela editora Panini (Imagem Divulgação)
Capa da edição brasileira de Jaco, o Patrulheiro Galáctico, que será publicada pela editora Panini (Imagem Divulgação)

Obrigado por tudo mestre Akira Toriayama, sonho em ter essa oportunidade novamente!