Anúncio

Hoje é dia de falar de um dos atuais maiores grupos femininos de k-pop: o EXID. Se você não conhece as meninas ainda, provavelmente é novo no k-pop.

E se já conhece, sabe o quanto elas são talentosas e vale a pena aprender um pouco mais sobre o grupo, né?

O Debut

Antes de debutarem de fato, algumas meninas do grupo eram trainees da JYP Entertainment (responsável por Twice e GOT7, entre outros) e foram convocadas por Shinsadong Tiger, um importante produtor musical coreano, para fazer parte deste novo projeto.

O grupo a principio se chamaria WT (Who’s That, ou “Quem são essas?”) e contava com membros de outra empresa e outras artistas selecionadas posteriormente. Mas acabou mudando pro nome EXID alguns meses antes da estreia, um nome mais alegre e que remete à estar animado, ou ansioso pra algo.

O debut oficial aconteceu com o single Whoz That Girl, do álbum digital Holla, no dia 16 de Fevereiro de 2012 e foi muito bem, obrigada.

Com as integrantes Yuji, Dami, Hani, Haeryung, Junghwa e LE, o grupo alcançou a marca de mais de 800.000 cópias vendidas e venceu o prêmio de melhor novo grupo no mesmo ano, no 20th Korea Culture & Entertainment Awards. Um belo começo em um mercado tão concorrido.

As Mudanças

Assim como vários grupos, o EXID acabou passando por mudanças não só nos conceitos musicais, mas também nas integrantes. No ano seguinte ao debut, Yuji, Dami e Haeryung anunciaram a saída do grupo para focar em projetos pessoais.

E entraram então Solji, ex-integrante da dupla 2NB e que costumava ser treinadora vocal do EXID, e Hyerin, que já era Trainee na empresa produtora das meninas.

E essa é formação que vemos até hoje, apesar de Solji estar afastada, se recuperando por questões de saúde.

O Sucesso

Apesar de o debut ter alcançado resultados incríveis, após as mudanças no grupo o ritmo de vendas do grupo caiu bastante. O primeiro Mini Álbum, Hippity Hop, vendeu apenas 1.500 cópias e apesar de alguns dos singles venderem relativamente bem, não foi nada comparado ao debut.

Em 2014 veio a reviravolta na carreira do EXID, com o lançamento de “Up & Down”. O single foi lançado e promovido em agosto, sem grandes resultados. Mas ganhou uma imensa popularidade em outubro, quando um fã do grupo fez upload no YouTube da filmagem que fez de Hani durante uma das apresentações da música.

O vídeo viralizou graças a sensualidade e carisma da integrante e hoje passa dos 20 milhões de acessos, sendo a FANCAM de k-pop com mais views até hoje. E o irônico é que apesar de toda essa performance, Hani é na verdade muito engraçada e mais moleca quando não está se apresentando.

Depois do vídeo, o grupo foi convidado para participar de vários programas de TV e promover a música novamente. E a partir daí todos os próximos singles foram verdadeiros sucessos e a carreira do EXID foi consolidada.

A base de fãs cresceu muito, as integrantes começaram a ganhar maior estaque em programas de variedades e a própria indústria pop fica ansiosa por novos lançamentos.

Pode-se dizer também que a viralização do vídeo da Hani ajudou o grupo encontrar, amadurecer e definir o seu estilo de vez.

E hoje os singles puxam todos para um mesmo lado, que é o quês fãs adoram, com conceitos mais adultos e uma certa sensualidade, ao invés de apelar para os conceitos fofinhos que os grupos femininos tanto fazem por aí.

E esse estilo é marcado pelas coreografias, letras e figurinos, que combinam com o imenso talento e os excelentes vocais das meninas.

Versão 2018

Enquanto Solji continua afastada cuidando de sua saúde, o EXID lançou no dia 02 de abril de 2018 seu mais recente single, LADY, com uma vibe diferente da que os fãs estão acostumados, mas que também combinou muito bem com o grupo.

LADY tem um toque retrô que remete ao pop dos anos 90. E o sentimento de nostalgia para quem vivenciou essa época é sensacional.

O videoclipe passou de 1 milhão de visualizações em poucas horas após o lançamento e tem tudo para ser mais um sucesso das meninas.