Terríveis titãs invadem a ilha de Manhattan em Nova Iorque. Homem Aranha e todos os Vingadores são acionados para conter esta terrível ameaça. Porém, uma grande surpresa os aguarda próximo e do tamanho da estátua da liberdade!

Brutus! Nem tanto… 

O tão aguardado crossover entre os herois da Marvel com os titãs de Shingeki no Kyojin rolou e bem, desapontou! o.o’

Antes de começar a dar o veredito, vamos saber um pouco quanto ao processo. Attack On Avengers foi lançado na revista número 790 da Brutus Magazine, dia 15 de Novembro no idioma Inglês e com um guia em japonês para o acompanhamento. A capa foi desenhada pelo próprio criador da série, Hajime Isayama.

E aí vem a surpresa: O plot para as 8 páginas – sim, OITO páginas – foram feitas pelo próprio mangaká Isayama e escrito por C.B. Cebulski (Marvel Fairy Tales). Todas as páginas são coloridas e não há nenhuma previsão desta história sair do Japão. Quanto ao resto da equipe, em inglês, coloco abaixo:

Line Artist: Gerardo Sandoval
Color Artist: Dono Sanchez Almara
Assistant Editor: Jake Thomas
Editor: Tom Brevoort
Editor in Chief: Axel Alonso
Chief Creative Officer: Joe Quesada
Publisher: Dan Buckley
Executive Producer: Alan Fine

 

Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

Attack On New York

É difícil falar mais que a própria sinopse – colocada no início do post – já que a obra possui poucas páginas. O que pode-se comentar é quanto a invasão dos titãs pela água. Dá pra lembrar de Pacific Rim/Godzilla ou algo do tipo, mas né? Como surgiriam por ali?

Um detalhe interessante e bem engraçado é a galera da Tropa de Exploração de Shingeki no Kyojin dando um passeio pelo Central Park – pelo que parece – e tomando um sorvete na capa. Mas na história mesmo, eles nem se quer aparecem.

Edição da Brutus que saiu as oito páginas!
Edição da Brutus que saiu as oito páginas!

O roteiro é bem dinâmico e a porradaria começa já na primeira página. Primeiro com Homem Aranha e Homem de Ferro e depois com o restante dos Vingadores – e tem Hulk SMASH! – , estes que não demoram muito para descobrir que o ponto fraco dos titãs, é a nuca. Uma brincadeira interessante é que Maria Hill da S.H.I.E.L.D. é a que faz contato com todos os herois. Isso pode levar a uma leve referência quanto a primeira barreira/parede de Shingeki no Kyojin.

Attack on Avengers resume a: Invasão dos titãs e os herois Marvel comendo o toco! Tem até mesmo Tony Stark  usando uma espécie de 3D para poder voar com mais controle ao redor dos gigantões. Interessante citar é que todos os tipos de titãs aparecem: Encouraçado, a fêmea e o temível Colossal, este que surge próximo a estátua da liberdade.

Para não perder a graça, não vou revelar quais os últimos herois que aparecem para ajudar na luta contra o colossal. Mas se você for com base com o hype 2014 + filmes Marvel, dá pra adivinhar!

Tony Stark usando 3D!
Tony Stark usando 3D!

Eu quero é MAIS! 

As oito páginas provam que um crossover de 25 ou 50 páginas seria muito bem vindo e nem precisa arriscar muito no roteiro não. Bota os titãs na cidade contra os Marvel e já era, está de bom tamanho. Attack On Avengers nem terminou com aquilo de: “gostinho de quero mais” e sim com

“quero mais”, pois de fato foi decepcionante.

A única crítica negativa é quanto ao seu tamanho mesmo. Quanto a arte, está fantástica, principalmente com o design dos titãs, que mesmo com o traço de outro desenhista, mantém-se próximo a ideia original de Isayama. Quem tiver a oportunidade, leia, já que né, vai ocupar 5 ou 10 minutos de sua vida! HA 😀

Queremos MAIS!

Um dos quadros mais bacanas da história.
Um dos quadros mais bacanas da história.