Veja também ‘SUPER #1 | Lamen com Suco’

Vamos continuar com a saga de Edrik na Cidade Maravilhosa em SUPER. Lembrando que a coluna Lamen com Suco é uma degustação das obras que estão no portal de webmangás nacionais, o Lamen. Leia agora o primeiro e o segundo capítulo de SUPER, com Douglas MCT no roteiro e Fabiano Ferreira na arte, já que esta coluna contará com SPOILERS.

Sinopse: O garoto Edrik Everton sempre sonhou em se tornar um super-herói. Depois de passar por uma grande reviravolta na vida, ele faz de tudo para ingressar na Excelsior, uma escola onde ele poderá estudar e treinar para se tornar um SUPER, fazendo muitos amigos e inimigos pelo caminho.

lamen-logo

#2 – Juntos, seremos um só!

E voltamos com mais um capítulo de SUPER, e com todo aquele sentimento de tensão criado no fim do debut de Edrik e companhia. Confesso que já fiquei surpreso logo nas primeiras páginas, pois imaginava que o “pau ía comer” com Edrik soltando o braço pra cima de Colar de Tripa, Neco e seu capanga. Pois bem, não foi bem isso que aconteceu…

Logo de cara temos uma cena de flashback entre Edrik e Benito às margens de alguma praia da Cidade Maravilhosa, onde avistam uma arraia – que ali também chamam-na de Narinari, o que me fez “googlear” e descobrir que de fato, elas também recebem este nome – e por aí, vemos de forma mais clara que o laço entre os dois vai além da relação Padaria > Empregado.

SUPER - cidade maravilhosa
A Cidade Maravilhosa por Fabiano Ferreira – Clique para ampliar e desfrutar dos detalhes

O desenvolvimento para este capítulo, vem logo após esta cena de flashback e acompanhamos o despertar de Edrik no hospital, a sua indignação por não ter acabado com Colar de Tripa e seu pesar pelo estado de Benito, que encontra-se em um estado grave e em coma. Na questão da cerne/ponto central, temos de fato o chamado da aventura, mais ou menos no estilão Nick Fury em Os Vingadores ou explosão do Acelerador de Partículas em Flash. 

O que acontece é que o nosso protagonista acaba ganhando seus poderes devido à um “descuido” de um dos novos personagens (Raio Branco), preocupando os superiores da Excelsior (Academia SUPER) e entrando em contato com Edrik, enviando Raio Branco e o agente Silvano pessoalmente para uma conversa.

Não dando spoilers do desfecho, deixo as perguntas do tipo: Será que Edrik vai aceitar se tornar um SUPER depois de ver Benito acamado? Quais as reais intenções da Excelcior com o garoto e será que podemos confiar em Raio Branco e Silvano? Edrik irá em busca de vingança contra Colar de Tripa, Neco e cia? E a padaria do Benito, ficará fechada?

O Tempero

Depois de uma boa apresentação do protagonista e da ambientação bem aplicado no primeiro capítulo, o segundo dá “as cores” para a trama. É aqui que as janelas são abertas e onde descobrimos um pouquinho mais como o mundo funciona além do palco da favela onde Edrik mora.

Algo que eu não poderia deixar de comentar é de que fiquei com uma pulguinha atrás da orelha, quanto aos “reais poderes” de Edrik. Será mesmo que a verdadeira força do garoto vem das habilidades que ele ganhara ou a sua verdadeira força ainda está para se formar? Bem provável – fazendo um paralelo com Hunter x Hunter ou One Punch Man – que muito da galera que entra nas escolas especiais, ainda não possuem super-poderes, ou mesmo nem vão vir a adquiri-lo.

Sinceramente estou bem curioso para as próximas páginas e também espero que ele ganhe “amigos” de sua idade ou rivais. Quem sabe o Neco não vire um anti-heroi no futuro? Estamos no aguardo! 

SUPER

LINKS

Leia LAMEN
Facebook do SUPER