Anúncio

Na última quinta-feira (29), tivemos um dos jogos mais aguardados do ano, Watch Dogs: Legion, o terceiro da franquia da Ubisoft. Joguei as primeiras horas do game e trago neste Primeiro Gole as diversas novidades em sua jogabilidade.

A relação Replay, História e outros fatores mais técnicos deixarei para comentar na REVIEW. Estão prontos para vivenciar uma LONDRES extremamente corrompida? Eis que somos a…

Resistência! 

Seguindo os moldes dos dois primeiros jogos – e que tive o prazer de jogar – Legion traz uma Londres tomada pelo caos e com uma sociedade a mercê da criminalidade, seja cibernética ou não.

Já na introdução temos o principal plot da campanha, onde somos apresentados a personagens da DedSec (e a líder e única sobrevivente Sabine) e a problemática com o grupo Zero-Day, que arma bombardeios coordenados e acusatórios contra a Resistência.

Se já tínhamos que lutar contra o fascismo na cidade, agora também é o momento de recrutar novos companheiros (daí o LEGION) para ajudar na resolução de segredos, desmembrar teias criminosas e invadir os mais inóspitos centros de dados da cidade.

Monte sua LEGIÃO

Watch Dogs: Legion não difere muito dos outros dois jogos, mas aprimora os conceitos já conhecidos e inova com o recurso “Play As Anyone / Jogue com Qualquer Um”, que sério, é fantástico. Você pode – ou pelo menos tem o potencial – de recrutar qualquer um que vê na rua. Obviamente, se você conseguirá ou não, vai depender do background da pessoa e de como você convencerá ela para ser a Resistência.

Cada pessoa no mapa têm sua história, sua ficha de personagem, sua dublagem, enfim, é um trabalho louvável e muito bacana de se ver. Desde Assassin’s Creed: Origins e Odyssey, já era de se espantar a quantidade de vozes em NPC’s, mas o que é visto aqui até então – pelo menos pra mim – é novidade.

Outro fator interessante é de como a Cidade é Viva. Um exemplo é de que sua atitudes como matar muitos inocentes e similares, pode arruinar a popularidade da DedSec, funcionando como uma espécie de Reputação. Com isso, recrutar pode começar a ficar um pouco mais complicado ou tender a você ter uma legião com mais “criminosos”.

Próximo ao que já tínhamos nos dois primeiros, o hacking é sua principal arma e se combinado com stealth (sou péssimo nisso), as chances de você se dar bem nas missões são maiores. Destaco aqui os diversos tipos de Drones – e cada um para uma função específica.

Desempenho em Placas Gráficas

Confesso que minha máquina não está atualizada e conto com um i5 de sétima, 16GB Ram e uma GTX 960. Antes do driver dedicado ao jogo da NVIDIA que saiu na quinta (29) e do patch de atualização da Ubisoft que saiu na sexta (30), o desempenho estava bem sofrível e não conseguia jogar em uma qualidade média/baixa satisfatória – e isso mirando nos 30 quadros por segundo.

Após estas duas atualizações, o ganho de desempenho foi acima dos 20% (arrisco até em 30%), e a estabilidade com a minha placa de vídeo passou a melhorar. Hoje jogo na qualidade Média travando a 30 quadros – ou seja, tá no grito!

O que eu quero dizer com isso? Os gráficos do jogo são extremamente detalhados e não curtir a Londres que a Ubisoft criou é um desperdício. Sinceramente, não recomendo jogar no Baixo e para isso, uma GTX 970 ou superior é mais do que recomendado. Dica: uma placa com ray-tracing da série RTX fica um colírio para os olhos!

O que espero daqui pra frente?

Minha experiência com os dois primeiros Watch Dogs foram um misto de emoções; enquanto que no jogo debut eu curti demais a história, no segundo a balança mudou de lado, dando espaço para uma melhor jogabilidade e exploração dos conceitos criados para a ambientação de seu universo.

Em LEGION é nítido de que a desenvolvedora trabalhou duro para trazer uma experiência de jogo tão boa quanto a do segundo game, mas é na história e roteiro que eu mais me interesso nesta franquia aqui. Ainda não deu pra criar um vínculo com as personagens – pois não tenho nem 4 horas de gameplay ainda – e este será o fator mais decisivo na minha visão. Seria esse o melhor Watch Dogs até então lançado? É o que eu quero descobrir! 

Watch Dogs: Legion já está disponível para Xbox OnePlaystation 4StadiaPC e em breve para PlayStation 5 e Xbox Series S | X. Para maiores informações, acesse o SITE OFICIAL.