Há pouco mais de um mês, a banda chilena Aisles, atualmente formada por Gérman Vergara (guitarra e vocal), Israel Gil (vocal), Felipe Candia (bateria e percussão), Rodrigo Sepúlveda (guitarra e vocais), Daniel Concha (baixo) e Juan Pablo Gaete (teclados), promovia o lançamento mundial de Beyond Drama, seu quinto álbum de estúdio, entregue ao público após um longo período de espera. Quer saber quais foram as impressões do Suco de Mangá? Acompanhe nosso review completíssimo e prepare-se para provar do melhor do rock progressivo moderno que a América do Sul tem para oferecer!

Saiba mais sobre Aisles

Fundada por Germán Vergara e Luis Vergara há mais de duas décadas, em Santiago, no Chile, a banda usufrui de forma majestosa dos elementos do pop, eletrônica e metal para agregar em seu rock progressivo moderno e é considerada como referência na América do Sul, conquistando espaço na cena mundial ao longo dos anos. Oferecendo um som marcante e forte, acompanhado de composições bem construídas e imersivas, Aisles entrega um trabalho digno de reconhecimento mundial com Beyond Drama, sucessor de Hawaii, quebrando um hiato de quase sete anos.

A explosão sombria em Beyond Drama

 beyond drama
Capa Divulgação

Fast é a música que apresenta (muito bem) Beyond Drama ao ouvinte. Com riffs de guitarra frenéticos, porém bem equilibrados com a lírica emotiva e notas delicadas presentes ao fundo, a canção estabelece o clima presente no decorrer do álbum, mostrando a diferença entre Beyond Drama e seus antecessores. Aqui, Aisles mostra seu lado mais cativante, que agrada com mais facilidade, sem abandonar, em momento algum, às raízes que caracterizam a banda.

A seguir, temos o single Megalomania, lançado em agosto de 2021. Essa talvez seja a faixa que melhor expressa a atmosfera sombria do “conjunto da obra” e que, assim como a canção anterior, mostra que Aisles não falhou em encontrar harmonia em seus arranjos.

Consideravelmente diferente das duas anteriores, mas ainda muito boa, Thanks to Kafka, terceira faixa do álbum, apresenta uma pegada mais introspectiva, com uma energia pesada e melancólica que reflete a angustia e crise existencial de temas presentes durante o processo criativo desse novo trabalho, como a crítica situação política do Chile, a pandemia global de COVID 19 e outras questões que desestabilizaram a formação do Aisles.

Seguindo, temos Desobedience, que exibe bem as camadas sonoras que passeiam pelo progressivo, metal, eletrônico e até mesmo pelo pop. Time (A Conversation With My Therapist) vem logo depois, igualmente forte, mas um pouco mais peculiar, e prepara para a faixa mais longa do álbum. Ao longo dos onze minutos de música, The Plague faz com que o ouvinte desfrute de toda a potência técnica que Beyond Drama pode prover, evidenciando também a ótima dinâmica dos músicos enquanto grupo.

Surrender apresenta uma atmosfera do rock progressivo mais parecida com o que conhecemos de Dream Theater, por exemplo, com uma balada mais delicada e sentimentalismo quase etéreo. A inspiração no trabalho dos norte-americanos fica ainda mais evidente depois de tomar conhecimento do cover de Pull Me Under em espanhol, produzido pelo músico Nico Borie em parceria com Aisles, postado no Youtube para o projeto Rock Traduzido. Vale a pena conferir:

Depois, temos Needsun e, como encerramento, Game Over. Em termos técnicos, a “cereja do bolo”, que é inteiramente instrumental, demonstra a evolução musical de Aisles e amarra perfeitamente a tracklist do álbum.

Por fim, é possível dizer que Beyond Drama é um disco arriscado e ambicioso, mas que se sustenta na qualidade das composições, não dependendo de exibicionismos para mostrar excelência técnica na produção e execução. Para quem não conhece Aisles, esse álbum é uma ótima pedida para descobrir, música após música, o estilo do moderno rock progressivo chileno.

Beyond Drama já está disponível em todas as plataformas digitais e você pode escutar clicando aqui. E, quem sabe, num futuro próximo, não role um show no Brasil pra escutar esse som ao vivo, hem? Fique ligado nas redes da Tedesco Mídia, assessoria responsável pela divulgação da Aisles em terras tupiniquins.

Anúnciobanner amazon

Amantes de mangás, uni-vos!  Clique no banner acima e adquira o seu mangá preferido na Amazon. Não só você desfruta da sua leitura favorita, mas também ajuda o Suco de Mangá a crescer. Juntos, celebramos o mundo dos mangás!

REVIEW
Beyond Drama
Artigo anteriorThe Sisters of Mercy se prepara para apresentação em São Paulo em junho
Próximo artigoElderand | Review
Futura letróloga que carrega o clichê de ser apaixonada por leitura e escrita. Comprei tantos livros por indicação do booktok que agora não há mais espaço pra mim em meu próprio quarto. Dorameira de carteirinha e adoradora de animes que me façam chorar até desidratar. Cai nos encantos do kpop e não me arrependo. Sou uma sonhadora que ainda espera pelo retorno do My Chemical Romance, e isso diz muito sobre mim.
o-retorno-de-aisles-com-o-disco-beyond-drama-reviewHá pouco mais de um mês, a banda chilena Aisles, atualmente formada por Gérman Vergara (guitarra e vocal), Israel Gil (vocal), Felipe Candia (bateria e percussão), Rodrigo Sepúlveda (guitarra e vocais), Daniel Concha (baixo) e Juan Pablo Gaete (teclados), promovia o lançamento mundial de...