Anúncio

O Homem nas Trevas foi lançado em 2016 e foi uma grande surpresa, o filme de terror que nós ficamos mais aflitos com o que acontece com os vilões do que o próprio herói, ao qual não é tão bonzinho assim. Em 2021 temos a sequência e pensar que não podia ser mais intenso, mostrou que pode, O Homem nas Trevas 2 repete a mesma linha do primeiro filme, trabalhando mais o drama e o terror em tela e nos conquista com contra pontos questionáveis a cada personagem e suas ideologias, mesmo que nesse meio tempo, a ação passe dos limites.

Se o filme não tivesse esse filtro do gênero terror, facilmente seria vendido como filme de ação, isso é chover no molhado, foi o mesmo argumento para o primeiro filme e vale para o segundo, aquela ação extrapolada de porrada crua e sem piedade, admito que em alguns momentos passa dos limites porque todos os elementos se conversam entre si, mas a ação rola solta e não têm freio que segure. Mesmo que os momentos de diálogo sejam uma forma de respiro ou para trazer um grande plot, ainda assim a ação do filme beira o genérico – então o que impacta não é o conjunto da cena e sim a morte que acontece nela, talvez por isso que a ação seja o ponto alto mais baixo do filme, pois ela funciona, mas não é marcante.

Gosto que o segundo manteve a mesma construção de trama do primeiro, enquanto o terror está acontecendo para os vilões, todo plot dos personagens era desenvolvido para mostrar que não tinha um “lado bom”. Apesar de que o protagonista (Stephen Lang) seja o “herói” do filme, sua história não é tão bonita assim, e muito menos limpa, só torcemos contra os bandidos porque o filme mostrou que eles estão errados. A quebra do padrão de “herói e vilão” nos faz refletir sobra as camadas de O Homem nas Trevas 2, e por mais que alguém ignore isso, ainda sim o filme funciona perfeitamente.

Toda essa camada de desconstrução espirra no que para mim é a verdadeira protagonista do filme, Phoenix (Madelyn Grace) é cuidada pelo mesmo homem cego do primeiro filme, mas pensando que o filme trabalha dois lados errados, a menina absorve tudo, ela viu coisas que dificilmente vai deixar de lado, mas todo esse ambiente de morte, psicopatas e traficantes fez com que ela pudesse ver o lado bom dos momentos, pode ser uma falha de roteiro ou simplesmente porque a personagem realmente estava sendo bem criada, a segunda opção me convence.

Em paralelo à trama e suas camadas, as cenas que trabalham o terror são algo dignas de quadros emoldurados na parede, se fosse uma foto, basta ver e conseguir sentir a agonia na imagem, em um filme que rola a porradaria enquanto uma vítima está em perigo, foi algo muito impactante, pode sim parecer uns momentos óbvios que a vítima seria salva? Sim, mas o modo como essas cenas percorreram até chegar ali foi de tirar o fôlego, parabéns ao diretor, e parabenizaria o quem comandou a fotografia, mas não é merecedor.

Filmes de terror têm como sua maior essência a escuridão, cenas escuras que se iluminam no momento certo, ficar em um lugar totalmente escuro sem saber o que está a nosso redor realmente nos bate um pânico. Mas uma coisa é vivenciar e outra é assistir a tudo isso, em alguns momentos todo esse jogo de luz e escuro foram bem trabalhados, o problema é que elas oscilam no quesito qualidade, em um momento nós temos fotografias lindas de cenas que precede a ação, no outro nós temos cena de suspense que parece uma tela escura, e quando acontece a ação, a tela ainda tá escura o suficiente para não enxergar nada, algo que interfere muito na experiência, porque foi na fotografia que o filme mapeou os maiores momentos em tela, a cor que estava em paralelo ao escuro foi a mão que nos guiou durante todo acontecimento em cena.

Anúncio

O Homem nas Trevas 2 adota da mesmice que havia nos conquistado e consegue agradar de novo, harmonizando ação, drama e terror, soube desenvolver personagens e trama de forma impecável. Não é o grande abuso de cenas escuras que estragará a experiência – e pode esperar que a trilogia virá como certeza e principalmente com mérito, pois se a fórmula está dando certo, não é agora que será modificada.

o homem nas trevas 2
Imagem Divulgação

Anúncio