Se existe um filme de terror que marcou uma geração foi Tubarão. Outros filmes ainda tentaram usar o mesmo gênero com a ideia parecida, e toda vez que é mostrado uma cena com o terror dos mares, não só é nítida a referência como ainda impacta da mesma forma que antes, afinal foi criado uma mitologia interna de que o tubarão é um assassino, sedento por sangue, o que é uma verdadeira mentira.

Medo Profundo é diferente de qualquer filme com tubarões, apesar de o terror tubarão ser o principal, o foco está em outro fator; o medo e a agonia da situação das protagonistas.

medo profundo
Medo Profundo (Pôster Divulgação)

Garotas em Férias

Duas garotas de férias, vivendo a vida louca e a pegação geral após término de namoro, e uma delas têm a ideia de mergulhar com tubarões com dois mexicanos que acabaram de conhecer em uma festa, que ideia.

Rumo em alto mar em um navio de carcaça enferrujada e caindo aos pedaços praticamente esfrega na cara o quanto isso vai dar errado, faz você se questionar o porquê delas ainda estarem ali.

A ideia é sensacional, a trama claramente mostra o terror de mergulhar com os tubarões, tudo dá errado e claramente o objetivo é sobreviver, sendo que o tubarão não aparece sempre, na verdade é bem apagado na história por causa da situação, uma gaiola perdida no oceano profundo, e o tubarão é o menor dos problemas.

Todo o pavor de estar preso no fundo do mar coloca na cabeça mil pensamentos que não fluem pela agonia de estar vivendo o que com certeza é um dos maiores pavores da humanidade.

Perigo em Alto Mar

Todo o alívio é colocado em sequência no início do filme sem dó, tanto que fica até chato e cansativo de assistir, parecendo um blockbuster ao estilo sessão da tarde, ou seja, bate até o sono, mas quando a cena light termina, você é jogado em alto mar, jogado de cabeça na trama e sente cada dor e sofrimento vivido pelas garotas, e as situações vão se complicando, como se todas as esperanças morressem uma por uma.

A trama de Medo Profundo te pega de surpresa em cada acontecimento, e não é com os sustos do tubarão, no meio disso o longa conta com situações previsíveis já vistas em muitos outros filmes de terror, mesmo sendo clichê aquelas situações de perigo, é difícil não saber o que irá acontecer – mesmo com a trilha funcionando perfeitamente, você é envolvido e sofre com cada acontecimento.

Experiência do Mar

Porém meros clichês e um momento monótono não estraga a experiência, qualquer um que assistir Medo Profundo, sentirá com certeza toda a agonia vivida em tela, mostrando também o mito que existe de tubarões serem assassinos, pois não existe nenhum caso.

Facilmente alguns sairão catatônicos e outros um pouco chocados, o filme cumprirá seu papel como mais um filme de terror de trazer medo e agonia.