Anúncio

Você gosta de futebol? E anime de futebol? Baseada em um mangá que vem sendo publicado na Weekly Shounen Magazine (Nanatsu no Taizai, Fairy Tail) desde 2013, Days é a mais nova série de esportes animada pelo estúdio do estúdio MAPPA (Zankyou no Terror, Punchline, Sakamichi no Apollon). E advinha qual é o esporte da vez? Futebol!

O que difere Days das demais séries de futebol? 

Aqui pelo Brasil já passaram algumas séries de futebol, como Captain Tsubasa (como Super Campeões) e Inazuma Eleven (como Super Onze), sem atingir um sucesso absurdo. Foram séries decentes, mas que realmente não tinham a caracterização, o carisma e a sentimentalidade que as séries de esporte atuais mais populares, como Haikyuu!! e Kuroko no Basket, tem. Days surge com a promessa de mudar isso.

days imagem 1
Days (Imagem Divulgação)

Com um visual muito digno e um primeiro episódio realmente emocionante, a menos que algo dê muito errado no meio do caminho, é possível que Days se torne um dos queridinhos da temporada. A história é a seguinte: em uma determinada escola chamada Seiseki existe um renomado clube de futebol. Um garoto, Tsukushi, acabou de ingressar no primeiro ano do ensino médio nessa escola. Ele é pequeno, frágil e “normalzinho”, e por isso sofre bullying e tem dificuldades para se enturmar. Um dia, um rapaz bonito o encontra sendo atacado, e resolve assustar seus bullies com uma arma, fingindo que é um andarilho. Tsukushi fica muito grato, e é claro que aceita quando o rapaz, chamado Jin, o convida para jogar uma partida de futsal, mesmo sendo uma completa negação em esportes.

E como ele sai dessa situação? Jin o aconselha “correr o quanto puder”, e é assim que com esforço, determinação e inteligência, Tsukushi acaba conseguindo até mesmo fazer um gol e ajudar sua equipe. No dia seguinte, os dois acabam se encontrando na escola e finalmente descobrem que são colegas de classe. Tsukushi resolve então acompanhar Jin até o clube de futebol… que, no fim das contas, é extremamente sério e exigente. Note que o primeiro episódio em nenhum momento fez questão de esfregar na nossa cara que esse clube é renomado; sabemos apenas que tem um estudante que atua como capitão e vai se tornar jogador profissional, e todos os estudantes estão muito sérios… Nós, juntos com Tsukushi, vamos sentindo a sua sensação de: “o-oh… isso aqui não vai ser moleza”.

Sem dar “spoilers” do fim do episódio 1, basta dizer que Days promete ser uma daquelas séries de esportes em que no começo o protagonista mal sabe o que é o esporte, e vai inspirando os outros – colegas e espectadores – com sua garra. Notem também que eu só escrevi metade do episódio aqui, porque o episódio tem muita informação, que, eu diria, é sempre apresentada com sucesso, de forma clara mas não é expositiva demais. Acabou sendo uma experiência bem envolvente, e me deixou com gostinho de “quero mais”, como qualquer bom anime de esportes.

Haikyuu + Baby Steps?

Se minha aposta inicial era de um novo Haikyuu, eu diria agora que Days promete mais ser uma mistura da energia de Haikyuu com a mensagem de superação e a doçura de um Baby Steps. Sendo honesta aqui, como a “fujoshi” local, eu devo dizer ainda que Days é tão “pacote completo” que tem até os elementos presentes nos melhores animes de esportes “fujobait”, como rostos enrubescidos e um tratamento carinhoso entre os protagonistas, que passam batido pelo espectador desavisado. No final, tivemos ainda os perfis dos personagens: como esperado, Jin é o “tipo B” mulherengo, e Tsukushi é o “tipo A” herbívoro. Os perfis chegam a ser engraçados, assim como os lances perna-de-pau do Tsukushi, e me fazem concluir que a série tem até um certo humor, ainda que não seja escrachado.

Anúncio

Não posso dizer que senti falta de alguma coisa nesse primeiro episódio. Talvez não seja uma série muito madura em termos de caracterização, mas ainda não dá para afirmar nada. A animação foi satisfatória, o character design é agradável, e até agora, Days é um anime de esportes que promete empolgar todas as tribos. Fica a expectativa de que nossas esperanças não acabem levando um 7×1!

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL

Anúncio