Activision é processada por plágio em Call of Duty

Anúncio

Activision é processada pelo diretor Clayton Haugen ao alegar plágio do uso sem autorização de uma de suas personagens no jogo Call of Duty: Modern Warfare.

Segundo Haugen, a Activision usou como base para a criação de “Mara” de Call of Duty, sua personagem “Cade Janus” criada em parceria com a atriz e streamer Alex Zedra para a gravação de November Renaissance, um pequeno filme do diretor.

No processo divulgado pelo Torrentfrek, Haugen apresenta diversas fotografias do ensaio com a Alex, e acrescenta a coincidência por parte da Activision em contratar a mesma atriz, os mesmos maquiadores e exigir os mesmos figurinos escolhidos por ele.

Haugen afirma que registrou os direitos sobre a personagem em 2013 e sobre as fotografias em 2020, e espera receber o ressarcimento pelos danos causados pela Activision, “incluindo os lucros tributáveis recebidos através da infração”.

Apesar desta acusação, a Activision ainda não se pronunciou sobre o caso e nenhum impedimento por parte da justiça foi realizado até o momento.

Anúncio
Anúncio