Navegando em um mar de produções hollywoodianas e cinebiografias, nos deparamos com um filme futebolístico, curioso ver dentro do cinema, mas magistral quanto ao seu conteúdo e história.

Para todos os corintianos do Brasil e do mundo, A História de um Sonho – Todas as casas do Timão mostra o gigante que é o Corinthians e suas inúmeras conquistas sem se quer ter um estádio próprio, o único clube do Brasil a ter mais taças levantadas dentro do estádio do seu próprio rival, o São Paulo, conquistar títulos em ambos os estádios do Rio Grande do Sul e pelo menos em cada estádio do Rio de Janeiro, tantas histórias contadas em um filme que os mais corintianos irão se emocionar e gritar mais alto o seu amor pelo Corinthians.

O Sofredor Torcedor

Daquele jeito que o corinthiano mais gosta, todos criticando, mídia contra eles, e a cada fracasso, uma enxurrada de memes e piadas zoando o Corinthians, tudo isso fazendo jus ao termo “contra tudo e contra todos”, esse filme só prova o uso dessa frase em prol Corinthians, de Morumbi à Fazendinha, do Beira Rio ao Maracanã, Corinthians provou que não é necessário um estádio próprio para grandes conquistas.

Porém, a torcida sempre se iludia em ter sua própria casa, e confirma o presidente Andrés Sanchez que foram dezessete maquetes para iniciar a construção de um estádio, isso antes da Arena Corinthians ser oficializada em Itaquera, vaquinhas entre a torcida e muitas outras coisas para que um dia o Corinthians tivesse uma casa para chamar de minha, isso não é só o torcedor em geral, corintianos como o pessoal do Canal Vilinha, Torcida da Curvinha, ex-jogadores como Basílio, Rivelino e Neto, todos eles que fizeram parte do Corinthians um dia em campo e hoje vibram fora dele, sabem o quão importante era ter um estádio, a nova geração não soube o que era um Morumbi dividido entre palmeirenses e corintianos, ganhar título dentro do Palestra Itália, calar Estádio Olímpico cheio de gremistas e Mineirão cheio de cruzeirenses, ser um andarilho do futebol brasileiro, ser zoado por não ter estádio, mas estar ganhando todas as taças possíveis, isso era um incômodo aos rivais e um deleite ao bando de loucos, sem dúvidas esse foi o ponto mais forte do filme que explica o nome do mesmo, todas as casas do Timão, pois muitas taças foram levantadas nelas.

Marcos do Corinthians

Diante disso, pode-se notar o divisor de águas nesse filme, não só visto em tela, mas comprovado em números dentro de campo, ele explora os marcos do Corinthians dentro de sua arena, a freguesia mantida do seus rivais, a pressão que é jogar em Itaquera e os títulos levantados, provando que a Arena Corinthians é um diferencial quando sua torcida lota as arquibancadas e cadeiras e cantam por um único amor.

Entretanto, a grande essência do filme não é a história do Corinthians e nem lembranças de seus títulos, matar a saudade ao assistir alguns ídolos em atividade e nem palavras dita de dirigentes e ex-jogadores, é o Corinthians que não tinha estádio, a ansiedade de todos os corintianos que ainda não estavam acreditando de que o estádio seria construído, torcedores chegaram a pedir um tijolo como recordação, montando sofás para assistir a construção e até a história do garoto que montou uma câmera em sua varanda, pois ficava de frente onde o estádio estava sendo construído, abrindo um canal e streamar unicamente a construção da Arena Corinthians, para os que são corintianos e não entenderam o que pra muitos rivais pareceu “exagero”, Corinthians não tinha estádio, não tinha libertadores, sofreu com eliminações vergonhas e ainda foi rebaixado, tudo isso foi um prato cheio para zoação e piadas vindas de todos os cantos, e aos poucos tudo isso foi superado, com a conquista da libertadores, o bi-mundial e a finalização do estádio, conseguindo matérias em Forbes como o time mais europeu fora da Europa, e um exemplo a ser seguido, grandes marcas fora de campo que foram só confirmando, o fim da zoação e fixando o time da favela como um dos mais fortes e vitoriosos do país.

Presente aos corintianos

A história de um sonho – Todas as casas do Timão é um presente de corintianos para corintianos, uma aula para os mais jovens que estão entendendo o que é o Corinthians, para os mais velhos apenas sobram lágrimas de felicidade por tudo que foi passado, conquistado e engrandecido ao decorrer dos anos, ainda mais essa mística e sentimento que é além de torcer, é viver seja dentro ou fora dos estádios, cantar mais alto na derrota, gritar seu amor na queda e vibrar por cada carrinho, chutão ou gol feio que é marcado em cada estádio desse país, jogando bonito ou feio, com ou sem grandes jogadores, isso é Corinthians.

REVIEW
A História de Um Sonho – Todas as casas do Timão
Artigo anteriorComo seria Shingeki no Kyojin versão Hollywood?
Próximo artigoAkira | Live-action começa as gravações em agosto
Baraldi
Editor, escritor, gamer e cinéfilo, aquele que troca sombra e água fresca por Netflix e x-burger. De boísta total sobre filmes e quadrinhos, pois nerd que é nerd, não recusa filme ruim. Vida longa e próspera e que a força esteja com vocês.