Anúncio

Também conhecido como Seiken Tsukai no Kinju Eishou, este foi um dos animes mais populares do começo do ano, e resolvi dar uma bizoiada para ver qual é que era a dele. A animação feita pelo estúdio Diomedéa – que trabalhou recentemente com Kantai Collection – entregou um bom primeiro episódio, adaptado das light novel de Akamitsu Awamura.

Para a galera que acompanhou Absolute Duo e quer MAIS UM do mesmo “estilinho“, pode encarar Seiken Tsukai no World Break sem bronca, pois pode-se considerar bem próximos no quesito “escolar + sobrenatural”.

Vidas Passadas

A história do anime é mais ou menos a seguinte: Uma escola – Akane – reúne pessoas/alunos do mundo todo que despertaram algum tipo de memória da vida passada. Com isso, estas pessoas começam a utilizar uma espécie de poder latente de seu corpo, podendo com isso virar Saviors. Estes, são treinados na arte da luta e magia, dividindo em dois tipos de poderes: Purana e Mana.

Nesta escola, temos o aluno Moroha, que ao contrário da maioria – ou se não todos ali estudantes – recorda-se de VÁRIAS vidas passadas, o que acaba lhe dando vantagem em seu treinamento e luta. Como de praxe de um anime de contexto harem/ecchi, o protagonismo é bem fraco e morno, pelo menos neste episódio e o que dá mais dinâmica para os fatos acontecerem é com a incansável e energética Satsuki Ranjou, que acaba se identificando com Moroha, pois ela acredita que foi sua irmã.

O que esperar?

A proposta de Seiken Tsukai no World Break é bem interessante e se tomarmos como referência este primeiro episódio, teremos uma trama repleta de ação escolar. Para a galera que espera contar mais com cenas ecchi, não há nada que atrapalhe na trama ou mesmo não tem cenas tão quentes; Sinceramente, não consideraria um anime no contexto ecchi – pelo menos por enquanto.

Se você ainda não viu nenhum anime “escolar-genérico-sobrenatural” desta primeira temporada do ano, e for escolher entre ele e Absolute Duo, recomendamos World Break! 😀

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL