Anúncio

Marcando a retomada dos eventos no Rio de Janeiro, a Bienal do Livro tomou conta do Rio Centro na sua vigésima edição e contou com painéis presenciais e virtuais, uma capacidade de público reduzida e medidas de restrição contra a Covid-19. O evento ocorreu entre os dias 3 e 12 de dezembro, com 42 painéis, 85 editoras e cerca de 250 mil visitantes.

Fotos por @fotobelga e @giucordeirofotos

Um Evento Menor e Mais Seguro

Com uma proposta de atrair o público com segurança, a Bienal apresentou menos livrarias e editoras, corredores mais largos e diminuiu pela metade a capacidade de visitação. Enquanto isso, cumpria com os protocolos contra a Covid-19, incluindo o acesso apenas para maiores de 12 anos com comprovante de vacinação, uso obrigatório de máscaras, dois turnos de visitação e totens com álcool em gel espalhados pelo local.

Apesar disso, o evento não estava vazio, ainda havia filas para entrar na feira, nas maiores editoras e para pegar autógrafos. Estandes maiores como da Submarino e Intrínseca, também tinham filas razoavelmente grandes para poder entrar. Além disso, a Bienal expandiu a praça de alimentação nas áreas cobertas e ao ar livre, com mais opções e muito mais assentos que nas edições anteriores.

bienal do livro rio 2021
Foto: @sucodm / @giucordeirofotos

Destaques

Um dos grandes destaques da Bienal foi o Boulevard Literário que voltou ainda maior depois do sucesso de 2019, contando com 18 módulos. Além disso, ainda teve livros de editoras como Pixel, HarperCollins, Ediouro e Astral Cultural, com a curadoria das livrarias Leonardo Da Vinci e Janela.

O evento também foi marcado pela presença virtual de autores internacionais como Junji Ito (Tomie), Julia Quinn (Os Bridgertons), Mariana Enriquez (Nossa Parte de Noite), Matt Ruff (Lovecraft Country) e Josh Malerman (Bird Box). É claro, ainda participaram autores nacionais como Karen Soarele (lançando A Deusa no Labirinto) e Thalita Rebouças (Fala Sério, mãe!), bem como artistas como Lulu Santos (que lançou seu livro “Lulu em Traço e Verso”), Fábio Porchat, Felipe Neto e Whindersson Nunes.

Anúncio

Ainda, a Bienal contou com vários cenários dignos de Instagram, como o letreiro #BIENAL DO LIVRO localizado bem na entrada do evento e o Espaço Metamorfoses para crianças. Diversos estandes também prepararam cenários para que os leitores pudessem compartilhar sua paixão pelos livros, como a Intrínseca, Submarino, Skoob, Editora Gente e OLX.

bienal do livro rio 2021
Foto: @sucodm / @fotobelga

Perfil de Livros e Visitantes

Frequento a Bienal do Livro há muitos anos e foi a primeira vez que observei uma variedade tão grande de livros na área de ficção. A distribuição de gêneros literários estava bem equilibrada, incluindo não só mangás (como a Comix e Panini), mas também HQs, o que foi uma grata surpresa.

Além disso, muitos livros estavam com preços muito bons, desde modestos R$5 para livros mais antigos, de sebo e infantis, até a casa dos R$30 e R$40 para os títulos mais novos e famosos. Claro, havia exceções de edições especiais, mas no geral os valores estavam justos, tanto que vi muitas pessoas carregando sacolas de várias editoras ou vários livros de perfil variado.

Um ponto que também foi interessante foi ver pessoas de todas as idades e perfis comprando tantos livros variados, desde gêneros de romance a true crime, negócios e bem estar. Foi fascinante notar como mesmo os mais jovens das escolas visitando se interessavam muito pelos livros que falavam sobre aperfeiçoamento pessoal e organização financeira. Claro, não faltou o perfil de pessoas que levam listas enormes de livros para comprar e suas malas para poder levar tantos livros para casa. De acordo com dados divulgados pelo evento, a média foi de 8 livros comprados por pessoa.

Apesar de não ter contado com os 3 pavilhões que sempre ocupa no Rio Centro e a ausência de estandes clássicos de editoras e livrarias, bem como de editoras com perfil mais acadêmico e de não-ficção, o evento superou as expectativas dos expositores e visitantes. Além disso, a Bienal foi bem organizada e cumpriu com sua proposta de um evento menor, mas mais seguro.

bienal do livro rio 2021
Foto: @sucodm / @giucordeirofotos

ÁLBUM DE FOTOS (GIULIA) – DRIVE

ÁLBUM DE FOTOS (GIULIA) – FACEBOOK

ÁLBUM DE FOTOS (BELGA ) – DRIVE

ÁLBUM DE FOTOS (BELGA) – FACEBOOK

Anúncio