bts alistamente militar
Imagem Divulgação.
Anúncio

Com a popularidade e a fama crescente, o BTS conseguiu feitos antes nunca conquistados no mundo do K-Pop. Estes vão desde discursos para chefes de Estados, até mesmo a uma mudança na lei coreana, que permite que idols atrasem o alistamento militar obrigatório.

Em relatório divulgado no dia 21 de Abril, pela Leading Investiment & Securites sobre a HYBE, o analista Yoo Sung Man escreveu:

Prevê-se que os membros do BTS se alistarão nas forças armadas simultaneamente antes de meados de 2022. Considerando o efeito do conteúdo que será pré-produzido antes do alistamento, o período de inatividade será em torno de um ano.

Como o relatório tem um caráter estratégico que parte de uma análise, isso não significa que, de fato, a decisão foi tomada. Portanto, após a divulgação do mesmo, uma fonte de dentro da Big Hit disse para a Xportnews:

Nós não temos nada a dizer além do que os artistas já compartilharam com vocês.

Mesmo que de forma inconclusiva e misteriosa, há a expectativa para que os integrantes realmente se alistem de uma só vez. Isso porque, se o BTS se mostrar elegível para a lei citada anteriormente, o que é muito provável que aconteça, Jin, que é integrante mais velho do grupo, poderá adiar o alistamento para até o final de 2022; O que tornaria a estratégia possível.

Anúncio

“LEI BTS”

Em Dezembro de 2020, o Ministério da Defesa Nacional promulgou uma emenda à lei do serviço militar obrigatório para homens coreanos, que torna os indivíduos de destaque, que trabalham no entretenimento e na indústria das artes, que têm relevância para a imagem do país, aptos para adiar o alistamento militar. Atualmente, o período de serviço dos militares é de um ano a seis meses.

Anúncio