Anúncio

Hoje é dia de falar de um grupo de K-POP que conheço há anos, que só agora está para desembarcar no Brasil e que tem tudo para conquistar ainda mais fãs brasileiros: o BP Rania, um girlgroup que usa e abusa de muita sensualidade.

Debut Polêmico

O grupo debutou como Rania no dia 06 de Abril de 2011, com sete integrantes e a produção de Teddy Riley, compositor e produtor americano que já trabalhou com nomes como Usher e Michael Jackson, e que vive envolvido em produções de k-pop também.

A música escolhida para a estreia também deu título para o primeiro álbum do Rania. Dr Feel Good era pra ter sido de Lady Gaga, mas acabou sendo escolhido como o single de debut. E a coreografia somada ao figurino e a letra da música, ao mesmo tempo que chamou a atenção para o grupo rapidamente, gerou polêmica com alguns telespectadores coreanos que consideraram o grupo inapropriado para as aparições nos programas de TV.

A coreografia foi alterada para evitar mais comentários negativos, mas a original ainda pode ser vista no MV:

Mudanças e Mais Mudanças

Quase todos os grupos de k-pop que já trouxemos no Suco Apresenta passou por alguma mudança no quadro de integrantes. Mas o Rania bateu o record e, se eu fosse detalhar todas aqui o texto ficaria enorme e perderia o foco.

O importante a saber é que Teddy Riley abandonou o grupo depois do segundo single por divergências com a empresa responsável pelas meninas, a DR Music. E que ao longo desses 7 anos de carreira, muitas integrantes entraram e saíram do grupo de modo que ele se renovou completamente.

Ao trocar todas as integrantes o grupo alterou o nome para o atual BP Rania, que é um acrônimo para Black Pearl Regeneration Idol of Asia, que simboliza a nova geração e o aspecto único do grupo no mundo do k-pop. E a formação atual é de 5 integrantes: Yumin, Jieun, Ttabo, Zi.U, e Hyeme.

Integrante Polêmica

No meio dessas mudanças o Rania revolucionou o k-pop ao ter a primeira integrante afrodescendente em um grupo do país. Alex, era uma rapper americana e a notícia de sua entrada colocou o grupo em evidência novamente, após uma fase meio ruim.

A notícia foi muito bem recebida pelos fãs estrangeiros. Quem não é descendente de asiáticos e não tem olhos puxados pela primeira vez sentiu uma esperança de que o sonho de entrar para um grupo de k-pop não é totalmente impossível.

No entanto, o público coreano pode ser bastante complicado. O grupo começou a receber diversas mensagens racistas em suas redes sociais, ao mesmo tempo que os fãs começaram a reclamar que Alex mal aparecia nas apresentações. E a rapper acabou deixando o grupo.

A DR Music nega que o racismo tenha sido o motivo, mas com tantas críticas, a dúvida sempre ficará no ar.

A Caminho do Brasil

Polêmicas a parte, o Rania é um grupo que sempre recebeu um carinho grande do público brasileiro. É bem comum ver coreografias das meninas nos concursos de covers pelo Brasil e em Julho elas estão vindo para cá.

Elas são uma das várias atrações confirmadas para o World Por Festival em São Paulo e lá os fãs poderão interagir com as integrantes através de eventos como o Hihug, Fansign e Meet and Greet. Fora a apresentação do grupo em si.

Detalhes do evento e link para a compra dos ingressos vocês encontram abaixo:

WORLD POP FESTIVAL

CLUBE DO INGRESSO

Enquanto vocês se preparam para ver o BP Rania de pertinho, eu me despeço com mais uma música para vocês.