Anúncio

Depois do primeiro artigo e do Primeiro Mês com as expectativas da temporada, vamos nos atualizar no que anda rolando antes de sair os REVIEWs da Temporada de Verão 2020 em mais um Termômetro!

Como funciona? Cabe ao redator dar suas opiniões em apenas um (1) parágrafo do anime que esteja assistindo (ou mesmo dropado). Muitos deles estão disponíveis na Crunchyroll e colocamos um link logo abaixo para você já assistir – caso tenha estreado.

Ahiru no Sora

Baraldi: Pela luta de manter o time unido, Sora e sua equipe buscam aquilo que todos os outro times do colegial sonham, uma vaga e, claro, o título do campeonato juvenil entre escolas, mesmo com grande polêmica entre autor e estúdio, Ahiru no Sora te conquista pela trama e densidade dos personagens, te emocionando a cada episódio.

Sinopse: Ele pode não ser tão alto, mas Sora Kurumatani voa na quadra de basquete! Herdando de sua mãe a paixão pelo esporte, Sora jura para si mesmo que vai alcançar o topo do pódio no torneio de basquete colegial… Se não fosse por um problema: o clube de basquete de seu colégio se tornou um antro de delinquentes! Será que a tenacidade e as cestas de três pontos do Sora vão conseguir convencê-los a botar o clube na linha?

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL


Deca-Dence

Gonzaga: No decorrer da temporada, Deca-Dence abriu as portas para diversas interpretações e meus queridos leitores, essa virada de mesa foi fantástica. Os momentos de tensão e drama foram bem trabalhados dentro da narrativa que não só a personagem Natsume fica chocada, mas você também.

Sinopse: Faz muito tempo que a humanidade quase que chegou à extinção devido ao aparecimento repentino das criaturas desconhecidas chamadas de Gadoll. O povo humano sobrevivente vive agora em uma enorme fortaleza móvel de 3.000 metros de altura chamada Deca-Dence, onde passaram a construir uma vida segura e longe dos Gadoll. Em Deca-Dence existem aqueles que são chamados de Gears, guerreiros que lutam contra os Gadoll, e os Tankers, pessoas sem habilidades de combate. No entanto a jovem Tanker chamada Natsume decide arriscar tudo para realizar seu sonho de se tornar uma Gear. Ela conhece então Kaburagi, um artesão e reparador de armamentos de Deca-Dence. De um lado ma garota positiva que nunca desiste e do outro um homem realista que já desistiu de seu sonho. À primeira vista, o encontro entre essas duas pessoas abalará significativamente o futuro do mundo.

Diary of Our Days at the Breakwater

Baraldi: Um anime pode trazer muitos arcos interessantes dentro do esporte, não é isso que se espera de um anime de pesca, mesmo assim a extrema simplicidade dele te conforta como um calor quentinho de mãe e te diverte feito um rolê entre amigos, não parece nada demais, isso é o que você fala enquanto está assistindo ele.

Eriki: Pesca não é bagunça minha gente. Tem jeito, tem manha. Houkago Teibou Nisshi tem entregado muito mais do que apenas garotas fofas num clube de pesca (spoiler alert: nunca é só sobre garotas fofas fazendo coisas fofas). O anime chegou a impressionar com uma eventual mensagem ambiental e ainda te ensinar a flutuar na água de um jeito ridiculamente simples. E um viva à professora cervejeira; afinal, profissional de educação também é gente!

Sinopse: Hina Tsurugi é uma jovem aluna do primeiro ano de uma escola do litoral que tem como hobby o artesanato. Enquanto caminha por um aterro, a jovem conhece a veterana Kuroiwa, a qual a convida para o misterioso “Embankment Club”.

Fire Force

Baraldi: A mesma party de um RPG trabalha em contextos diferentes, contudo baseia-se na mesma ideia de mundo medieval, os bombeiros de fire force prometem o contrário do que deveria fazer um bombeiro e vão queimar tudo na segunda temporada.

Sinopse: O enredo do anime de Fire Force passa-se em um mundo onde brigadas de incêndio especiais (conhecidas como Companhias Especiais) estão lutando contra uma série de acidentes chamados de combustão espontânea que vem atingindo os humanos e os transformando em “demônios” conhecidos como Infernais.

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL


The Millionaire Detective Balance: Unlimited

Eriki: Fugou Keiji soube balancear muito bem uma porção de seus episódios para apresentar seus personagens e uma porção generosa na reta final dedicada a um mistério cheio de tensão e excelente de se assistir. Continua sendo criminosamente ignorado.

Sinopse: A história segue o incrivelmente rico Daisuke Kanbe, que resolve audaciosamente os casos de maneiras não convencionais. Enquanto Tsutsui serializou o romance original se passa entre 1975 a 1977, o anime mudou o cenário para os dias modernos.

Gibiate

Eriki: Sinceramente, eu não sei mais qual é a de Gibiate. É coisa de se perguntar mesmo à produção, aos idealizadores do projeto (projeto esse que foi divulgado à exaustão). É uma homenagem a filmes/animes velhos? É uma coisa experimental que estou incapaz de compreender? Só sei que esse é apenas um de vários shows que continuo a assistir para que continuemos o que começamos no Gole Otaku. Vale a pena vocês darem uma força e passar lá às terças pra nos acompanhar depois dessa, não vale?

Sinopse: Japão, 2030. Um vírus chamado Gibia infectou humanos do mundo todo. Os infectados tornam-se diferentes tipos de monstro, dependendo da idade, sexo e raça. De repente, um samurai e ninja aparecem no Japão devastado pela doença. Vindos do começo da era Edo, eles lutam juntos, contando com a ajuda de uma médica para encontrar uma cura para o Gibia. Enfrentando incessantes ataques dos infectados, e dos foras-da-lei famintos, eles embarcam numa perigosa jornada.

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL


Monster Girl Doctor

Leia também: Monster Girl Doctor | Primeiro Gole

Baraldi: A guerra entre humanos e monstros acabou, ambos vivem em harmonia nesse isekai, e no pós guerra que um doutor humano será responsável por tratar todos os ferimentos de inúmeras espécies que caminham por esse mundo, seja elas físicas ou emocionais.

Eriki: Não escondo, que anime ridículo de engraçado! É, ele me faz rir com as situações ridículas que nosso pobre doutor continuamente molestado por garotas-monstro tem de aturar enquanto exerce sua profissão seriamente. Sim, eu sinto uma vergonha alheia enorme dos gemidão (do zap?) a qualquer toque clínico, mas no final das contas eu acho toda a experiência divertida. E infelizmente a lâmia tem excelente waifu material.

Gonzaga: Eu confesso que fiquei esperando pelo episódio O Colapso do Dragão em que o Dr. Glenn Litbeit e a lâmia Saphentite Neikes examinam a Lady Skadi Dragenfelt. A pessoa que me fez assistir Monster Girl Doctor perde a paciência quando comento sobre a animação.

Sinopse: Na cidade de Lindworm, onde coabitam humanos e monstros, um jovem doutor chamado Glenn inicia outro dia de perigosas consultas médicas. Seja examinando as guelras de uma sereia, ajudando uma harpia a botar ovos ou apalpando as escamas de uma dragoa, Glenn faz de tudo para ajudar garotas das mais variadas aparências e formas. Esta clínica está aberta 24 horas para tratar de garotas monstro como você nunca viu!

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL


Mr Love: Queen’s Choice

Leia também: Mr Love: Queen’s Choice | Primeiro Gole

Doka: Vindo sem causar alarde, uma das produções dos estúdios Mappa, o anime de Mr. Love continua me prendendo na trama. Como uma fã recente do game (devido ao hype pelo anime) eu estou gostando demais da animação, que tem feito um bom trabalho no gênero de harém invertido/otome game. Também dou os créditos por conseguirem traduzir uma história tão confusa de uma maneira muito mais simples para o entendimento daqueles que não conhecem o jogo. Após o último episódio, nós estamos de fato partindo para um final de trama, e estou muito curiosa em saber como eles vão finalizar o anime, se com um final original ou então deixando em aberto (tendo em vista que o jogo é gigantesco e não tem fim ainda).

Sinopse: “Para continuar no mesmo lugar, você tem que correr o máximo que puder.” Quando meu pai faleceu, eu assumi seu posto como presidente da Miracle Entertainment, uma produtora de vídeo que produz o programa de TV “”Encontrei um Milagre!””. Foi então que conheci quatro Evolvers, de diferentes passados e personalidades. Simon é um gênio da ciência; Kira, um artista no topo das paradas; Haku, um policial que enfrenta crimes envolvendo Evolvers; e Zen, CEO do Grupo Huarai, nossos patrocinadores. Com isso, acabei me envolvendo numa enorme conspiração secreta que está por trás da morte do meu pai.

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL


No Guns Life 2

Eriki: A segunda temporada caminha para a reta final dando indícios nítidos que haverá uma terceira. Pois a história está sendo desenvolvida a passos minúsculos, mas não sem propósito. Para a dimensão de seu universo distópico, o mundo de Juuzo precisa de uma construção à altura, o que está rolando muito bem em meio a ótimas cenas de ação. Ah, e tivemos o discurso de herói shounen motivacional da temporada. Não é minha praia, mas sei que tem quem goste, então vão fundo.

Baraldi: O universo cyberpunk sempre terá uma nova história para contar nessa distopia apaixonante e romantizada, história essa que já está na segunda temporada, de tantas próteses metálicas do universo cyberpunk, um investigador com cabeça de revólver é sem dúvida o melhor deles, se só isso já parece maravilhoso, a trama policial em meio ao mundo decadente te enche de emoção por uma grande história.

Sinopse: Uma breve sinopse: No Guns Life conta a história de Inui Juuzou um ex-soldado que foi transformado em arma biológica para lutar na grande guerra. O anime segue a vida do Juuzou enquanto ele trabalha como um detetive, especializado em lidar com casos envolvendo ciborgues.

Rent A Girlfriend

Leia também: Rent a Girlfriend | Primeiro Gole

Gonzaga: Por mais que a gente pense que o Kazuya é um estruminho, no fundo ele é um garoto bom, mas tem horas que a paciência torra. Cheio de revelações, Rent-a-Girlfriend continua trazendo episódios interessantes e engraçados em suas situações com introdução de novas personagens e muita, mas muita situação vergonhosa.

Eriki: Dor… dor define a experiência de assistir a tanto personagem enrolado e sem iniciativa nenhuma. Talvez a Ruka tenha dado uma aliviada por ela mesma, apesar de outra doidinha das ideias, mostrar umas verdades na cara do Kazuya e da Chizuru, que só parece ser uma pessoa madura e bem-resolvida, mas é outra tão enrolada quanto, só que com boas intenções. Eu teria dropado esse show de horrores pra ontem, mas não vou deixar vocês sofrendo sozinho. Por isso também estamos como ele na mão de começo a fim no Gole Otaku.

Sinopse: Abandonado por sua namorada, Kazuya Kinoshita, um estudante emocionalmente abalado, tenta apaziguar o vazio em seu coração através de uma namorada alugada de um aplicativo móvel. … Incapaz de dizer a verdade, Kazuya e Chizuru são forçados a um relacionamento falso – agindo como se fossem verdadeiros namorados.

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL


ReZero: 2nd Season

Gonzaga: Algum dia quando eu tiver mais leitura e estudo, farei uma analise da narrativa de Re:Zero por que o que me chama a atenção na obra como um todo é a criatividade em aliar forma e conteúdo. Desde o primeiro episódio, passando por Amo Amo, Amo, Amo, Amo, Amo Você até o Eu conheço o Inferno, a adaptação conseguiu suprir minhas expectativas quanto as surpresas.

Eriki: Única coisa originalmente desta temporada (sem contar as repescagens da pandemia) que está me prendendo ansioso a cada episódio! Parece que a temporada vai terminar no mesmo loop onde ela começou, pooooorém, a história está finalmente caminhando e andando! Dizem as más línguas leitoras de novel que é agora que a história vai decolar, Deus queira!!!

Sinopse: Re:Zero acompanha Subaru Natsuki, um adolescente comum que subitamente se vê transportado para um outro mundo. Indiferente a esse incidente incomum, o garoto acaba acidentalmente cruzando o caminho de uma meia-elfa que teve um importante pertence roubado.

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL


The God of High School

Leia também: The God of High School | Primeiro Gole

Baraldi: Provável a se tornar o anime mais pop entre os otakus a nível Boku no Hero, Naruto e DBZ, God of High School trabalha todos os elementos para que o público shounen se empolgue com cada cena de luta, não só com o épico trabalho dos traços, facilmente é aquele que pode ser chamado de Anime do Ano.

Gonzaga: TGOH se reergueu e provavelmente ninguém mais vai lembrar ou dar atenção para o que rolou com a adaptação. O padrão das lutas é o que sempre me impressionou em TOGH e a animação dos elementos do charyeok – que pra mim não era uma novidade – ficaram sensacionais. Eu não posso deixar de comentar que a voz do seiyuu Kenjirou Tsuda casou muito bem com o personagem Jegal Taek.

Eriki: Tendo a concordar com algumas bocas nisso: GOH tem uma das animações de luta mais impressionantes, mas com uma das histórias mais… whatever que tem. Alguns dizem que a culpa é da adaptação apressada da webnovel. Não me levem a mal, tô adorando as lutas cada vez mais overpower a cada episódio. Mas é que… que coisa esquisita um anime fazer sucesso apenas à base de animação, não? Realmente, parece que a gente só quer ver umas lutas brabas e é isso. O resto é resto.

Doka: Com a previsão de que a primeira temporada de TGOH termine no episódio 13, nós finalmente estamos chegando ao desfecho final desse anime que veio com tudo para ganhar meu coração na temporada. Com um começo muito forte, depois uma esfriada, os últimos episódios voltaram a esquentar com batalhas intensas agora recheadas do que é o grande tempero da série, os “poderes emprestados por Deus”. O episódio 10 era o que estávamos esperando a muito tempo e sinto que esse final será daqueles que fazem com que a gente grite por uma continuação.

Sinopse: O God of High School é sobre um artista marcial de 17 anos de idade de Seul , Coréia do Sul . No início do webtoon, Jin Mo-Ri está no meio de uma briga que proclama ser o melhor lutador. Um homem de cabelos loiros em um terno, em seguida, aparece e convida-o para um evento de artes marciais chamado “The God of High School”. Mo-Ri só concorda em lutar quando o homem loiro bate em um soco.

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL


The Misfit of Demon King Academy

Leia também: The Misfit of Demon King Academy | Primeiro Gole

Gonzaga: Vocês se lembram de quando eu comentei sobre os episódios de Demon King Academy serem muito fluídos? O que de alguma forma passava aquela sensação de: Eita! Eu vou ter que ver de novo. Os episódios mais recentes que trouxeram um mini arco sobre os progenitores do herói não passaram essa sensação e eu tenho que dizer a luta do Anos versus os dois progenitores do herói foi de tirar o folego.

Eriki: Demon King Academy não troca o disco. A parte de ter um protagonista todo-poderoso até deu para engolir, o anime abriu uma oportunidade de contar uma história intrigante com isso. Mas essa oportunidade foi perdida e no lugar disso a história vem reforçando o conflito “nobreza x comuns” a ponto de soar panfletário. No primeiro episódio isso já tinha ficado bem claro (e interessante). Na professora, okay ela pode ter merecido, mas qual a relevância disso para o anime? Parece que esse último arco na Academia dos Heróis vai repetir a mesma fórmula…

Sinopse: Anoth, o rei demônio da Tyranny, derrotou humanos, espíritos e deuses. Mas até reis demônios se cansam de toda a briga às vezes! Na esperança de uma vida mais pacífica, Anoth decide se reencarnar. Quando ele acorda dois mil anos depois, porém, ele acha que o mundo se tornou pacífico demais – seus descendentes ficaram fracos e a magia está em grande declínio. Com a intenção de recuperar seu lugar de direito, ele se matricula na Academia Demon King, onde descobre que seu poder mágico está fora de cogitação. Literalmente. E como eles não podem medir seu poder, os professores e outros alunos consideram Anoth um desajustado. Com o apoio de Misha, a única aluna com quem ele consegue fazer amizade, o desajustado (Rei Demônio) começa a subir nos rankings demoníacos!

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL


UZAKI CHAN WANTS TO PLAY

Leia também: Uzaki-chan Wants to Hang Out! | Primeiro Gole

Gonzaga: E mais uma animação que caiu nas graças da famosa polêmica. Pois bem, isso não me fez parar de ver Uzaki-chan. A animação trouxe um episódio reconfortante com vários pontos turísticos do Japão e muitas, mas muitas referências a outras animações como Meitantei Conan e GeGeGe no Kitaro. A comédia e o romance ainda mantém o mesmo equilíbrio citado no Termômetro passado.

Eriki: Uzaki-chan tá na corda bamba entre o slice-of-life e a comédia romântica. Ele consegue ser um pouco de cada sem ser nenhum dos dois ao mesmo tempo. Isso faz com que alguém que sofre certa indigestão no estômago com romances (olá, euzinho) consiga aproveitar esse show surpreendentemente bem. Uzaki e Sakurai são dois pombinhos apaixonados bem introvertidos, mas são também amigos divertidíssimos de se acompanhar. Ah é, e tivemos recentemente a aparição da Tsuki Uzaki, mãe (carente) da Hana, dublada pela Hayami Saori. Eu tinha que frisar esse detalhe. Voz de anjo merece toda a atenção do mundo.

Sinopse: O único desejo de Sakurai Shinichi é um pouco de paz e sossego. Mas Uzaki Hana – seu subalterno barulhento e bem dotado – tem outros planos.