Hinomaruzumou ou Hinomaru Sumo é um anime da Temporada de Outono 2018. O primeiro episódio foi ao ar no dia 05 de outubro e se encontra completo na Crunchyroll com 24 episódios.

O estúdio Gonzo, por mais que tenha esse nome pouco marcante, é responsável pela adaptação de várias obras como Hellsing, NHK ni Youkoso, Rosario to Vampire, Fullmetal Panic e muitos outros animes conhecidos. O diretor, Uda Kounosuke, dirigiu outros animes como Days, Lovely Complex, e One Piece.

O anime é baseado em um mangá homônimo, publicado pela Shounen Jump (Weekly). O autor é o Kawada, que não possui outras obras. O mangá é publicado desde 2014 e ainda está em andamento.

Em busca do profissionalismo!

Hinomaru Sumo conta a história de um menino baixinho, Hinomaru Ushio, que quer ser lutador profissional de sumô. Sua altura não é adequada para participar de campeonatos profissionais, muito menos seu peso, mas nem assim ele desiste. Afinal, o sumô não tem restrição de corpo e categorias de peso, então ele pode participar sem medo. Chegou a participar de alguns campeonatos quando criança, mas preferiu treinar sozinho quando cresceu.

Quando vai entrar no colegial, acaba se perdendo e vai parar na escola do Ozeki Shinya, um garoto que também ama sumô. Hinomaru e Ozeki se tornam amigos, e o garoto da outra escola conta que a sala do clube de sumô foi tomada por delinquentes. Hinomaru, muito prestativo, vai até lá e consegue afastar os delinquentes.

Como Hinomaru viu que Ozeki ama sumô tanto quanto ele, decide mudar para a mesma escola de seu novo amigo, e entrar para seu clube. A história segue a partir desse ponto.
Hinomaru Sumo é aquela história típica, onde o protagonista quer algo, mas tem mais dificuldade que os demais para conseguir. E quando conseguir no final, todos o admirarão por ter superado os grandes obstáculos. É a história feita para o público se identificar. “Se ele conseguiu, então eu também posso”.

Nada contra esse jeito de contar histórias, afinal, há um bilhão de histórias assim no mundo do entretenimento. Mas é exatamente por isso que pode ser um problema. Algo muito comum que já foi visto muitas vezes pode cansar.

O protagonista mesmo, parece uma mistura de vários protagonistas que já vimos antes. O mesmo sorriso, mesmo senso de humor, mesmo texto motivacional. É fácil de se identificar, mas é cansativo. É aquele cara que ninguém dá nada, mas é super forte e talentoso. E como eu disse no Primeiro Gole, tem a síndrome do salvador dos mais fracos.

hinomaru sumo
Hinomaru Sumo (Pôster Divulgação)

Fora dos padrões

O anime não segue um clichê de animes de esporte e sim de animes shounen em geral (afinal, está na Shounen Jump), que possuem a mesma fórmula para impressionar crianças e adolescentes e fazê-los comprar a história.

Mas Hinomaru Sumo também tem seus pontos positivos. A maioria esmagadora de episódios é agitada, com coisas acontecendo o tempo todo, sempre te deixando empolgado. O ritmo se mantém estável do começo ao fim, e no último episódio dá uma elevada, como normalmente é feito.

Os personagens dão uma evoluída ao longo dos episódios, mas sinto que alguns ficaram para trás, sem muito destaque. O anime faz aquele mesmo esquema que animes como Haikyuu fizeram, de tornar os adversários mais humanos, mais próximos do público, mostrando o lado deles e suas paixões pelo esporte. O que é um baita ponto positivo.

Falando em amor por esporte, Hinomaru Sumo é baseado inteiramente nisso. Os personagens realmente amam o que praticam. Nos torneios, em cada disputa amadora e de treinamento, sempre se divertem e sorriem porque é aquilo que eles querem fazer pelo resto da vida. Até mesmo os personagens que começaram a praticar depois pegaram esse amor pelo sumô, contagiados pelos colegas que já amavam há muito tempo. Isso é muito legal, mostrar esse amor todo e essa vontade de evoluir cada vez mais no esporte.

Desmistificando o sumô

O sumô é algo tão distante de nós. Sabemos o que é, mas mal conhecemos. Já ouvi milhares de piadas relacionadas ao esporte, e muitas dessas pessoas que fizeram isso nem tinham o interesse de conhecer melhor o sumô. Acredito que todo esporte merece seu respeito, e o anime mostra exatamente isso. É um esporte como qualquer outro, crianças querem praticar, é tão divertido e competitivo como os outros. Então merece seu lugar no mundo.

A animação do anime é muito bonita, com destaque para o último episódio que impressionou com a qualidade. Se manteve constante nos episódios, mal havendo quedas.
Agora, um ponto mega positivo do anime, são as aberturas e encerramentos. É uma música melhor que a outra. Mas vamos começar pelas aberturas.

“FIRE GROUND”, pela Official HIGE DANdism, foi a primeira abertura do anime. É uma música forte e empolgante. Tem muita presença e combina muito com o tema do anime. A segunda abertura, “Be the NAKED” do grupo Lead, é tão forte quanto a primeira, e não fica para trás. O começo já te deixa naquele pique para assistir o episódio.

Mas o destaque vai mesmo para o primeiro encerramento, “Hiizuru Basho” da banda Omedetai Atama de Naniyor. É um dos encerramentos com mais força que já vi. Faz você continuar no pique do episódio mesmo quando acaba. Já o segundo encerramento tem mais a vibe que normalmente eles possuem. “Sakura Sake”, da dupla Yoshida Yamada, é mais lenta, mas é muito bonita.

Hinomaru Sumo tem seus pontos altos e baixos, mas é um bom anime no final das contas. Apesar de eu ter falado que era mais do mesmo, me surpreendeu no final, se mostrando um anime divertido de assistir. Acredito que vá agradar principalmente os amantes de shounen raiz e os viciados em animes de esportes como eu. É uma oportunidade de viajar para o lado oriental do mundo, e conhecer melhor sua cultura.

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL