Parece que em 2018 a moda é falar sobre antigos nomes que buscaram glória nas olimpíadas e falharam a ponto de deixar sequelas nos atletas, a maioria delas físicas.

Confira também: Eu, Tonya | Review

O caso de A Grande Jogada, o foco foi uma vida milionária por organizar jogos de pôquer para excêntricos do mundo do dinheiro, tão bem contado que nem precisa saber das regras do jogo de carta, com roteiro bem amarrado e incríveis atuações – dignas de Oscar.

A Grande Jogada
A Grande Jogada (Imagem Divulgação)

ex-esquiadora para o pôquer

A grande jogada conta a história da ex-esquiadora Molly Bloom, após sofrer um acidente, se vê obrigada a mudar de vida, tudo dentro da lei, ou pelo menos ela achava que era.

A trama gira em torno da protagonista, deixando totalmente de lado os antagonistas, mesmo eles tendo seu momento no filme, mas a interpretação de Jessica Chastain não permite isso, ela foi simplesmente brilhante, Molly Bloom não demonstra nem um tipo de carisma ou simpatia, mesmo assim todos simpatizam com ela, e as cenas que ela divide com seu advogado Charlie Jaffey é com certeza um dos pontos mais fortes da trama, realizado por Idris Elba, mostraram genialidade digna de prêmio, a nível Meryl Streep e Tom Hanks em The Post.

A Grande Jogada
Jessica Chastain em A Grande Jogada (Imagem Divulgação)

O Jogo e o Lado Psicológico

O roteiro possui uma pegada mais profunda, com ideais colocados em cheque, sobre o mundo dos jogos e o lado psicológico de tudo, cada personagem possui uma fraqueza que os deixam vulneráveis na maior parte do tempo, o que nos faz pensar e se colocar no lugar desses personagens.

O ritmo lento é facilmente acompanhado, sem se preocupar em ficar monótono ou algo do gênero, e até ensina uns termos de poker que é bem útil para quem está começando a jogar.

Um adendo deve ser feito a Michael Cera, um nome perdido em Hollywood, mas quando aparece em algum elenco, todos já abrem um sorriso diante a simpatia que ele passa com seus personagens. Para àqueles que não o consideram bom ator, estão certos, ele é um excelente ator, mesmo seu personagem, o jogador X, aparecendo de modo cirúrgico em meio aos conflitos, faz virar os holofotes para ele sem pensar duas vezes

Cera possui uma grande presença, e seu carisma ajuda muito nisso, deixando até um vazio no filme quando seu personagem não aparece mais, ainda bem que Jessica Chastain estava incrível, senão colocaria o filme em cheque.

A Grande Jogada
A Grande Jogada (Imagem Divulgação)

A Grande Jogada Cativante

Mais uma biografia referente a uma ex competidora das olimpíadas, mais uma história bem contada, A Grande Jogada cativa e marca diante a um mundo que não estamos acostumados a ver, mesmo alguns considerando um jogo de azar, Molly Bloom não estava fora da lei, até o momento em que ela começa a infringi-la, e isso é explicado muito bem em tela.

Está concorrendo a Melhor roteiro adaptado junto com Logan, Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi, Me Chame pelo seu Nome e Artista do Desastre, uma lista bem disputada, mas caso levar a estatueta, não é exagero, um azarão aceitável que se sobressai facilmente em alguns filmes dessa lista.