Anúncio

O Suco de Mangá traz hoje uma lista de Personagens PcD nos animes e mangás, para abordar essa pauta tão importante. 

Você sabia que, de acordo com o IBGE, mais de 46 milhões de brasileiros têm algum grau de deficiência? No mundo, estima-se ser 1 bilhão de pessoas. Essas deficiências são classificadas em quatro tipos: física (cadeirante, pessoa sem braços, etc), mental (no geral, transtornos mentais), sensorial (surdez, mudez e cegueira) e múltipla (surdocegueira, autismo+síndrome de down, etc).

E mesmo sendo um grupo imenso, essas pessoas continuam sendo invisibilizadas pela sociedade, que insiste nesse preconceito infundado. A luta de pessoas com deficiência é diária, mas estão conquistando cada vez mais visibilidade e respeito. Agora, com a internet, podem se expressar e mostrar sua realidade. 

No universo de animes e mangás, a representatividade PcD ainda é bastante tímida, mas podemos ver esse número crescendo. E hoje vamos listar alguns desses personagens PcD, então confira a seguir. 

Personagens PcD em animes e mangás

Separamos protagonistas e coadjuvantes de animes e mangás que são PcD, seja desde nascença ou depois de algum acidente. Alguns você deve se lembrar, mas será que conhece todos?

Shouko Nishimiya, de A Voz do Silêncio

shouko
Imagem Divulgação

Shouko, protagonista de A Voz do Silêncio, é uma pessoa surda desde nascença. Sofreu bullying em sua infância, apanhando, tendo seus aparelhos auditivos roubados, recebendo xingamentos. Até que chegou ao ponto de ter que trocar de escola. 

Anúncio

Mesmo após os colegas, declaradamente, fazerem mal à Shoujo, ela continuava tentando se tornar amiga de todos. A personagem sempre tentava ver a parte boa da situação e das pessoas, respondendo ao bullying com carinho e bondade, algo que irritava muito seus bullies. 

Obviamente a personagem não era ignorante quanto a sua situação e entendia bem o que acontecia, mas tentava dar seu melhor todos os dias para viver em paz. Adquira o mangá da NewPOP AQUI.

Paratletas, de Breakers

breakers
Imagem Divulgação

Em Breakers, temos 4 personagens principais com deficiência. Esta obra é focada exatamente nesse ponto e em como os paratletas dão tudo de si, se superando a cada dia para continuar no esporte. Cada parte do anime conta a história de uma pessoa com deficiência e um esporte diferente. 

Conhecemos Kai, que é um grande admirador de seu irmão, Shun, que joga basquete. Kai é cadeirante e não possui ambas as pernas e, por isso, acredita que nunca será como seu irmão. Mas acaba descobrindo o basquete em cadeiras de rodas e começa a praticar, realizando seu sonho de jogar. 

Depois seguimos com Suguru, que jogava handebol na escola. Um dia, sofre um acidente e acaba perdendo uma das pernas. Depois de perder as esperanças, lhe apresentam o atletismo para PcD. Suguru, então, começa a praticar corrida e salto, voltando ao universo do esporte que tanto ama. 

Na terceira parte conhecemos Emi, uma garota com a visão bastante debilitada, que frequenta uma escola para pessoas cegas. Diferente dos outros personagens, ela não tem amor pelo esporte de início. Após começar a praticar golbol, pega gosto pelo esporte, encontrando uma nova paixão. 

Por fim, conhecemos Taku, que não possui um de seus braços. Isso não o impede de praticar natação, que é algo que o diverte muito, sendo o melhor da turma. Mas o esporte começa a perder a graça e é quando Taku começa a pensar em competir, para voltar a se divertir com a natação. 

Kiyoharu Togawa, de Real

real takehiko inoue

Togawa, um dos protagonistas de Real, teve uma doença óssea degenerativa, que levou à amputação de sua perna direita abaixo do joelho. Desde então usa cadeiras de rodas, mas essa situação o deixou com traumas, fazendo-o se isolar. 

Tudo muda quando Togawa conhece o basquete em cadeiras de rodas e vê uma esperança naquilo. Ele não só se apaixona pelo esporte, como começa a praticar, se superando a cada desafio que enfrenta. Adquira o mangá da Panini AQUI.

Nunnally, de Code Geass

Nunnally
Imagem Divulgação

Nunnally é a irmã mais nova de Lelouch, protagonista de Code Geass. Depois do assassinato de sua mãe, Nunnally leva alguns tiros, que acabam paralisando seus movimentos nos membros inferiores. Então, desde bem nova, Nunnally somente anda na cadeira de rodas. 

Neste mesmo dia, um outro incidente ocorreu, deixando-a cega também. Mas, mesmo nessa situação, Nunnally continuou seguindo firme. É extremamente bondosa, carinhosa, se preocupa bastante com seu irmão e tem uma grande fé na humanidade. 

Lan Fan, de Fullmetal Alchemist

lan fan
Imagem Divulgação

Em Fullmetal Alchemist, muitos lembram do protagonista, Edward Elric, que perdeu seu braço e perna tentando trazer sua mãe de volta à vida. Mas outra personagem que também passou por isso é a Lan Fan

Lan Fan perdeu seu braço no campo de batalha, mas não se deixou abalar, como uma boa guerreira. Após isso, implantou um automail no lugar, assim como Ed, que acabou se tornando uma arma para ajudar em seus combates. 

Sasaki Kojiro, de Vagabond 

sasaki
Imagem Divulgação

Kojiro é surdo desde nascença e, por conta disso, também não consegue falar (não conta de uma condição física, mas por não conhecer o som das palavras). 

Perdeu sua mãe logo cedo e foi criado por um pai adotivo, Jisai. Seu fascínio por espadas vem de jovem, mas era constantemente afastado desse universo por esse pai. 

Porém, após Kojiro se tornar adulto, um discípulo tenta convencer Jisai de que Kojiro tem talento com espadas, querendo levá-lo a uma viagem no Japão para desenvolver suas habilidades. 

Hyakkimaru, de Dororo

Hyakkimaru
Imagem Divulgação

Hyakkimaru, um dos protagonistas de Dororo, nasceu mal formado, com partes do corpo faltando, rosto sem características e sem órgãos internos. Isso aconteceu porque seu pai fez um pacto com 48 demônios que, como pagamento, poderiam levar uma parte do corpo de seu filho, que nem havia nascido. 

A criança quase foi morta, mas sua mãe o colocou no rio para sobreviver caso alguém a encontrasse. Por sorte, Hyakkimaru foi encontrado por Dr. Honma, que lhe deu próteses especiais para conseguir viver normalmente. 

Depois de adulto, Hyakkimaru parte em uma viagem para encontrar os demônios que fizeram pacto com seu pai e reaver suas partes do corpo. 

Sesshoumaru, de Inuyasha

sesshoumaru
Imagem Divulgação

Sesshoumaru é um youkai bastante poderoso. É meio-irmão, por parte de pai, de Inuyasha, que é meio-youkai. No começo da saga, o principal objetivo de Sesshoumaru era obter a Tessaiga, uma espada muito forte, de seu meio-irmão. Mas, para se defender, Inuyasha acaba cortando o braço de Sesshomaru. 

Apesar de ter ficado ressentido por um bom tempo, tanto por seu braço, quanto por não ter conseguido a Tessaiga, Sesshoumaru acaba encontrando um outro propósito e segue em sua jornada. 

Shanks, de One Piece

shanks
Imagem Divulgação

Shanks é um dos quatro imperadores do Novo Mundo e o capitão da tripulação dos Piratas do Ruivo, além de ser a grande inspiração de Luffy, o protagonista. 

Um dia, ele coleta uma Gomu Gomu no Mi, uma fruta do diabo que dá propriedades de borracha ao corpo, mas acaba sendo comida por Luffy. Após isso, Luffy é sequestrado e jogado ao mar. 

Os usuários de Akuma no Mi (frutas especiais) perdem a capacidade de nadar, sendo a água do mar sua maior fraqueza. Shanks, sabendo disso e vendo Luffy em perigo por conta de um monstro, um Rei do Mar, pula na água para salvá-lo, mas acaba perdendo seu braço, que foi comido pelo monstro.

Podemos citar outros personagens PcD nesse universo. Por exemplo: 

  • Hinoto, de X, é uma pessoa cega, surda e tem a mobilidade reduzida; 
  • Sara, de Samurai Champloo, é uma pessoa cega; 
  • Nicolas Brown, de Gangsta., é uma pessoa surda;
  • Kagari Izuhira, de Black Rock Shooter, possui paralisia nos membros inferiores;
  • Sasuke Uchiha, de Naruto, perdeu seu braço;
  • Nobuchika Ginoza, de Psycho-Pass, perdeu seu braço;
  • Kokichi Muta (Mechamaru), de Jujutsu Kaisen, nasceu sem um braço, sem movimentos das pernas e com pele sensível à luz natural.

Esses foram só alguns personagens PcD em animes e mangás. É preciso de mais representatividade neste tipo de obra e em outras, afinal, pessoas com deficiências são uma boa parte da nossa população. Não devem ser invisibilizadas nem na ficção e nem na vida real. 

[Nota do Editor] Este artigo só foi possível com ajuda (consulta) de criadores de conteúdo PcD e também de artistas que adoramos! Por aqui, gostaríamos de parabenizar e enfatizar o trabalho da Myahzinha (Twitter e KoFi), artista digital – e que faz algumas lives às vezes.

Anúncio