Com o recente lançamento de Black Mirror: Bendersnatch, os telespectadores ficaram fascinados com a opção de fazer escolhas que influenciassem em múltiplos finais, porém, o que muitos não sabem é que essa é uma opção já disponível em muitos jogos, e explicita em um dos lançamentos mais bem avaliados de 2015: Until Dawn (Até o amanhecer).

O jogo consiste em uma aventura e survivor horror que relembra os antigos filmes slash das décadas anteriores, como Sexta Feira 13 e Halloween. Na trama, temos diversos protagonista, cada um com suas próprias características, que se vem presos em uma montanha durante uma noite enquanto são caçados por um serial killer. Os jovens precisam sobreviver até o amanhecer, se quiserem ter alguma esperança de sair de lá vivos.

Until Dawn
Until Dawn (Imagem Divulgação)

Efeito Borboleta

A ferramenta de escolha é chamada de “Efeito Borboleta”, em referência a teoria do caos de Edward Lorenz, em que as menores escolhas (o bater das asas de uma borboleta) podem causar as mais extremas consequências.

Como uma fã de jogos de terror, devo dizer que pouca coisa tem me surpreendido nos últimos anos. O gênero tem ficado saturado com poucas novidades e mais cópias do mesmo estilo, oferecendo quase nenhuma novidade, e menos qualidade ainda. Ainda assim, Until Dawn está no meu hall de jogos favoritos, já que – em uma época de popularidade de jogos de tiro e ação frenética – ele opta por um formato mais cinematográfico com investigação, suspense e tensão. E é justamente esse quesito que faz com que o mesmo não seja apreciado por uma parcela dos jogadores. Da minha parte, porém, que sou mais exploradora investigativa o jogo agrada, surpreende e assusta, oferecendo um plot criativo e instigante.

Escolhas

Não vou mentir, apesar da minha apreciação pelos jogos de terror, não possuo as melhores qualidades de jogadora. Estou ainda acostumada a consoles mais antigos, e o PS4 muitas vezes me confunde. Em Unitl Dawn, porém, suas escolhas contam mais do que a rapidez que você aperta os botões, o que tornou a experiência mais agradável para mim.

Ainda em tempo, diferente de outros jogos, nesse não há Game Over. As suas decisões são imutáveis, e uma vez iniciado um gameplay você deve ir até o final com as decisões realizadas (e os cadáveres acumulados).

Until Dawn
Until Dawn (Imagem Divulgação)

The Inpatient

Com um enredo rico, e o sucesso do jogo, a produtora lançou um Prequel da história chamado The Inpatient lançado em janeiro de 2018.

O jogo foi indicado a uma série de prêmios em 2015 e 2016, ganhando como melhor jogo de terror no Global Game Awards e ficando com o terceiro lugar como melhor jogo original, no mesmo evento.

Until Dawn é uma preciosidade dos jogos modernos de terror, merecendo honrarias e (quem sabe) uma continuação. Já disponível para PlayStation 4.