Anúncio

O grupo tricot está lançando hoje seu novo álbum “JODEKI”, o primeiro lançamento em mais de um ano. O álbum conta com 12 faixas e promete trazer aspectos já consagrados do grupo, assim como novidades. O nome “Jodeki” quer dizer “bom trabalho”/”muito bem”.

tricot é uma banda japonesa de rock alternativo que foi formada em 2010. Seu estilo une pop, vocais emocionantes e um ritmo complexo. O grupo já fez shows em diversos países, passando pelo continente asiático, europeu e norte americano. Os quatro integrantes, Ikkyu Nakajima, Motifour Kida, Hiromi Hirohiro e Yusuke Yoshida conversaram com o Suco e contaram sobre seu novo álbum, assim como compartilharam fatos sobre a banda e cada integrante.

De onde veio a inspiração para o nome do novo álbum, “Jodeki”?

Ikkyu: Bom, eu estava em um trem e surgiu na minha cabeça de repente. E eu achei que soava muito bem.

Sobre a capa do álbum, de onde veio a ideia para as duas versões (Álbum + DVD e Álbum + Blu-Ray)?

Ikkyu: O título do album, “Jodeki”, significa “muito bem”. Nós quisemos comunicar a ideia de “pedigree” no design da jaqueta, que nós associamos ao cachorro. Então o bom cachorro (Jodeki dog) acabou se tornando a capa do CD.

tricot jodeki
Capa Divulgação

Quais novos aspectos da banda vêm à tona através do álbum?

Yoshida: Eu tentei usar mais meu sintetizador de baixo e toquei mais solos de guitarra do que normalmente. Imaginei que daria frescor e seria inspirador.

Alguma das músicas trouxe um maior desafio no momento de criação ou gravação?

Kida: A música “INAI” (いない) está vinculada com um drama de TV, então foi difícil e, ao mesmo tempo, divertido balancear os pedidos dos criadores do drama e expressá-la como uma canção do tricot.

Anúncio

A ordem das músicas no álbum foi planejada ou não?

Ikkyu: Nós decidimos a ordem de acordo com a sensação que tivemos quando todas as músicas estavam prontas.

Por que, dentre as músicas do álbum, Kayoko foi escolhida para ser lançada antes, assim como sua versão instrumental?

Ikkyu: Há muitos fãs que querem ouvir as versões instrumentais. E eu também queria que todos pudessem ouvir e ter a experiência da música antes da voz ser gravada. Então decidimos divulgar o instrumental digitalmente antes da versão completa das músicas.

Motoko Kida
Motifour Kida / Instagram / Twitter

A música “ティシュー” se destaca no álbum por sua suavidade. Podem falar um pouco sobre as ideias por trás dessa canção?

Ikkyu: É a música mais descontraída do álbum. A letra traz uma atitude de “nós não ligamos” que também se estende à sensação que música passa.

Como o grupo se sente quanto ao lançamento do novo álbum?

Kida: Nossa vibe muda de acordo com cada lançamento. Então estou simplesmente feliz que os fãs possam ouvir as mais novas músicas do tricot agora.

Qual a sensação de poder fazer uma tour após a crise do COVID-19?

Hiromi: Como a pandemia ainda não acabou totalmente, não estou 100% confortável ainda, mas estou feliz de poder ir para fora do país pela primeira vez em algum tempo.

Vocês já fizeram shows em todos os locais que vão passar pela Walking X Walking ou algum deles será a primeira vez?

Yoshida: Estou animado para ir à Espanha pela primeira vez!

Ikumi Nakajima
Ikkyu Nakajima / Instagram / Twitter

Existe diferença entre se apresentar para o público do Japão e para espectadores no exterior?

Kida: Apesar de haver diferença entras as línguas, eu sinto que não há diferença quanto a performar para a audiência à minha frente.

Tendo completado 11 anos de carreira, quais os maiores aprendizados conquistados até agora?

Hiromi: Eu acredito que é importante aproveitar tudo, mesmo as tarefas difíceis. E não parar de aceitar novos desafios.

Os integrantes se veem mais como colegas de trabalho ou amigos?

Ikkyu: Eu diria como amigo.

Yoshida: Acho que tanto colega quanto amigo.

Qual música do novo álbum cada um dos integrantes considera mais desafiadora para seu instrumento?

Kida: Ao longo do álbum, eu estava, de forma consciente, tocando a guitarra com um timbre que não soa como o instrumento. Acho que isso realmente aconteceu em “KAYOKO(カヨコ) e “Jodeki(上出来).

Hiromi: Eu toquei o sintetizador de baixo pela primeira vez em “餌にもなれない”. Foi uma experiência realmente diferente do que tocar o baixo elétrico, foi uma nova perspectiva.

Yoshida: Eu estou feliz que eu fui capaz de fazer a música “Jodeki” legal e intensa.

Hiromi Sagane
Hiromi Hirohiro / Instagram / Twitter

Quais cuidados você tem com sua voz para manter as atividades no Genie High e no tricot, Ikkyu Nakajima?

Ikkyu: Eu tomo duas gotas de óleo de fígado de bacalhau por dia e bebo uma colher de sopa de óleo de linhaça todos os dias. Além disso, como pastilhas para a garganta como ninguém.

Como você faz para manter a linha melódica sobre a rítmica instrumental complexa?

Ikkyu: Eu não sou muito boa em teoria musical. Se eu penso muito, me perco. Então tento simplesmente sentir.

Motifour Kida, quais suas maiores influências musicais?

Kida: Number Girl, ACIDMAN, Shiina Ringo, Hiatus Kaiyote e The Internet

Motifour Kida, qual foi a música mais difícil de se gravar no estúdio?

Kida: Na gravação, eu opero os efeitos da guitarra com o pé enquanto toco, exatamente como seria ao vivo. Então foi difícil na “Iitsukusu talk shimasu mamonaku” porque tinham muitos pedais.

Hiromi Hirohiro, quais as suas maiores influências musicais?

Hiromi: Shiina Ringo e Number Girl

Hiromi Hirohiro, qual das músicas do grupo dá mais trabalho de performar ao vivo?

Hiromi: Tem muitas músicas difíceis, mas “Hako” acaba se você perder o tempo dela.

Yuusuke Yoshida
Yusuke Yoshida / Twitter

Yusuke Yoshida, quais são as suas maiores inspirações?

Yoshida: King Crimson

Você já ouviu ritmos brasileiros?

Kida: Eu não estou muito familiarizada com música brasileira, mas eu incorporei ritmos do samba em músicas do tricot.

Nos processos de composição, o que vem primeiro: instrumental ou melodia? Ou não há uma regra?

Kida: Geralmente, começamos com a melodia instrumental, mas às vezes eu penso na melodia da canção primeiro ou ao mesmo tempo.

O que vocês sabem sobre o Brasil?

Ikkyu: Não estou muito familiarizada, mas tenho a impressão de que o time de futebol é bom, estou certo? Eu também amo café brasileiro.

Ao longo do período de pandemia, vocês passaram a ter novos hobbies?

Hiromi: Eu comecei meu próprio canal no YouTube. Eu posto principalmente sobre jogos e eu estava realmente gostando de um chamado APEX.

Vocês gostam de acompanhar séries e mangás? Se sim, falem do que mais gostam no momento.

Yoshida: Eu gosto de ambos, mas assisto mais TV.

Deixem uma mensagem para seus fãs brasileiros. Nos conte se podemos esperar um show de vocês por aqui!

Ikkyu: Eu quero comer comida brasileira. E claro, quero fazer shows ao vivo.

Kida: Eu espero que possamos ir ao Brasil no futuro próximo. Estou empolgada para nosso primeiro show ao vivo no Brasil!

Hiromi: Eu espero que você continue ouvindo muita música do tricot! Eu espero ir para o Brasil algum dia.

Yoshida: Eu espero ir para o Brasil algum dia. Quando o momento chegar, vamos aproveitar juntos!

tricot
Imagem Divulgação

LINKS

STORE

WEBSITE

TWITTER

YOUTUBE

FACEBOOK

INSTAGRAM

Anúncio