Anúncio

Antes de  começar o REVIEW de Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário e o mimimi, eu peço que vocês guardem as palavras: reboot e público-alvo.

Confira também: Batman: A Máscara da Morte | Review

*Não irei dar spoilers  do filme, então podem ler a review  tranquilamente, ao mesmo tempo em que come FRANGO E BATATA DOCE !

Já começando pelo roteiro…

Começarei falando do pior problema do filme: ROTEIRO. O desenrolar é o que deixa um pouco a desejar; a história foge muito do contexto original e aborda de modo diferente aquela que nós já conhecemos.

Não que seja ruim, mas é diferente. Mais ou menos, são  30 minutos de filme que são voltados para explicações, contendo várias cenas empolgantes e hilarias, que fazem com que o público vibre e dê boas risadas- sempre que tinha uma cena dessa no cinema as pessoas rachavam o bico.

Depois do inicio o desenrolar do filme passa a ficar cada vez mais rápido, principalmente as batalhas que, em certos momentos não dá para distinguir o que está acontecendo na cena.

Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário (Imagem Divulgação)
Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário (Imagem Divulgação)

Vamos proteger a deusa?

Outro ponto mal trabalho na trama, é o conceito de ‘proteger a deusa’, pois para aqueles que nunca viram o anime/mangá, vão ficar se perguntado: porque eles devem protegê-la?

Vale ressaltar que não tem sangue jorrando na tela, aliás não tem sangue nenhum! E também várias cenas, batalhas, falas, contextos do anime são cortados ou alterados!

O filme não aprofunda os personagens, e este ficaram sem uma personalidade que os identifiquem.

O único razoavelmente desenvolvido foi o Seiya, que ficou mais brincalhão! Uma coisa que me incomodou bastante foi o fato do Ikki e o Shun serem ‘enfeites’, pois eles não afetam em nada o desenrolar da história!

Agora, o que eu mais odiei no filme foi o fato do ‘Máscara da Morte’  não ser o ‘Máscara da Morte’, mas não falarei disso, pois vou deixar como uma surpresa para quem ainda vai assistir!

Design de personagens

O destaque do filme vai para animação, pois o design dos personagens, poderes, cenários e armaduras são espetaculares… enfim a parte gráfica do filme é muito bonita e ela lembra muito a séria Final Fantasy (principalmente os últimos jogos da franquia).

Outro ponto positivo é são as piadas do filme e também dublagem brasileira que é praticamente a mesma do anime clássico, excluindo apenas os dubladores que morreram!

Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário (Imagem Divulgação)
Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário (Imagem Divulgação)

Reboot e público-alvo

A Lenda do Santuário antes mesmo de sua estreia deixou bem claro que é um reboot da série original e que é um filme feito para atingir um novo publico,sem perder os fãs antigos, mas não consegue atrair totalmente nem um dos dois!

Enfim o filme tem uma excelente animação com um o roteiro que é confuso e cheio de furos para a galera que já conhece a história do CDZ clássico, mas para os novos fãs é um ótimo filme!

Como eu disse antes, o publico alvo é a geração de adolescentes atuais e não os fãs da década de 80/90! Lembrando que o filme tenta adaptar 74 episódios em apenas um filme de uma hora e meia!

Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário (Poster Divulgação)
Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário (Poster Divulgação)

Vale a pena assistir?

Sim vale a pena, pois sua impressão vai depender de como você espera que seja o filme. Vá pensando que é um filme novo, não assimilando o original com o que você está assistindo.

Ah já ia esquecendo, fique até o final pois tem uma excelente cena pós créditos– pra mim uma das melhores cenas do filme! E também não vá com a esperança de ouvir ‘PEGASUS FANTASY’, pois não toca!

Você já assistiu o filme? O que você achou dele?