Megalo Box
Megalo Box (Imagem Divulgação)

Este ano de 2018 é um ano marcado de várias lembranças de diferentes qualidades, umas trágicas, outras confusas e ainda outras que fizeram história. Confira agora o nosso Primeiro Gole de Megalo Box, mais um lançamento da Temporada de Primavera 2018.

A Saga de Um Cão Selvagem

Em 1968, universitários franceses da Sorbonne iniciaram uma série de protestos que se expandiram para uma greve nacional; é o que ficou conhecido como o Maio de 68. Também em 1968, foi decretado o Ato Institucional Número 5, lembrança que até hoje apavora a memória brasileira.

Mas nem tudo foram espinhos, pois no Japão, em 1968, Ikki Kajiwara iniciou um mangá que se tornaria um clássico: Há 50 anos estreava Ashita no Joe, um gigante do mesmo nível de Hajime no Ippo no que se refere ao boxe no mundo nos animes.

Para comemorar este meio século de estreia do mangá, o estúdio TMS Entertainment lançou o inédito Megalo Box, adaptação do mangá de mesmo nome que vem sendo publicado desde fevereiro.

Quem não é familiar com os seus trabalhos anteriores, a TMS Entertainment foi a responsável por animes famosos e muito bem recebidos, como Akira, D.Gray Man, Lupin III e clássicos de nossas infâncias como Monster Rancher e Hamtarou.

Megalo Box
Megalo Box (Imagem Divulgação)

Lutando Até O Topo

A história de Megalo Box se passa num futuro onde as lutas de boxe foram ampliadas com o que se chama “Gear”: um equipamento cibernético que amplia a velocidade e a força dos golpes desferidos pelos lutadores.

Seu sucesso vira a norma. Grandes organizações patrocinam campeonatos como o Megalomania, que decide o maior campeão dentre todos. Ao mesmo tempo, lutas clandestinas são rotineiras nos círculos mais baixos desse futuro. E é nesse segundo cenário onde encontramos o protagonista sem nome do anime, conhecido apenas como “Junk Dog”, seu nome de luta.

Esse é um lutador que leva seus desafios com garra, como um cão selvagem. Ele tem sede de se tornar mais forte, o melhor, mas ele depende de seu treinador para arranjar lutas; lutas quase sempre forjadas para quitar as dívidas que seu treinador arranjou com o crime organizado.

Quando Yuuri, o último campeão do Megalomania o desafia para uma luta e o derrota, Junk Dog encontra uma oportunidade de finalmente subir até o topo dentre todos os outros boxeadores para poder conseguir sua revanche. Forjando uma nova identidade para si, Junk Dog, agora Joe, tem três meses para ser qualificado e poder entrar no campeonato.

Megalo Box
Megalo Box (Imagem Divulgação)

O Peso das Influências

Pessoalmente, shounen nunca foi meu maior atrativo. Nem boxe está entre meu tipo de luta favorito de se assistir, longe disso. Porém independente de gostar ou não, Megalo Box é um anime obrigatório de se assistir pela sua qualidade.

Qualquer pessoa que já tenha assistido a um dos melhores animes que já existiu como Cowboy Bebop e/ou tenha assistido Samurai Champloo irá perceber com clareza como Megalo Box capta tão bem de Cowboy Bebop o seu estilo gráfico e sua fotografia ou, se pegarmos alguns paralelos com Samurai Shamploo, a caracterização de Joe, que lembra muito o Mugen e a trilha sonora, que constantemente nos traz à memórias as músicas icônicas de Nujabes.

Cada episódio até o momento tem sido um prazer visual atrás do outro. As cenas de luta também são muito bem animadas e o desenrolar do anime até o momento tem sido muito instigante, gerando uma alta expectativa para a próxima semana.

É lógico que será difícil de competir com a nova temporada de Boku no Hero Academia, o maior shounen por excelência dos últimos anos, mas Megalo Box com certeza está como um dos campeões dessa Temporada de Primavera. Uma grande homenagem digna da grandeza de Ashita no Joe!

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL