Capitão América: Guerra Civil / Captain America: Civil War
Chris Evans, Robert Downey, Jr., Sebastian Stan, Scarlett Johansson, Elizabeth Olsen
Direção por Anthony Russo e Joe Russo
Produzido pela Marvel Studios e distribuído pela Disney

Ação – Drama
Abril, 2016
147 min.

Texto por Pona

E mais uma vez me encontrei em missão especial pelo #SUCODM. Agora, para a pré-estreia de Capitão América: Guerra Civil. Ainda esta semana – provavelmente na quinta-feira – traremos a versão ‘Zona de Spoilers’, fiquem ligados!

Após um ligeiro atraso, nada que atrapalhasse ninguém  – quem se importa de esperar uma hora em pé além da hora marcada? – fui agraciado com uma caixinha de achocolatado bem gelado. GRÁTIS. Definitivamente, uma melhora neste aspecto desde a minha última aventura com O Bom Dinossauro. Podia rolar uma pipoquinha também né?

Sinopse: Capitão América: Guerra Civil encontra Steve Rogers liderando o recém-formado time de Vingadores em seus esforços continuados para proteger a humanidade. Mas, depois que um novo incidente envolvendo os Vingadores resulta num dano colateral, a pressão política se levanta para instaurar um sistema de contagem liderado por um órgão governamental para supervisionar e dirigir a equipe. O novo status quo divide os Vingadores, resultando em dois campos: um liderado por Steve Rogers e seu desejo de que os Vingadores permaneçam livres para defender a humanidade sem a interferência do governo; o outro seguindo a surpreendente decisão de Tony Stark em apoio à supervisão e contagem do governo.

capitao america guerra civil poster 1
Capitão América – Guerra Civil (Imagem Divulgação)

Look at your young men fighting…

capitao america guerra civil imagem 3
Capitão América – Guerra Civil (Imagem Divulgação)

Capitão América: Guerra Civil começa com um flashback introdutório para a trama desenvolvida durante o filme. Os eventos presentes dão continuidade ao Vingadores: Era de Ultron, com a sua nova formação. O “feel” do longa é definitivamente TENSO para o padrão Marvel, com a maioria dos personagens enfrentando dilemas morais pessoais, as consequências de seus atos e o passado. COMO lidar com esses dilemas? Esta, é uma questão central no filme, que dirige toda a trama e leva ao conflito entre os personagens, e transforma Tony Stark / Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) em antagonista.

Medo e vingança são temas centrais trabalhados no filme de Anthony e Joe Russo, e ironicamente, os vingadores não são muito unidos em sua opinião a respeito do tema. Pessoalmente, eu simpatizo com o drama pessoal que Stark vive, que é agravado pelo fato de ser uma figura pública. Realmente compreendo sua posição e angústia. Mas Steve Rogers / Capitão América (Chris Evans) tem meu apoio no filme, e aparentemente não só o meu, caso contrário o filme seria “Homem de Ferro – Guerra Civil” certo?

Look at your women crying…

A Viúva Negra tem um papel interessante também. Sua personalidade é ligeiramente contrastante com seu trabalho. Sua persona espiã é completamente diferente da VERDADEIRA Natasha Romanoff, e Scarlett Johansson faz um belíssimo trabalho. Definitivamente, uma das minhas personagens favoritas dos filmes até agora, sendo uma das poucas com bom senso, cabeça fria e empatia ao mesmo tempo.

Bucky Barnes / Soldado Invernal (Sebastian Stan) com certeza tem minha simpatia porque o brother só se ferra. Sério. Lembrei até da minha vida, mas com menos desgraça. Se for para citar cenas impactantes, destaco as com Rogers, Bucky e o carro de fuga. Outro destaque, vai para Visão (Paul Bettany) que continua sensacional e Wanda Maximoff / Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) onde ela tenta se adaptar à sua nova realidade.

Capitão América - Guerra Civil (Imagem Divulgação)
Capitão América – Guerra Civil (Imagem Divulgação)

Look at your young men dying…

Os pequenos alívios cômicos tradicionais ao longo do filme, ajudam a quebrar um pouco a atmosfera tensa, e sem trazer um spoiler por aqui, um novo personagem fica responsável por grande parte deles, e é um dos poucos isentos do drama envolvido no decorrer de Capitão América: Guerra Civil. A sua participação breve definitivamente me agradou. Alguém aí chuta quem pode ser? Já digo que seria melhor, só se houvesse uma participação do Deadpool no filme. 

Os efeitos visuais, a mixagem de som e a trilha sonora estão todos no padrão Marvel. Não temos algo marcante como a mixtape de Peter Quill em Guardiões da Galáxia ou a icônica música do Black Sabbath, “Iron Man” para o Homem de Ferro. Então, não tivemos dessa vez tanta inovação nesta área, infelizmente.

O enredo ficou bom, e se há algum problema com ele, é que o espaço do filme não permite todo o desenvolvimento e eventos da saga Guerra Civil dos quadrinhos. Teria sido melhor se tivéssemos toda a gama dos personagens e todos os eventos? Sim. Seria possível de ser feito? Talvez. Seria prático? Definitivamente não. Tendo em vista a restrição da mídia, foi bem adaptado. Sumarizando: Assista!

* Na versão para Imprensa, havia apenas UMA cena pós-crédito. Porém, entretanto, há chance de ter outras cenas até a versão final e de estreia, a partir do dia 28/04. 

** Subtítulos em referência a música Civil War – Guns N’ Roses

capitao america guerra civil poster 2