Anúncio

Alô? É da Pizzaria do Suco? Gostaria de pedir uma pizza de ação retrô e nostalgia de arcade com borda de Cowabunga! E é dessa forma que o Suco apresenta: Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge!

Parece que foi ontem que aquele trailer chocou a comunidade com o anúncio da volta triunfante das nossas amadas Tartarugas Ninjas no estilo de jogo que marcou uma geração: o briga de rua, o clássico dos arcades e das fichas de 25 centavos. E claro que toda vez que você der o start para carregar o jogo vai deixar a abertura rolar até o fim!

A volta dos Soldados do Pé!

Então tudo começa com o ataque de Bebop e RockSteady ao querido Canal 6 e roubando dispositivos super tecnológicos para atender mais uma vez os planos malignos de Krang e Destruidor. Dessa forma você vai poder explorar Nova Iorque enquanto enfrenta as hordas do Soldado do e os mais temidos soldados da trupe do Destruidor.

Claro que se for falar o roteiro inteiro perde a graça, mas Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge traz uma homenagem a todos os outros jogos da franquia com mecânicas modernas, trazendo aquela sensação nostálgica sem deixar ela travada.

Você tem a opção de escolher entre Rafael, Leonardo, Michelangelo e Donatello, além do Mestre Splinter e a própria April para combater o Destruidor. Porém, você pode optar por nostalgia e ir direto para o modo Arcade, simulando os anos 90 e suas fichas de continue ou embarcar no Story Mode.

O modo história traz conteúdos adicionais para o jogo moldando ele de forma que pareça mais pegado para um RPG. Você libera habilidades e melhorias com os níveis do personagem, encontra colecionáveis e alguns easter eggs. Mas ainda o real desafio é completar cada fase e bater seus três objetivos. Claro que cada modo tem escolha da sua dificuldade, mas se atente no Story Mode que um novo jogo limpa o anterior!

Anúncio

O estilo Spliter de bater

Olha uma coisa que Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge traz é um tutorial de como cada botão do jogo é utilizado. Desde o inicio você é introduzido aos conceitos e a como os controles funcionam nesse game, desde o básico combo, aos tipos de arremesso e aos ataques aéreos e como eles são responsivos e maravilhosos.

Parece piada falar, e você ai do outro lado pode pensar “por que eu quero ver isso se é só bater?”. Então né, nem sempre o só bater é a resposta para os Soldados do . Cada personagem do jogo tem seu estilo de combo e game play, então saber como são as opções e usar elas caem muito bem para os objetivos do Story Mode como na dificuldade difícil do modo Arcade, e até mesmo para aquele multiplayer que terá sua sessão dedicada.

As fases são fieis recriações, mas também trazem elementos de campo de batalha, placas, cones, buracos e outros obstáculos que você pode utilizar em seu favor. Além disso, se atente ao sistema de combo e a barra de especial de seu personagem que pode vir bem a calhar em alguns momentos. A barra gradativamente aumenta conforme você ‘comba’ seus adversários em sequencia, mas apenas um tapa que você toma é suficiente para zerar ela se não estiver completa.

Cada inimigo tem seu estilo de combate e suas ações podem virar um grande pesadelo se você não se atentar. Então a corrida e a esquiva são ferramentas fundamentais para você manter seu combo e vencer. Mas se deu um tempinho, use o botão de provocação que vem uma barra cheia de especial.

Uma pizza grande para 6!

Imagino que a melhor parte é trazer o multiplayer para essa review. Individualmente Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge tem um grande valor que não deve ser negado e sim muito bem aproveitado. Diga-se de passagem que é um jogo que traz conteúdo após sua primeira vez, principalmente pelos desafios e conquistas. Essas últimas que também dependem do multiplayer!

Hoje em dia é complicado falar em jogos e seus multiplayer e aquele famoso momento de reunir no sofá e jogar sem distração. Porém TMNT: Shredder’s Revenge traz essa emoção em ambos modos, assim você pode jogar com seus amigos e curtir a experiência equilibrada seja online ou no sofá.

Então para cada plataforma o multiplayer tem sua variação de como ele pode juntar a galera. A versão de PC traz um total de 6 pessoas online e a possibilidade local, da mesma forma que o Nintendo Switch e Xbox One conseguem trazer esse conforto com suas predefinições. Já o PlayStation 4 só agrega a 4 pessoas localmente, mas o modo online agrega 6. A questão é: busque seus amigos para aquela tarde e quando a Dotemu conseguir fazer o crossplay entre todas as plataformas, haja pizza e Soldados do Pé.

Trazendo aquele charme, o número de pessoas influência no número de inimigos que aparecem nas fases e a dificuldade de derrubar eles e os chefes dão aquela apimentada. Claro, o online pode ter os picos de lag, então as vezes o Rocksteady pode sumir da sua tela e você tem que ser um vidente e bater nele invisível (ainda bem que tinha 3 pessoa me guiando para ele).

Das telinhas dos anos 90

Quando anunciado, Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge estava em boas mãos com a Dotemu. O trabalho que eles fizeram em Streets of Rage 4 foi incrível e se repete novamente juntamente com a equipe da Tribute Games. Claro se você voltar nas matérias da prévia de lançamento é só observar o quanto eles estavam empenhado em entregar um jogo memorável.

Desde a arte pixelada retro com a modernidade de hoje e as trilhas sonoras de Tee Lopes, dando aquela adrenalina em cada fase, além das vozes. Porém esse adendo aqui é muito especial para a equipe da Masamune que teve a oportunidade de localizar o jogo para nós brasileiros, trazendo referências do legado da TV Brasileira desse incrível universo que é Tartarugas Ninjas e “Santa Tartaruga” que homenagem!

Então vai depender da Dotemu se Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge receberá mais conteúdos futuramente. O jogo tem um grande fator replay desde a completar os objetivos do Story Mode, podendo haver mais conteúdo dentro desse modo, mas ele ia impactar o Arcade Mode na questão quantia de fases que eu acho bem justo. Além de ser um jogo como aquele passatempo que você está procurando num intervalo do seu dia a dia. Gostaria de ver um modo que os vilões pudessem fazer parte da brincadeira.

Alguns ajustes faltam na questão de input de sons dos personagens e ataques saem atrasados, mas acho que com tempo e atualizações isso vai se corrigindo. De forma geral o preço pode assustar um pouco, mas eu acho justo pela qualidade oferecida e o quanto você vai aproveitar esse game com seus amigos e pizza!

Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge está disponível para PC STEAMPlayStation 4Nintendo Switch, Xbox One e Game Pass. Então salve Nova Iorque mais uma vez e grite COWABUNGA!

Anúncio
REVIEW
Teenage Mutant Ninja Turtles
Artigo anteriorVersão 2.8 de Genshin Impact chega em 13 de julho
Próximo artigoDescubra mais sobre One Piece Odyssey
O Soket é um cara comum que geralmente tem umas idéias de conteúdo ilógico, consegue ser um piadista ruim em 99,9% dos casos. Gosta de um bom e velho rock n’ roll além de jogar RPG de mesa. Se um apocalipse zumbi acontecer... minha opção seria uma boa despedida num balcão de bar.
teenage-mutant-ninja-turtles-shredders-revenge-reviewTeenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge traz a essência do arcade na modernidade com gráficos, sons e jogabilidade incríveis. Com pequenos problemas pontuais e talvez a sensação que poderia ter mais conteúdo, é um jogo com diversão sem limites com seus amigos e uma boa pizza em mãos