Orange é um mangá, completo em cinco volumes, escrito e ilustrado por Ichigo Takano, publicado originalmente na revista Bessatsu Margaret, e posteriormente pela revista Monthly Action.

Seus gêneros podem ser definidos com slice of life (Gênero caracterizado pelo realismo do dia-a-dia retratado em obras de arte) e Drama Romântico (a aja drama, prepare-se para acabar com todas as caixinhas de lencinhos disponíveis na sua casa).

Publicado originalmente em julho de 2012, ele teve seu primeiro volume finalizado em outubro de 2015, e o último – quinto da série – publicado em março de 2016 que finalizaria a série original. Lançado em outubro de 2015 no Brasil pela editora JBC, o título foi um sucesso estrondoso tanto no oriente quanto no ocidente, e ganhou uma adaptação animada que estrearia em julho de 2016.

A Misteriosa Carta

A trama se passa em Matsumoto, onde a protagonista – Naho Takamiya – uma jovem de 16 anos em seus dias áureos do colegial, recebe uma carta escrita por ela mesmo só que dez anos no futuro. A carta retrata uma série de acontecimentos nos próximos meses, e a Naho do futuro pede para a sua versão de si mesma no presente que evite vários fatos que viraram grandes arrependimentos com o passar dos anos.

Os acontecimentos estão todos voltados para o jovem Kakeru Naruse, estudante transferido de Tóquio, que no futuro de Naho não existe mais. Kakeru faleceu nesse período de escola dos mesmos, e a protagonista deve tentar evitar que o mesmo aconteça.

A obra acompanha não somente os dois personagens principais, mas também seu grupo de amigos, composto pot Hiroto Suwa, Takako Chino, Saku Hagita e Azusa Murasaka. Juntos, o grupo vivencia uma série de eventos que os aproxima como amigos e traça seu futuro juntos.

Naho se mostra pouco crédula nos fatos relatados na carta a princípio, porém, quando tudo que é relatado começa a de fato acontecer ele decide acatar o que seu Eu do futuro pede, e assim tentar evitar os eventos dramáticos que estão fadados a se suceder.

orange

Obra Intensa

Orange é uma obra muito especial, e eu, como uma fã do gênero, dificilmente fico surpresa com títulos assim. Por isso, eu tenho que dizer que o título é inesquecível, e entra no hall da fama dos meus mangás favoritos, sendo uma obra curta porém intensa e que nos faz refletir sobre muitos aspectos da nossa vida, principalmente a respeito das coisas que deixamos de fazer e tem efeitos permanentes causando arrependimento.

Sem dar qualquer tipo de spoiler, eu posso assegurar que Orange é um raro caso onde vemos vital importância nos personagens secundários. Em geral, quando falamos de mangás onde o romance é o foco dos protagonistas, muitas vezes os coadjuvantes são esquecidos, com tramas paralelas fracas e cinzas, porém – aqui – todos eles são raízes poderosas que irão nutrir o segmento da trama e fazer com que ela de fato ocorra da maneira que desejam.

Questões Delicadas

Orange também é um mergulho profundo em questões pesadas como depressão, suicídio e culpa. Não somente como os responsáveis por sentir isso, mas como aqueles que estão ao redor de uma pessoa que passa por esses sentimentos e sensações. Como podemos ajuda-la? O que está ao nosso alcance fazer? Será que podemos ser de fato um fator determinante na vida de uma pessoa? Nós podemos mudar o futuro?

O título brinca com a possibilidade de futuros alternativos, rotas, dimensões paralelas e também sobre os arrependimentos que criamos no nosso amadurecimento e crescimento como seres humanos. Será, que se tivéssemos a oportunidade, nós mudaríamos o passado? Mesmo que isso significasse perder as coisas boas que conquistamos no futuro?

A autora nos atinge em cheio ao criar questionamentos nos leitores, e brincar com as possibilidades que se formam em nossa mente. Seus personagens, extremamente cativantes, nos apaixonam e entristecem com suas boas e más escolhas. Nos frustrando e ao mesmo tempo presenteando com o desenvolver do roteiro.

Mais um presente da autora é a história no final de cada volume na versão brasileira que trata um pouco sobre o mesmo assunto: escolhas e arrependimentos. Dessa vez a respeito de duas irmãs gêmeas e suas decisões amorosas que podem mudar para sempre como as mesas se enxergam, e enxergam aos outros.

Orange é uma experiência deliciosa e psicológica que foge das constantes tramas românticas que estamos acostumados a ver. Nos apresenta personagens muito humanos, cheio de sentimentos que ultrapassam o amor, como: raiva, dor, tristeza, paixão, amizade e justiça. É uma trama bem desenvolvida que nos proporciona discutir internamente sobre muito do que vivemos e passamos, gerando questionamentos (muitas vezes sem resposta).

Amizade, Amor e Perda

Para nos presentear ainda mais, peço atenção as capas de cada um dos volumes, que retratam fielmente o que os personagens passam em cada um dos encadernados. Eu até poderia discutir mais a respeito, porém, cairia nos spoilers.

Eu convido a todos, independente de qual gênero preferir, a apreciar essa excelente obra e mergulhar de cabeça junto a Naho, Kakeru, Suwa, Chino, Hagita e Azusa nessa trama de amizade, amor e perda.

ADQUIRA AGORA A COLEÇÃO DE ORANGE

REVIEW
Orange
Artigo anteriorFire Force | Anime ganha teaser internacional
Próximo artigoDarkside anuncia a graphic novel “Francis”
Doka
Bibliotecária, especialista em conservação de histórias em quadrinhos, pesquisadora na área de educação, princesa da Disney e apaixonada por Sailor Moon a mais de 20 anos.