Anúncio

Se você caiu aqui de paraquedas e ainda não conhece a obra Orange, de Ichigo Takano, te recomendo conferir o REVIEW sem spoilers que fizemos anteriormente. Orange Future é o capítulo final do mangá Orange, por a caso o primeiro do sexto volume publicado aqui no Brasil pela editora JBC.

A obra, que originalmente acabou no volume 5, conta com mais quatro capítulos extras que foram um presente da autora aos fãs, eles são: Orange Future (capitulo extra, final da obra que daria vida ao filme do título posteriormente) e Hiroto Suwa (#1 #2 e #3).

Amizades e Decisões

Nos primeiros cinco volumes nós vemos a luta do grupo de amigos para impedir que Kakeru, protagonista da série, se suicide. O grupo, no mangá original, se encontra profundamente arrependido de suas decisões e se sentem responsáveis pela morte do jovem – logo após ele completar 17 anos. Eles resolvem assim mandar cartas para os seus “eu”s de anos atrás a fim de impedir os acontecimentos.

No volume 6 a autora explica como eles fizeram isso, colocando cartas em uma garrafa e mandando ao triângulo das bermudas, porém, mesmo que eles alterassem o passado isso não mudaria o futuro, eles apenas criariam uma realidade paralela onde Kakeru estivesse vivo, que é o Orange Future.

O que eu mais amei no capítulo final é que eles conseguem salvar o Kakeru mas a gente não sabe o que vai acontecer dali pra frente, nós só ficamos nos remoendo: Será que ele fica com a Naho? O que acontece com o Suwa? Será que as coisas mudam? Mas uma esperança é criada de que eles fizeram tudo que podiam para salvar o amigo, além disso eles mostram para o Kakeru que por mais que a vida seja extremamente difícil, há coisas que valem a pena viver. A vida vale a pena.

No capitulo de Future a autora nos revela tudo, que sim: Naho e Kakeru ficam juntos, e que o futuro onde a protagonista casa com o Suwa não existe mais, e pior, a Naho nunca soube disso. Acho que foi isso que mais me entristeceu, o Suwa abriu mão do amor da vida dele, do futuro dele, para deixar que os amigos deles fossem felizes. Há uma reflexão super triste em que ele diz como deve ter “se aproveitado” da fraqueza da Naho ao perder o Kakeru para se aproximar, e o quanto disso não é verdade! Acredito que por isso a autora nos presenteou com os três capítulos seguintes sendo somente sobre o Suwa, e explicando como eles chegaram naquele fim e porque – segundo a própria Naho – ele foi o responsável por “salvar o coração dela”.

Hiroto Suwa nos apresenta o personagem devastado após a morte do Kakeru. Ele se afasta de tudo e de todos porque se sente incrivelmente culpado pelo que aconteceu, ou a palavra certa seria arrependido? Mas por a caso, anos depois, ele encontra com a Naho e decide sair com ela, fazendo todas as coisas que o Kakeru disse que faria com a garota. Em todo esse período ele se sente culpado, sendo um fantasma do Kakeru ao mesmo tempo que ele tem que lidar com o fato de amar a Naho do fundo do seu coração, e é quando ele FINALMENTE resolve fazer algo como Suwa: ele a pede em casamento. Curioso: justamente é a ocasião que a Naho mais gosta.

Se há aquele que fere, também há aquele que cura

Durante todo o Orange a gente fica com o coração na mão porque queremos salvar o Kakeru, mas também queremos salvar o Suwa, e esse volume 6 Future nos presenteia com a maior lição de vida de todas: a salvação da dor no amor. Mesmo com todo o arrependimento e falhas deles, ainda assim Naho e Suwa encontraram no amor deles felicidade, e por mais que ele não compreenda isso e se sinta arrependido, foi esse sentimento que salvou ele e ela.

Ichigo Takano nos entrega em Orange um verdadeiro manual sobre muitas coisas nos qual lidamos diariamente: amor, dor, arrependimento, depressão, amizade e salvação. Ela nos apresenta nesse título sensacional algo que Fruits Basket (outra obra de arrancar o coração do peito) já havia nos contado anos atrás – mas é sempre bom relembrar: Se há aquele que fere, também há aquele que cura.

Para terminar eu só queria convidar a todos a darem uma espiada nas capas dos seis volumes, principalmente a do 4, e refletirem um pouco sobre a informação que elas passam.

 

Orange é uma história de viagem no tempo e arrependimentos, mas também é uma história sobre amor, amizade e cura.