Anúncio

The Hating Game ou O Jogo de Amor/Ódio escrito pela autora Sally Thorne e publicado em 2017 no Brasil pela editora Universo dos Livros vai virar um filme. O longa será produzido por BCDF Pictures, com roteiro de Christina Menger Peter Hutchings (Can You Keep a Secret?) como diretor, Claude Dal Farra, Brice Dal Farra e Brian Keady serão os produtores e co-financiado pela Mister Smith Entertainment.

A história do livro traz Gamins e Bexley, duas editoras que estavam a beira da falência, mas conseguiram reverter a situação e entrar num acordo criando a nova e única Bexley & Gamin e agora Lucinda Hutton, assistente executiva de Helen Gamins, e Joshua Templeman, ombro direito do Sr. Bexley terão que aprender a conviver um ao outro.

David Garret da Mister Smith falou um pouco sobre a obra “O Jogo de Amor/Ódio é uma comédia romântica gloriosa, divertida e sexy […]. Nosso objetivo está sendo a produção de filmes com um público-alvo claramente definido e essa adaptação definitivamente contempla o nosso requisito.”

Lucy Hale (Pretty Little Liars) será a protagonista Lucinda junto com Robbie Amell (The Duff) como Joshua. O filme está em produção desde 2018 então devemos ter mais novidades em breve. A autora falou sobre a experiencia de ter uma de suas obras adaptadas para a Entertainment Weekly, “Esse é um momento emocionante [2018] para Hollywood ir atrás de ótimas histórias escritas por novas vozes, principalmente por escritoras mulheres. Existem diversos escritores de romance que são verdadeiros gênios, capazes de fazer os leitores rirem e corarem.”

Sally contou também o quanto filmes de romance da década de 90 a inspiraram e disse que há uma cena que foi diretamente influenciada por 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você “[A década de 90] foi um período incrível para o cinema e me mostrou diversas mulheres inteligentes e fortes com grandes objetivos de vida. O fato dessas mulheres se apaixonarem pelos homens de seus sonhos impactaram muitos de seus objetivos, de uma forma muito divertida. […] O nosso filme terá dialogos inteligentes e um final perfeito remetendo aos clássicos e ótimos filmes de romance de 1990.”

Ainda não sabemos quando o filme será lançado, a última noticia divulgada é que o filme teria suas gravações iniciadas no primeiro semestre de 2020, mas por conta da pandemia não sabemos o que foi decidido, então até lá você pode dar uma conferida no livro que está a venda na Amazon, leia a sinopse:

“Sally Thorne surge na cena literária apresentando um ambiente de trabalho hilário e sensual em uma comédia sobre aquela conhecida linhazinha tênue entre o amor e o ódio. Lucy Hutton e Joshua Templeman se odeiam. Não é desgostar. Não é tolerar. É odiar. E eles não têm nenhum problema em demonstrar esses sentimentos em uma série de manobras ritualísticas passivo-agressivas enquanto permanecem sentados um diante do outro, trabalhando como assistentes executivos de uma editora. […] Diante da possibilidade de uma promoção, os dois travam uma guerra de egos e Lucy não recua quando o jogo final pode lhe custar o trabalho de seus sonhos. Enquanto isso, a tensão entre o casal segue fervendo, e agora a moça se dá conta de que talvez não sinta ódio por Joshua. E talvez ele também não sinta ódio por Lucy. Ou talvez esse seja só mais um jogo.”