konosuba mao panini
Imagem Divulgação
Anúncio

A semana que passou trouxe consigo algumas boas novidades para os mangás no Brasil. A última novidade é o anúncio da editora Panini sobre o lançamento dos mangás de Konosuba e MAO.

Por meio de live no fim de semana, a editora anunciou que os dois títulos chegarão ao público, a princípio, a partir do mês de setembro. Ambos terão seus volumes no valor de R$29,90 e periodicidade mensal.

Konosuba: Abençoado Mundo Maravilhoso

A adaptação em mangá de KonoSuba, por Masahito Watari, está em publicação desde 2014 e cobre a obra original em light novel de Kurone Mishima e Natsume Akatsuki.

Esse é um título importante para a editora pelo sucesso que a franquia vem fazendo já há algum tempo. Tanto que, após duas temporadas em anime e um filme, a série recebeu o anúncio de mais um projeto de animação, conforme anúncio recente.

A história começa com uma morte ridícula do protagonista Kazuma. Ao acordar, a deusa Aqua lhe oferece a opção de reencarnar em um mundo de fantasia e escolher qualquer coisa para ajudá-lo em sua aventura. Ao escolher a inútil deusa Aqua para acompanhá-lo, nossos heróis terão que lidar com as aventuras do dia a dia nesse mundo surreal de magia e fantasia – mesmo que essas aventuras nem sempre sejam tão empolgantes assim.

Anúncio

Você pode acompanhar as confusões de Kazuma e Aqua pela Crunchyroll, em suas duas temporadas adaptadas, além do longa metragem. A série original em light novel terminou em maio do ano passado, com 17 volumes.

MAO

Em seguida, a obra da querida e maravilhosa Rumiko Takahashi é seu mais recente trabalho, em lançamento desde 2019. A obra da autora de clássicos como Inuyasha, Ranma 1/2 e Urusei Yatsura ainda teve, além disso, uma adaptação em anime confirmada em maio. Atualmente, MAO tem 9 volumes lançados no Japão.

Em mais esse conto sobrenatural cheio de fantasia, Rumiko nos apresenta Nanoka, uma estudante do colegial que foi parar no Japão do começo no século XX. Lá, ela é salva por um jovem misterioso chamado Mao que, bem como Nanoka, também foi parar nessa época sem saber como.

O título é o primeiro de Rumiko que a Panini publica. Seus outros títulos mais famosos, aqui no Brasil, foram publicados pela JBC que, inclusive, anunciou a volta de Inuyasha, mas ainda sem novidades. Os fãs aguardam ansiosamente por esse anúncio nesse meio tempo, inclusive eu – isso não foi um mini desabafo do redator, ok? Não foi. Sério, não mesmo.

Anúncio