Anúncio

Trazendo uma nova proposta com o primeiro título da franquia que se passa em um ambiente 3D, Kirby and the Forgotten Land chegou nas Eshops do mundo todo no dia 25 de março e veio para revolucionar (novamente) sua jogabilidade e comemorar muito bem seus 30 anos.

Sinopse

Kirby and the Forgotten Land

O jogo conta como o planeta natal de Kirby, Popstar, foi atacado repentinamente por um vortex misterioso, sequestrando assim todos os Waddle Dees. Assim, Kirby e seu amigo também são sugados pelo vortex e acabam indo parar um planeta diferente e abandonado, onde precisam salvar todos os Waddle Dees enquanto desvendam o mistério do vortex e contam com a ajuda de Elfilin, um novo personagem que vai dar dicas e o acompanhará ao longo da jornada.

Novas Mecânicas

Kirby and the Forgotten Land Kirby and the Forgotten Land

Como visto no trailer, Kirby, além de poder adquirir as habilidades de alguns inimigos, agora também pode incorporar objetos do cenário no Modo Mouthful (também conhecido como Modo Bocão). O famigerado Carby (Kirby + carro) já é bem conhecido dos trailers, assim como o Kirby com cone de trânsito e com uma máquina de vendas. Mas essa habilidade vai muito além, com funções diferentes a cada mundo que servem não só para seguir no estágio, mas também completar puzzles e alcançar objetivos escondidos.

Kirby and the Forgotten Land
Cidade dos Waddle Dees
Kirby and the Forgotten Land
Loja de Habilidades
Kirby and the Forgotten Land
Quem é Thor diante de Kirby?
Kirby and the Forgotten Land
Plano de Evolução de Habilidade

Além disso, o jogo introduz a Waddle Dees Town, uma cidade-base para você poder recuperar as energias e interagir com outros personagens. Essa cidade traz um elemento de RPG para o jogo, na qual você poderá visitar uma loja de habilidades para poder escolhê-las e evoluí-Las. À medida que você salva os Waddle Dees, a cidade vai sendo reerguida pelos próprios habitantes, onde cada edifício exige uma quantidade específica de Waddle Dees para reconstruí-los e que apresentam funções diferentes. Além disso, você poderá participar de alguns mini-games divertidos espalhados pela cidade, como pesca, vendas e batalhas no coliseu.

Anúncio

Kirby and the Forgotten Land Kirby and the Forgotten Land Kirby and the Forgotten Land

Um jogo para toda a família

Kirby and the Forgotten Land

Kirby and the Forgotten Land tem 2 modos de jogo, o Spring-Breeze (fácil) e o Wild Mode (difícil). O modo de dificuldade é escolhido quando se inicia o jogo, mas também pode ser mudado na tela de pause. A diferença entre os modos é que o Wild Mode tem mais inimigos, mas dá mais Star Coins no final de cada fase, já no Spring-Breeze você ganha mais barra de saúde. Você também pode jogar com mais um jogador, mas o modo online infelizmente não está disponível. O jogo ainda é compatível com o Amiibo (não é vendido no Brasil), que quando escaneado, concede diferentes itens, como um item de reserva (Stock Item) e Star Coins.

Kirby and the Forgotten Land
fases especiais para ganhar estrelas para habilidade
Kirby and the Forgotten Land
brinquedos de gachapon colecionáveis

A franquia continua sendo muito divertida e com missões que motivam você a completar 100% com mecânicas novas super interessantes. É mais um jogo de sucesso da franquia que vai conquistar da criança ao adulto que aprecia um bom jogo.

Gráficos e Música

Kirby and the Forgotten Land Kirby and the Forgotten Land

Depois de ganhar um Grammy, não é de se impressionar que o jogo tenha uma trilha sonora incrível que combina muito bem com cada fase e mundo. As músicas foram compostas pelo já consagrado Hirokazu Ando, que trabalhou na maioria das músicas de quase todos os títulos da franquia. Os efeitos sonoros foram criados por Yuuta Ogasawara, que já trabalhou em Kirby Star Allies, junto com os compositores Jun Ishikawa (que é um veterano da franquia desde Kirby’s Dream Land e que compôs a música “Meta Knight’s Revenge” que ganhou o Grammy) e Yuki Shimooka (desde Kirby Fighters 2).

Os gráficos estão lindos, com um design bem polido, muitos elementos diferentes e divertidos em tela, bem como camadas e níveis escondidos. O design com as cores, luzes e sombras também foram muito bem trabalhados, principalmente nas fases de circo, no escuro e na lava. Com uma animação muito fluida, cenas de transição bem feitas e texturas críveis, nota-se o grande cuidado da equipe de design com o jogo.

Conclusão

Kirby and the Forgotten Land

A HAL Laboratory conseguiu, mais uma vez, trazer novos elementos sem deixar a fofura e a diversão sempre presentes em Kirby de lado. É um jogo que recomendo para todos que queiram se divertir e não querem algo muito desafiador. Apesar de não ser muito desafiador, o que torna a franquia e esse jogo tão especiais são os detalhes, como as formas inovadoras de jogar e a possibilidade de encontrar todos os itens colecionáveis e lugares secretos das fases. Kirby and the Forgotten Land entrega tudo o que se espera de um original da Nintendo, com uma trilha sonora incrível, um design belíssimo e uma gameplay revigorante. Poyo!

Anúncio
REVIEW
Kirby and the Forgotten Land
Artigo anteriorNetflix faz acordo com Studio Colorido
Próximo artigoMade In Abyss | Segunda temporada do anime ganha trailer
Uma tradutora apaixonada pela cultura japonesa que ama cozinhar iguarias asiáticas, ouvir músicas de bom gosto e jogar joguinhos eletrônicos para relaxar e se irritar.
O jogo conta como o planeta natal de Kirby, Popstar, foi atacado repentinamente por um vortex misterioso, sequestrando assim todos os Waddle Dees. Assim, Kirby e seu amigo também são sugados pelo vortex e acabam indo parar um planeta diferente e abandonado, onde precisam salvar todos os Waddle Dees enquanto desvendam o mistério do vortex e contam com a ajuda de Elfilin, um novo personagem que vai dar dicas e o acompanhará ao longo da jornada.kirby-and-the-forgotten-land-review