Anúncio

Lendo a sinopse, Hataraku Maou-sama! (The Devil is a Part-Timer!) tem um ar estranho e bizarro não?

Mas é mais ou menos isso que acontece, por exemplo: Quando nos deparamos com os primeiros minutos do anime, o ponto de vista é daquele tipo: sombrio, cores fortes, personagens imponentes – as vezes lembra até o universo de Berserk.

Mas depois que o Rei Demônio acaba caindo em nosso mundo, tudo muda. O ar cômico entra em cena!

O Rei e a General

Sadao e Shiro (os dois que vieram de Ente Isla e agora moram num “apêrtadinho”) são personagens extremamente carismáticos. Sadao, Rei em seu mundo, orgulhoso e sempre com sede de superação; Já Shirou, outrora um general de tropas, agora cuida das tarefas domésticas e financeiras da dupla.

A animação é feita pelo estúdio White Fox – o mesmo de Steins;Gate – com o apoio do character design de Fate/Zero, ou seja, pode esperar uma boa qualidade técnica.

Quanto a trilha sonora e músicas, não são tão chamativas – mas gostei da abertura 😀 – e o enredo é uma adaptação da light novel de Satoshi Wagahara, lançada em 2011 com 8 volumes.

Anúncio

Duas séries em mangá acabaram saindo ano passado na revista mensal ‘Dengeki Daioh’, o que sugere um potencial para mais temporadas.

Ação e comédia!

Girando cenas só de porradaria entre demônios e anjos como também só de palhaçadas, tem um dos episódios mais engraçados da temporada: “The Devil and the Hero Take a Break from the Daily Routine”.

É fato que a série apresenta situações bem bobas com um ‘Rei Demônio’ – ou até mesmo com Lucifer, um garoto apaixonado por tecnologias e video-games – mas né, não estamos falando do inferno que “imaginamos”, e sim, de Ente Isla, um plano paralelo… outro mundo. Então, quando assistir, a dica é sair dos paradigmas!

São personagens bem construídos, cenas de batalhas dinâmicas e o que acaba pecando? Justamente o enredo. Não quanto ao roteiro de cada episódio – se bem que dos 13, uns 2 são bem dispensáveis – e sim quanto a história como um todo. Talvez pelo fato do mangá estar em continuidade, não há uma conclusão.

O núcleo Ente Isla se perde com as poucas informações que temos de lá e algumas personagens secundárias que aparecem na metade final da animação são muito vazias em personalidade.

Continuação?

A série tem grande potencial para uma continuação – é o que espero – com muitas janelas para serem exploradas. Quero saber do passado de Emilia. Quero saber do por quê da malevolência do Rei Demônio em Ente Isla e suas reais intenções com a nossa querida Terra.

Antes do post terminar, quero fazer um adendo:

Pra quem assistiu ‘Um Príncipe em Nova York’ do Eddie Murphie, pode se identificar com a série, pois consegui relacionar algumas coisas como:

  • Ele é o REI/príncipe demônio e veio para outro país/mundo, tendo que conhecer seus costumes.
  • Ele veio pra trabalhar numa rede de fast food. No Anime é o MgRonalds, no do Eddie é McDowell’s se não me engano.
  • Ele tem um affair com a funcionária do trampo.
  • Ele luta com o ESFREGÃO! o/
  • Vem a galera do mundo dele atrás dele!
  • A diferença é que o personagem do anime é muito pobre! HEUEHUEHUE

 

Anúncio
REVIEW
Hataraku Maou-Sama
Artigo anteriorAkira | Warner revive o projeto de live-action
Próximo artigoHunter x Hunter de volta aos Cinemas!
O #BELLAN é um nerd assíduo e extremamente sistemático com o que assiste ou lê; ele vai querer terminar mesmo sendo a pior coisa do mundo. Bizarrices, experimentalismo e obras soturnas, é com ele mesmo.
hataraku-maou-sama-reviewA história gira ao redor de um Rei Demônio (Maou) chamado de Satan, que está a um passo de conquistar o seu mundo alternativo, quando é transportado para Tóquio do nosso mundo. Vendo que perdeu praticamente todos os seus poderes, Maou decidi começar a viver como um cidadão comum e passa a trabalhar em uma lanchonete de fast food para sobreviver, e, assim, ascender-se na sociedade e voltar para o seu mundo. Entretanto, inúmeros personagens aparecem para atrapalhar os planos do Rei Demônio.