Anúncio

Ação, violência e muita nostalgia. O console queridinho da Nintendo recebeu mais um título de peso em sua biblioteca.

Confira também: The Evil Within 2 | Review

Os donos do Nintendo Switch agora podem aproveitar o último jogo da série Doom, título que introduziu jogabilidade mais moderna e dinâmica para a clássica franquia.

O game foi lançado originalmente para outras plataformas em 2016. Agora, Doom recebe uma versão bem polida e caprichada em uma parceria entre a Id Software e a Panic Button.

doom portable nintendo switch
Doom no modo portátil do Nintendo Switch

O Doom no Switch

No Switch, Doom roda bem. Tanto no modo Dock – ligado na tv – quanto no modo portátil. Sacrifícios, entretanto, tiveram que ser feitos para garantir a qualidade.

A resolução foi reduzida, assim como alguns efeitos e a distância de campo, por exemplo, além da taxa de quadros ser restrita a 30fps. Nada disso prejudica o produto final.

O modo single player original está presente, com toda as armas, upgrades, demônios, carnificina, ambientação e com sua trilha sonora esmagadora.

doom switch screenshot
Doom, Nintendo Switch (Screenshot Divulgação)

Em Busca de Respostas

A campanha, que funciona como um Reboot da série, conta a história de um Marine que se encontra em uma estação de colonização em marte durante uma invasão demoníaca.

O soldado começa sua busca respostas e procura uma saída para impedir a completa destruição da humanidade – tudo com muita violência.

Destaque para as aclamadas Glory Kills – Finalizações dinâmicas espetaculares que não cansam de surpreender pelos efeitos visuais e pela criatividade.

doom switch screenshot
Doom, Nintendo Switch (Screenshot Divulgação)

Intensas Batalhas

Toda a ação e adrenalina das intensas batalhas contra as hordas do inferno estão fielmente reproduzidas – e são até mais divertidas no modo portátil.

Confesso que, ao remover o console do dock, demorei um pouco para me acostumar com o esquema de controle, mas assim que peguei o jeito tive a certeza de que Doom encontrou sua melhor forma.

O Modo Multiplayer e Arena também estão disponíveis nesta versão e funcionam da mesma maneira que nas outras plataformas.

Ainda não tivemos muito tempo para testar o modo online, mas as poucas partidas que aproveitamos se provaram intensas, divertidas e um tanto quanto caóticas.

doom boxart cover
Doom, boxart cover (Imagem Divulgação)

E quem já jogou em outra plataforma? 

Aos veteranos que já aproveitaram ou aproveitam o título em outras plataformas, o jogo pode ser uma ótima diversão casual.

Aos novatos que possuem um Switch e nunca jogaram este clássico, o game é uma excelente pedida e uma ótima entrada para os jogos do gênero no console da Nintendo.

Esperamos que no futuro versões de qualidade de grandes lançamentos também estejam disponíveis pro Switch.