Anúncio

Não é nenhuma novidade que o K-pop cada mais vem invadindo o cenário musical, em especial na última década.

Veja também: KARD fará apresentações em cinco cidades do Brasil em setembro

Para além de rostinhos bonitos e roupas estilosas, seus artistas e repertórios também tem cativado fãs, profissionais e mesmo curiosos com seus talentos e versatilidade.

O KARD não seria exceção. Ao contrário, como um dos únicos grupos sul-coreanos mistos da atualidade, o grupo vem explorando o potencial de seus integrantes a cada novo hit. Para além da mistura de gêneros musicais, contrastes de vozes e coreografia, seus singles também nos trazem diferentes cenários e sentimentos.

De modo geral, um dos grandes encantos das músicas são suas letras, e a forma como dialogam com quem as escuta.

Por isso, nós do Suco trouxemos algo um pouco diferente dessa vez: uma análise musical! Juicebox: Edição Especial KARD! (Porque, convenhamos, tem muito conteúdo interessante aí para analisar. Mas, como o compilado da vez será mais extenso, as análises serão mais sucintas.)

“Oh, Na, Na”

Em suma, a música traz um casal (ainda não casal) que está em busca um do outro. A personagem feminina está cansada de rapazes apenas superficiais dando em cima dela, enquanto o nosso protagonista diz “hey, estou aqui”.

Eis que passam de uma troca de flertes iniciais para uma relação apaixonante, com direito a algumas pequenas inseguranças e incertezas começando a brotar aqui e ali. Aquele começo de relação, que aos poucos vai se fortalecendo embalado pelo ritmo contagiante do Dancehall.

“Don’t recall”

Ok, vamos supor que esse nosso mesmo casal tenha brigado. (Sinceramente, não sei se o intuito era ser uma continuação, mas só pra não perder a linha de raciocínio.) Eis que, ambos saem muito chateados.

A nossa protagonista se recusa a falar com o (ex-)parceiro, mas ao mesmo tempo reluta consigo mesma, relembrando os bons momentos que passaram juntos. Enquanto isso, o nosso protagonista tenta argumentar com ela e evitar a possível separação, também remoendo sua parcela de culpa. Ademais, na versão em inglês, temos uma situação mais clara, onde a protagonista decide romper a relação de ambos e o rapaz lamenta o término.

“Rumor”

Seguindo na história do casal – afinal, porque não? Temos agora um cenário em que ambos já estão separados há um tempo, mas ainda tem contato com o mesmo círculo de conhecidos.

Os dois escutam rumores, um do outro, que já teriam seguido em frente e arrumado outra pessoa – o rumor é basicamente que a outra parte foi vista com alguém.

Os dois ficam chateados e incomodados com o ex-parceiro(a) e admitem para si que ainda tem sentimentos um pelo outro. Eis que, depreende-se que o casal desfaz o mal entendido e gostaria de recomeçar.

“Hola Hola”

Como o título sugere, aqui é tudo festa. Pure bliss. Seja o casal de antes ou não, os pombinhos em questão apenas querem curtir um ao outro. Eles estão super apaixonados e felizes. Fim.

Com isso, terminamos nosso Juicebox. E aí? Curtiram? Sugestões?

Continuamos o quadro? Non? Sim? Mais KARD? Outras bandas?

Conta pra gente sua opinião :3

Ps: [DICA] Para além dos singles citados, vale a pena conferir:

“Swim Good”, apresentação especial (sexy) da Somin com Hui (Pentagon/Triple H) para o programa Breakers.

“Lo Siento”, parceria especial (com vibes latinas) em que as meninas se apresentam com o Super Junior.

E, todos os demais singles, claro <3 Afinal, esses 4 tem talento de sobra.