Anúncio

JoJo’s Bizarre Adventure talvez seja um dos mangás mais esperados pelos brasileiros no ano de 2018. A obra dividida em seis partes está em publicação desde 1987 e conta com diversas adaptações para OVAs, animações, jogos e até light novels.

A edição brasileira, lançada pela Panini na última edição do evento Anime Friends, em 2018, é bastante diferente dos outros títulos da editora, com mais de 300 páginas de história o volume conta com uma encadernação luxuosa, páginas coloridas e até mesmo duas orelhas de livro (ou mangá, no caso).

Mais de 30 anos de história

Apesar da popularidade do título no oriente, JoJo’s é uma aposta arriscada no Brasil. Phantom Blood, a primeira parte da história, já foi encerrada no Japão há 30 anos e possui muitos aspectos dos quadrinhos da época: traços mais realísticos, figuras masculinas bastante caricatas, cenários e personagens extremamente detalhados e muitas influências contemporâneas da época.

Mesmo que outros mangás da mesma época já terem feito sucesso aqui, a maioria deles contava com o aspecto nostálgico, já que os mesmos tinham tido suas animações reproduzidas nas televisões brasileiras, o que não é o caso de JoJo’s.

Ainda assim há um motivo pelo qual a obra continua gerando continuações e derivações, mesmo em seu formato datado, e nós podemos compreender muito bem isso com a leitura desse primeiro volume.

jojos bizarre adventure parte 1 phantom blood panini foto
Nosso volume de Jojo’s Bizarre Adventure – Parte 1: Phantom Blood, cedido pela Editora Panini (Foto: Suco de Mangá)

Inspirações da Obra

Começando pelo final a Panini adicionou a edição um posfácio escrito pelo autor Hirohiko Araki onde ele aponta quais foram as suas inspirações para a obra. Ele descreve toda a história como uma “Ode à Humanidade” onde suas personagens, protagonistas ou antagonistas, vão em busca dos seus objetivos e futuros de maneira positiva.

Faz muito sentido que a gente elenque isso logo de inicio porque digerir JoJo’s caso você seja um fã recente de mangás e animes não será fácil, a obra é mais densa, romantizada e tem muitas ligações a obras clássicas como Os Miseráveis de Victor Hugo.

O objetivo de Joestar

Na trama, acompanhamos o jovem Jonathan Joestar, ou JoJo (como é chamado pelos amigos e família), o único herdeiro de uma família aristocrata britânica. O objetivo de JoJo é somente um: tornar-se um cavalheiro. Porém, seus sonhos vão sofrer uma grande mudança quando ele é apresentado ao personagem Dio Brando, rapaz humilde que busca os Joestar após o falecimento de seu pai. Dario Brando “salvou” a vida do patriarca da família Joestar em um evento fatídico 12 anos antes, e por isso seu filho ganha o apoio da nobre família em seus estudos, tornando-se praticamente irmão de JoJo.

Acontece que Dio Brando é um terrível vilão, personagem com objetivos sórdidos e sem qualquer tipo de sentimento pelos quem o acolheram. Seu desejo é destruir JoJo e assumir a fortuna dos Joestar de qualquer forma, com isso em mente ele realiza todo tipo de ato malicioso para atacar e ferir Jonathan que tem um coração puro e ingênuo.

Bem vs Mal

Mesmo com personagens tão caricatos o autor consegue nos convencer logo da alma pura de JoJo e da maleficência de Dio (no qual eu odeio do fundo do meu coração). Temos aqui uma história clássica do bem contra o mal, do herói e mocinho tendo que enfrentar todas as maldades do mundo com objetivos puros e utópicos. Ao mesmo tempo Araki também consegue levar a trama para o lado sobrenatural e “bizarro” de uma maneira bem realista.

Mesmo com uma lista incontável de absurdos, o autor tem o trabalho de explicar as origens dos itens “incomuns” apontando suas vantagens e fraquezas, um cuidado que muitos deixariam “para os leitores adivinharem”.

Capa japonesa de Phantom Blood

Ótimo trabalho de tradução e edição! 

Tendo ouvido muita coisa boa sobre como o enredo se desenrola, eu me mostro verdadeiramente curiosa sobre os fatos que devem se seguir, e sobre como a história pretende se desenrolar. Apesar de arriscado, eu acredito que o lançamento de JoJo’s será um sucesso, e irá conquistar muitos fãs pelas terras tupiniquins, o que garantirá a publicação das outras partes da série.

Com um valor um pouco mais elevado que os atuais mangás do mercado, JoJo’s Bizarre Adventure Phantom Blood 1 consegue entregar um trabalho muito bem feito de tradução e edição, com um volume de alta qualidade editorial. Espero poder continuar acompanhado as aventuras bizarras de JoJo e ter na minha estante a coleção completa desse título tão famoso.

ADQUIRA AGORA SEU VOLUME DE JOJO’S!