Anúncio

Joe Hill é o pseudônimo adotado por Joseph Hillstrom King, escritor de obras de ficção e terror, além de ser o filho do renomado autor Stephen King.

Infância e estreia

Nascido em 4 de junho de 1972, Joseph é filho dos autores Tabitha e Stephen King, e irmão mais velho de Owen King – também escritor. Ele apareceu pela primeira vez na mídia com nove anos no programa Creepshow dirigido por George A. Romero, o famoso roteirista e diretor de filmes de horror conhecido pela sua série cinematográfica de zumbis iniciada com a Noite dos Mortos Vivos de 1968.

VEJA TAMBÉM NOSSO REVIEW DE CREEPSHOW

Joseph adotou o pseudônimo de Joe Hill no inicio de sua carreira, em 1997 para não ter suas obras influenciadas pelo nome do pai, um dos mais famosos autores do terror moderno – Stephen King (apesar de ter sua identidade posteriormente revelada em 2007 depois de muitos artigos tendenciosos e especulação).

Ele começou seu trabalho com contos e antologias de ficção e terror, ganhando diversos prêmios no Reino Unido. Seu primeiro livro se chama Fantasmas do Século XX e foi publicado originalmente em 2005, trata-se de uma coletânea de contos de terror. Dois anos depois, em 2007, ele lançaria A Estrada da Noite, seu primeiro romance no qual alcançaria o número 8 da lista de best-sellers do New York Times, e se faria conhecido no mundo todo.

a estrada da noite
A Estrada da Noite (Capa Divulgação)

Trabalho

Depois do grande sucesso de A Estrada da Noite, o autor trabalhou na série de quadrinhos Locke & Key ilustrada por Gabriel Rodriguez que permaneceu em publicação até 2013. Seu próximo romance foi lançado em 2010 com o título em português de O Pacto, o mesmo recebeu uma adaptação cinematográfica em 2014 estrelada por Daniel Radcliffe (o ator de Harry Potter), no Brasil o filme recebeu o nome de Amaldiçoado.

ASSISTA AMALDIÇOADO NA NETFLIX

Em 2013 ele lançou a ficção Nosferatu e em 2016 o suspense Mestre das Chamas. Nosferatu irá ganhar uma adaptação cinematográfica com previsão para lançamento em 2019, e não há outras informações a respeito por enquanto.

Em 2017 o autor esteve trabalhando em duas coleções de contos chamados A little Silver book of sharp shiny silvers e Strange Wheater, fora isso ele também é coautor de diversas histórias em quadrinhos como Kodiak, The Cape e Tales from the Darkside. Além disso ele também faria parte de diversas antologias de horror e mistério como My Father Mask, Best New Horror e Pop Art (que ganhou um curta em 2009 dirigido por Dorothy Street).

Prêmios

Apesar de não ter conseguido manter sua identidade secreta por muito tempo, Joe Hill não precisou do nome do pai para que ficasse conhecido e tivesse seu trabalho valorizado. Ele é detentor de vários prêmios no Reino Unido e Estados Unidos, incluindo o Bram Stoker Award por melhor coleção de ficção, o International Triller Writers Inc Award por melhor romance de estreia, o Eisner Award (prêmio para quadrinhos) como melhor escritor, entre muitos outros.

A maior parte de sua obra está publicada no Brasil e pode ser conferida enquanto esperamos a tradução e lançamento das suas últimas obras. Joe Hill é com certeza um dos autores mais incríveis e sensacionais de fantasia, ficção e horror, prendendo seus leitores do inicio ao fim com sua narrativa assustadora e sendo considerado por muitos até melhor do que seu pai na hora de contar uma boa história de terror.

strange weather