Ao longo dos sete primeiros anos de banda, o ASIAN KUNG-FU GENERATION, vulgo Ajikan, trilhou um dos mais complexos caminhos da música: a aceitação do público em relação a sua música, contudo, o esforço e a vontade de levar o conjunto ao sucesso serviram de estimulo para Masafumi Gotoh, Takahiro Yamada, Kiyoshi Ijichi e Kensuke Kita criarem uma extensa trajetória.

Confira também outras matérias exclusivas das atrações internacionais do Anime Friends 2017: 

O duo poético do Do As Infinity | Suco Apresenta
TM Revolution e a sólida carreira de Takanori Nishikawa | Suco Apresenta
A homenagem ao ASIAN KUNG-FU GENERATION – AKG TRIBUTE
Yusuke Nakamura e o vínculo com o ASIAN KUNG-FU GENERATION
A gênese BLANC7 | Suco Apresenta

A dificuldade dos primeiros anos

Sabe-se que quase toda banda quando formada se encontra num do muitos impasses que é a falta de verba para a produção e as inúmeras tentativas de conseguir um contrato com uma gravadora, assim também foi para o ASIAN KUNG-FU GENERATION que como poucos sabem, começou o caminho da música escrevendo letras em inglês.

Sem muito sucesso, os rapazes esboçaram sua primeira música em japonês, Konayuki, como também passaram a enviar cópias K7 para cada programa de música especializado em músicos independentes das diversas estações de rádio FM. Todo esse esforço levou Konayuki ao ar pela primeira vez, garantindo assim a primeira fagulha do sucesso.

O auto-profético HOUKAI AMPLIFIER

Mal sabiam e o debute oficial do primeiro mini-álbum seria o prenúncio que alcançaria a 1° posição no gráfico semanal do Highline Records por duas semanas consecutivas, bem como a 35° posição no quadro de vendas da seção indie da Oricon e que ocasionalmente os consagraria no panorama musical japonês.

HOUKAI AMPLIFIER, o prenúncio do sucesso do ASIAN KUNG-FU GENERATION que mais tarde seria re-lançado pela gravadora Ki/oon.

Modelado nas linhagens do indie rock, o aclamado HOUKAI AMPLIFIER teve seis faixas: Haruka Kanata (segunda abertura do anime NARUTO), Rashinban, Konayuki (lançada no EP I’m standing here), Ao no Uta (lançada em participação com CARAMELMAN com o nome Song of Blue), Sunday e 12.

Dentre todas as faixas, Konayuki possuía sua popularidade, mas quem ganhou mesmo o destaque foi Haruka Kanata que além de ter ganhado a posição de main track, encantou com o refrão sugestivo “dakara motto motto motto haruka kanata”, indicando o sentimento do ASIAN KUNG-FU GENERATION que literalmente traduzido seria: Então vá! Além da distância…

O ASIAN KUNG-FU GENERATION hoje

21 anos depois, os garotos se tornaram veteranos no mundo da música, e hoje ao nos referirmos à banda, é praticamente impossível não citar, cantar, berrar os refrãos de Haruka Kanata, porém, o Ajikan não se resume apenas a uma música ou álbum, pelo contrário, eles possuem muito mais músicas que fazem sucesso e atualmente emplacaram com Kouya Wo Aruke.

Seis faixas foram o suficiente para assegurar a conquista dos rapazes depois de sete anos de dificuldades e nos anos seguintes não foi muito diferente, pois, o Ajikan lançou 8 álbuns, 24 singles, 11 coletâneas e 5 EPs, além claro de partir em uma turnê mundial.

Sem dúvidas de que obviamente se não fosse por todo aquele esforço e empenho, o ASIAN KUNG-FU GENERATION provavelmente não teria chegado aos nossos ouvidos, mas felizmente isso foi possível e hoje se pode dizer que são um dos melhores do Japão.

ESTA É A PRIMEIRA PARTE DE UMA SÉRIE ESPECIAL COM ASIAN KUNG-FU GENERATION. NA PRÓXIMA SEMANA TEM MAIS!