Do As Infinity (ou DAI ou DoAS) tem como os principais componentes a voz e o violão, formado em 1999, o dueto Tomiko Van e Ryo Owatari exprime em suas canções um elevado teor lírico, que em virtude disso, os consagra como uma das maiores bandas do Japão.

Confira também outras matérias exclusivas das atrações internacionais do Anime Friends 2017: 

TM Revolution e a sólida carreira de Takanori Nishikawa | Suco Apresenta
Yusuke Nakamura e o vínculo com o ASIAN KUNG-FU GENERATION
A trajetória do ASIAN KUNG-FU GENERATION ante o sucesso
A homenagem ao ASIAN KUNG-FU GENERATION – AKG TRIBUTE
A gênese BLANC7 | Suco Apresenta

A voz de Tomiko Van e o toque de Ryo Owatari

Não impressiona em saber o do por que Dai Nagao ter feitos várias escolhas a respeito de quem seria a voz do Do As Infinity, ainda mais quando seu sonho era o de formar sua própria banda, bem como o de incluir alguém digno do posto, e esse “alguém” foi Tomiko Van.

A moça com a sua voz e tom afinado tomou a frente das canções do Do As Infinity com Tangerine Dream e Yesterday & Today.

Se a voz de Tomiko expressa o refinado pop de Tangerine Dream, certamente, os acordes de Ryo Owatari dão o toque sutil a canção, assim como Tomiko faz em Yesterday & Today.

Yesterday & Today tem “aquele” teor lírico no qual mencionei na chamada da matéria, de tal forma que Tomiko Van abre a canção com um lirismo que toca profundamente, ademais, todo o arranjo da canção é muito bem trabalhado.

O mesmo vale para Fukai Mori que tem destaque na boa base de violão tocada por Ryo. A canção foi tão bem recebida na sua terra natal que serviu de trilha sonora para o anime Inuyasha.

A beleza sonora de Do As Infinity dá-se também por parte dos arranjos de guitarra e violão que Ryo faz, do mesmo modo que Tomiko integra com a sua voz as canções que desde de 1999 soam poéticas.

Portanto, essa consagração que o dueto tem, é sem dúvida o reflexo do árduo trabalho que eles tiveram lá atrás, desde o lançamento do primeiro single até a vontade de Dai Nagao em realizar seu sonho de ter uma banda.

Tomiko Van e Ryo Owatari (Imagem Divulgação)