the journey of elaina
Anúncio

Todos aqueles que assistiram animes já se depararam com Fan Service, principalmente com o famoso Ecchi, onde as personagens femininas aparecem com roupas excessivamente curtas, curvas acentuadas, posições sexualizadas e mostram as roupas íntimas com qualquer ventinho que bate em suas saias.

Com a adaptação para anime da novel The Journey of Elaina (Majo no Tabitabi) esse foi um dos pontos que os produtores tiveram que tomar cuidado, a pedido do criador da obra. Em uma entrevista à Newtype, o autor Jougi Shiraishi foi questionado que tipo de interação ele teve com a staff de animação, e respondeu:

“A única coisa que pedi foi “Por favor, não mostrem nenhuma roupa íntima”. Eu gostaria que este trabalho fosse visto por pessoas de todas as idades, então queríamos manter o público amplo. Esse é o único pedido importante que eu lhes fiz.”

Com certeza não será pela falta de calcinhas que esse anime vai deixar a desejar, como foi muito bem avaliado no nosso Primeiro Gole, clique aqui e confira!

Majo no Tabitabi é uma novel lançada em 2016 pela SB Creative, escrita por Shiraishi e ilustrada por Azure. A obra ganhou adaptação para mangá ilustrada por Itsuki Nanao em 2018 pela Square Enix, na revista Manga UP!.

O anime estreou nesta temporada de outono e está sendo produzido pelo estúdio C2C (Harukana Receive), dirigido por Toshiyuki Kubooka e o design de personagens está sendo feito por Takeshi Oda, ambos também trabalharam em Harukana Receive.

Anúncio

Sinopse: A bruxa chamada Elaina encontra muitas pessoas e países enquanto continuava a sua longa jornada. Um país que apenas aceitava mágicos, um gigante amante de seus próprios músculos, uma princesa deixada sozinha no país em ruínas, e claro temos a história da própria bruxa – que levava dessas pequenas histórias grandes lembranças.

Anúncio