Anúncio

Com o significado de “ divisão das estações”, o Setsubun marca a véspera do início da primavera, quando as árvores e flores começam a florescer e dar frutos novamente. Além disso, é uma época de espantar os demônios e desejar sorte. Mas por quê isso?

Origem

Até 1873, o Japão seguia o calendário lunar chinês, mas com a adoção do calendário gregoriano na Era Meiji (1867 a 1912), a data do ano novo que caía no final de janeiro ou no começo de fevereiro passou a ser celebrada no dia 1º de janeiro como em outros países. Porém, os costumes de ano novo continuam a ser celebrados para marcar a passagem do inverno para a primavera.

De acordo com as tradições e crenças chinesas, o ano novo marca quando o mundo espiritual se mistura ao mundo dos vivos, abrindo caminho para os espíritos entrarem no nosso mundo, podendo assim trazer doenças e má sorte. É por isso que é preciso expulsar os demônios de casa antes da chegada do novo ano.

Máscaras Oni e Masu com feijões de soja torrada (Imagem Divulgação)

Mamemaki

Para conseguir expulsar os demônios, é preciso fazer uma dança ritualística que data da Era Muromachi (1339 a 1573), chamada Mamemaki. Além disso, você precisa encher um copo de madeira chamado de masu com feijões de soja torrados. O próximo passo é se ajoelhar, segurar o masu com o seu braço mais forte e pedir para o membro mais corajoso abrir a porta de casa. Assim que abrir, você deve jogar a soja em direção à porta enquanto grita “Oni wa soto! Fuku wa uchi!” (“Demônios para fora! Sorte para dentro!”). Depois disso, deve-se fechar a porta e se sentar com as costas encostadas na porta, para então dizer “Oni wa soto, fuku wa uchi” novamente.

O motivo de jogar os feijões de soja é simples, é mais um dos trocadilhos com pronúncia da língua que os japoneses tanto gostam. A palavra para feijão é mame (豆), e tem a mesma pronúncia para “olhos de demônio” (魔目, mame) e “destruir demônios” (魔滅, mametsu).

Sai fora, capeta! (Imagem Divulgação)

Comidas do Setsubun

Depois de expulsar os demônios, é hora de celebrar com as comidas especiais da data. Além de se livrar da má sorte, os feijões de soja torrados também são um ótimo petisco com seu sabor adocicado e amendoado.

Você também pode saborear um ehomaki, uma espécie de futomaki que tem 7 recheios e representa os Shichifukujin (“Sete Deuses da Sorte”), que trazem saúde, felicidade e prosperidade. Mais do que um simples sushi, é importante comer esse prato enquanto encara a direção certa para ter boa sorte, já que eho significa “direção da sorte”, e a direção varia anualmente.

Ehomaki (Imagem Divulgaçao)

Celebração Moderna do Setsubun

Como uma forma de incentivar as crianças a jogarem os feijões de soja, algum membro da família pode interpretar o papel de oni (“demônio”), geralmente alguém que nasceu sob o signo do zodíaco chinês do mesmo ano, chamado toshi-otoko (para homens) ou toshi-onna (para mulheres). Já na escola, são os professores ou alunos mais velhos que se vestem de oni.

Demônio na escola (Imagem Divulgação)

Se não quiser celebrar o evento em casa, você pode se juntar a milhares de outras pessoas, incluindo políticos, celebridades e atletas, nos templos do Japão para jogar os feijões de soja e desejar boa sorte.

Leia também: Como o Halloween se tornou popular no Japão?