Anúncio

Revisions é um anime original do estúdio Shirogumi, que não possui nenhum trabalho de grande relevância. Começou a ser lançado dia 10 de janeiro, na Temporada de Inverno 2019, no formato “Original Net Animation” ou ONA, ou seja, lançado diretamente pela internet.

O estúdio pode não empolgar tanto, mas esse anime terá a direção do criador e diretor de Code Geass, Taniguchi Gorou, então para quem é fã, já fica a dica.

Revisions
Revisions (Pôster Divulgação)

Shibuya: 300 anos no futuro

Revisions conta a história de Dojima Daisuke, um estudante do ensino médio. Junto com seus amigos, Gai, Lu, Marimari e Keisaku, se envolveu em um evento misterioso onde a parte central da cidade de Shibuya foi transportada para 300 anos no futuro. Esse fenômeno foi chamado de “Shibuya Drift”.

Nesse futuro, Daisuke e seus amigos terão que batalhar contra inimigos desconhecidos chamados Revisões, operando monstros mecânicos gigantes, os famosos mechas, que no anime são chamados de “Marionetes”. Conhecerão pessoas que vivem nesse futuro e nessa realidade distópica e lutarão ao lado delas.

Daisuke, atormentado por palavras que uma tal de Milo disse no passado para ele e seus amigos, agora é muito impulsivo, agressivo e vive desconfiado de tudo, sempre pensando no pior. Seus colegas acham que ele é estranho por conta disso. Os seus amigos que ouviram as mesmas coisas continuam vivendo sua vida normalmente e nem sabem se a Milo é real ou não. Por conta disso, não estão tão unidos quanto antes.

Revisions
Revisions (Pôster Divulgação)

Salvando o mundo

Revisions tem aquele famoso clichê de que o protagonista é o único que pode salvar o mundo. Os animes já estão saturados disso, então achei um ponto negativo da obra logo de cara. Há maneiras diferentes de abordar isso. É só ser, no mínimo, um pouco mais criativo.

Anúncio

É bom deixar claro que o anime é todo feito em computação gráfica e não é das boas. É bastante incômodo no começo, só que é algo que dá para relevar, mas com muito esforço. Aconselho a aqueles que não suportam esse tipo de animação a passarem longe da obra.

O anime é feito para quem não tem muita exigência com animação, por mais horroroso que esteja o CGI, e goste desse viés de sci-fi, focado em robôs gigantes. Há um grande risco de ser mais um enorme clichê, mas pode ser que o diretor Gorou deixe essa obra minimamente interessante.

Anúncio