Anúncio

Rei de Lata é uma HQ de Jefferson Ferreira publicada no site Smocci, com um nome chamativo e uma arte interessante. Resolvi dar uma olhada.

Confira também: Teerra & Windy | Primeiro Gole

A historia começa com uma breve narração sobre o passado desse mundo, estabelecendo o cenário que iremos ver e que os personagens irão interagir, o que é muito bom para series grandiosas com muita informação. Contudo no caso desta, torna-se meio desnecessário, não pelo roteiro mas sim pela identidade visual da serie.

E então somos introduzidos a José, um garoto que se acha rei do mundo e provavelmente a razão pelo titulo, é estabelecido até pelo texto introdutório que as crianças desse mundo possuem poderes e no caso de José – nosso pequeno clone de Magneto – é o magnetismo.

Depois de uma discussão com um “colega de trabalho”, José sai para buscar comida. Nessa busca ele encontra Arthur, outra criança com poderes ou “Herança” como é chamado no mundo deste quadrinho.

Eles tem uma pequeno conflito por comida mas Arthur é resgatado por seus amigos antes da situação escalar para algo mais grave.no final somos introduzidos ao que sera provavelmente o grupo de personagens coadjuvantes da obra e somos deixados para o próximo capitulo.

Anúncio
rei de lata
Rei de Lata, por Jefferson Ferreira (Imagem Divulgação)

Visual Impactante

Rei de Lata é uma combinação interessante tendo um visual remanescente de animações da Cartoon Network, como Gravity Falls, e roteiro e roupas lembrando Akira, o que gera um conflito para aqueles que conhecem as duas metades.

O que mais me chamou a atenção neste primeiro capítulo é justamente quando ele não se leva tão a sério, a criação de nomes “complexos”, o que na minha opinião se tivessem uma nomenclatura mais simples, seria mais fácil de aceitar.

Uma boa leitura

Apesar dessa breve crítica, Rei de Lata foi divertido e se dividir melhor sua identidade visual de seu roteiro e abraçar algo mais simples e cativante, pode se tornar muito mais interessante – contando que não caia na maldição de ter cem mil capítulos.

No momento a obra conta com cinco capítulos, inteiramente grátis para a leitura no Smocci.

Se você cresceu com Meninas Superpoderosas e achou o filme Akira super valorizado, Rei de Lata dilui os dois e faz uma caipirinha que não te arrama, mas te deixa querendo mais. Vá ler e tire suas próprias conclusões.

rei de lata
Rei de Lata, por Jefferson Ferreira (Imagem Divulgação)

Página do Autor no Facebook

Anúncio